Todas Atividades

This stream auto-updates     

  1. Past hour
  2. Carretilhas Langley - Sua História A Langley Co. de San Diego fez peças de alumínio para aeronaves durante a Segunda Guerra Mundial e usou esse conhecimento para fazer carretilhas de pesca de peso muito leve entre 1948-1962 quando eles foram comprados pela Zebco no começo da década de 60. A Zebco continuou a fazer os modelos 310 e 330 e 6 de seus molinetes, essa a razão pela qual eles compraram a empresa, para assim poderem facilmente entrarem no mercado de spinning reels. Carretel ventilado em alumínio. Muito leve, assim, controlava mais a inércia e ajudava a evitar os backlashes, dando muito mais poder ao dedão. Aqui pode-se ver os folders que vinham dentro de cada caixa, com relação de peças de reposição, preços das mesmas e cuidados necessários. O principal apelo de venda da Langley era seu carretel anti-inércia (Anti-Inertia) vazado feito em alumínio e muito leve, carro chefe da empresa em praticamente todos os modelos. Foram fabricadas grandes quantidades do modelo 310 porque eram muito populares à época, todos pescadores praticamente tinham uma na caixa de pesca – ou queriam ter. As Langleys eram vendidas por preços entre 6 e 15 dólares no seu melhor momento de mercado e são boas carretilhas para se usar ou colecionar. Ainda comuns nos sites de leilão especializado, é possível adquirir uma Langley entre razoável e bom estado por apenas 15-30 dólares. Era possível retirar praticamente todas as engrenagens importantes apenas retirando os dois parafusos da tampa central. Elas sairiam em bloco, facilitando a manutenção anual. Carretel e boa parte das peças em alumínio ou aloy de alumínio, o que conferia muita leveza. A Langley Lakecast 350 mostrada nas fotos do autor quando nova era vendida por U$ 8.75 e era objeto de desejo da maioria dos jovens pescadores Norte Americanos da década de 50, e velhos também.
  3. Tenho um 115 CT 4T que uso esporadicamente e o que faço é adoçar com gasolina Pódium. Nunca tive problema. Todo o sistema deverá ficar cheio com esse combustível.
  4. Today
  5. Bom dia pessoal Estou querendo ir pescar na praia mas sou novo na pesca e queria uma informação se possível, pelo calendário da lua não está bom para pescar na praia isto é mito ou e verdade. 19/04/2019 Obrigado a todos.
  6. Nao entendo, pessoal quer algo total flex e compra essas carretilhas gigantes. Uma contender BG e uma Celta Bandit ou Matic 25lbs resolve seu problema por um baixo custo e voce se diverte com quase todos os peixes de pesqueiro... lembrando que nos pesqueiros nao se usa linha mais grossa que 0,37 ( salvo peixes de couro), entao nao se faz tao nescessario essas carretilhas ´´medias como vc disse´´ uma big game pequena ja resolve o problema, com muito mais ergonomia e conforto. para traira e tucunare e bla bla essas carretas grandes eu nao consigo nem imaginar, mas vai de cada um!!! Na minha opiniao a Brisa atende melhor suas nescessidades...
  7. Quase isso, uma Contender BG pesa 210 gramas, uma vara de carbono sólido na faixa de 20 libras 6 pes vai pesar em torno de 160 gramas. Uma Black Snak com uma vara parecida de fibra de vidro ficaria com meio quilo no mínimo.
  8. OK, obrigado acho que seria porque a black snake seria uma carreta perfil "médio" (nova classe, kkkkk) e a vara de fibra de vidro junto com ela ficaria muito pesado e desproporcional? Mas vou seguir seu conselho estou pensando em pegar uma black snake e a vara saint plus profishing ou a evolution g3 de 25lb, o que acha
  9. Tudo bem Elizandro? Vale para qualquer marca e modelo com até 2 anos de uso, desde que o lojista ou concessionário aceite receber com o consórcio Yamaha. Estou a disposição.
  10. Yesterday
  11. Quando tiver um tempo vai numa loja de pesca e monta uma vara de fibra de vidro de 6 pés 20 libras numa Black Snak, vai te responder as duas perguntas.
  12. @Alexandre Fishing poderia me informar também a diferença entre a black snake e a contender ocean bg?
  13. Por que optar por uma vara de carbono do que uma de fibra de vidro?
  14. Espero que o moleque tome gosto, acho que não vai ser muito difícil não .
  15. De preferência uma matrinchã ou pescada branca. Pelo que me disse esses dias a venator já tem novo dono rsrs, logo logo vai ter que comprar mais um caiaque.
  16. Tirar o peixe com linha fina é mais facil que desenterrar o chumbo da areia, normal nesse tipo de praia
  17. De fato Daniel, até tucunarés e traíras só tenho consumido desses tanques, eles tomam conta em pouco tempo. Nos rios é cota 0, se a fartura tiver muito grande, somente um ou dois consumidos na barranca.
  18. Legal, peixe de criação tira um pouco a pressão dos peixes da natureza.
  19. Muito legal, sobretudo para o Caboclinho já ir pegando o gosto!
  20. Show de bola !!! Eu com equipamento de fly provavelmente tinha fisgado umas vacas dessas ai rsrs
  21. Só alguns por encomenda Fui lá só pra levar o estagiário pra ver os peixes .
  22. Video show parabens! Mas foi em Nova Iguacu mesmo??? O pesqueiro do video eh o Hode Lua Abçxxxxx
  1. Load more activity

Parceiros: www.petsEXPERT.pt