Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 21-04-2019 in all areas

  1. 6 points
    Vale a pena insistir no local em que você pega um peixe!
  2. 6 points
    Depois de um longo período de chuva, finalmente começou a estiar. Há um bom tempo sem pescar, aproveitei a oportunidade e chamei o compadre pra dar uns pinchos e colocar a conversa em dia. Dessa vez comecei com molinete pra matar a saudade daquele barulhinho. Molinetinho 1500 teve que trabalhar bastante com as tambatingas. Pena que as maiores não dava pra tirar, sempre levavam pra um esrosco e escaparam. Traíras e tucunas vinham com igual apetite. O dia estava muito quente, bem propício pra pescar e tomar uma gelada. Compadre Vitinho estava se divertindo com uma vara 14 libras de carbono sólido. Estava entrando uns peixes maiores e achei mais prudente deixar o molinete com monofilamento e usar a carretilha com multi. Na última visita nesse local só capturei uma traíra, dessa vez elas estavam bem mais ativas. As pequenas tambatingas apareceram bem menos dessa vez. Acertamos de primeira o ponto dos predadores, muitas ações. Com o sol mais alto as iscas de sub superfície se tornaram mais efetivas. Estava ficando tarde e anda não tinhamos saído do primeiro ponto, já estava quase na hora de ir, então fomos explorar outros pontos. Dava pra ver cardumes de tucuninhas nas margens pra todo lado. Os maiores deram uma pausa, mais a diversão continuou com os trickzinhos. Últimos pinchos no primeira ponto. Hora de partir, por aqui começa agora a temporada de pesca nas lagoas, daqui pra frente a tendência é melhorar. Até a próxima pescaria. Material: Molinete Venator 1500, vara Revros 15 libras 6' e linha SuperRaiglon. Carretilha Venator Lite, vara Venator SE 17 libras 6', linha Superpower 15 libras e lider Onix 043. Carretilha Katana, linha Superpower 30 libras e vara Saint Profishing 5.6' 14 libras. Iscas mais usadas: Magic Stick, vulcan 75, joãozinho pepino, pinda, tontinha, espertinha, canivetinho, tapinha, Slip Jr TB, Lori flash e inna 75.
  3. 5 points
    Salve turma !! nesse final de abril fui para mais uma jornada de pesca como faço anualmente. Já tive o prazer de pescar nas mais belas represas atrás do nosso querido azulão porém faltava pra conta Lago do Peixe Pescaria muito 10, embora com problemas de nível de água, segundo o pessoal de lá com 2 a 3 metros acima do ideal...praticamente um "repiquete" na represa hahaha água invadindo a vegetação na margem, 5, 7 metros para dentro, ouvia-se os azuis caçando no meio do mato, só porrada, porém sem condições alguma de mandar qualquer isca onde era preciso...o jeito foi pescar assim mesmo algumas fotos da jornada....não necessariamente em ordem cronológica trajeto sem fim Palmas / Pousada nosso almoço todo dia era muito bom, os piloteiros faziam arroz na hora, levavam panela de feijão, churrasco e pacu assado quase tofos os dias essa foi a nossa base na represa Alguns azuis Dublês relativamente comuns por lá um show a parte são os cardumes final do dia que estoura na superfície Represa bem cheia Embora estivesse longe do nível ideal, foi uma ótima jornada Material utilizado Carretilhas Aldebaran MG e Alphas SV Linha G-Soul 30 lbs Leader LineSystem 30 lbs Varas de 5´6 a 5´8 de 14 a 25 lbs Iscas que deram melhor resultado - Zig Zarinha osso e JetCat 105 transparente com laranja Pousada do Kojac, ótimo custo benefício, ano que vem se Deus permitir volto para uma nova jornada por lá !
  4. 4 points
    Um garotão inteligente, vindo da roça, candidatou-se a um emprego numa grande loja de departamentos da cidade. Na verdade, era a maior loja de departamentos do mundo, tudo podia ser comprado ali. O gerente perguntou ao rapaz: — Você já trabalhou alguma vez? — Sim, eu fazia negócios na roça. O gerente gostou do jeitão simples do moço e disse: Pode começar amanhã, no fim da tarde venho ver como se saiu. O dia foi longo e árduo para o rapaz. Às 17h30 o gerente se acercou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou: — Quantas vendas você fez hoje? — Uma! — Só uma? A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia. — De quanto foi a sua venda? — Dois milhões e meio de reais. — Como conseguiu isso? — Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande. Depois vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma bem grossa. Para pescaria pesada, sabe. Perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica. Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então o acompanhei até a seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de primeira linha. Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha e o levei à seção de carros e lhe vendi uma caminhonete com tração nas quatro rodas. Perplexo, o gerente perguntou: — Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um pequeno anzol? — Não senhor. Ele entrou aqui para comprar um pacote de absorventes para a mulher, e eu disse: "Já que o seu fim de semana está perdido, por que o senhor não vai pescar?"
  5. 3 points
    Testando material ultralight da China e tetando recuperar os peixes que saíram pelo ladrão kkkkkkkk
  6. 3 points
    Calma lá, mestre. Não acho justo cobrar dele a comissão antes mesmo dele receber o pagamento. Só quem apronta coisas parecidas é o governo. Contudo, creio que não será tão breve assim a negociação, ainda dependo do Ito me dar um desconto, entre outras coisas. Mas, assim que estiver em posse da danada, postarei uma foto (ou quem sabe, um vídeo) atestando que o negócio fora concluído e a comissão poderá então ser cobrada.
  7. 3 points
    Rachei... Fraus, meus pais sempre faziam analogia ao garoto que andava na bicicleta sem uma perna no pedal, depois sem as duas. Sempre se gabando dos feitos. Não satisfeito, tirou uma das mão do guidão. Depois a segunda. Até que retorna na modalidade "sem os dentes"... Nunca me esqueço de, sempre que eu ou algum outro membro ilustre da família começavam com as gracinhas, eles já avisava: "logo é sem os dentes". E eu ainda ficava com a dúvida de se perderia os dentes aprontando, ou levando uma sova.
  8. 3 points
    Huashuashuashuashuas acho que o Ito vai é comprar mais material de pesca e o moleque vai ficar na saudade da SG kkkkkk
  9. 3 points
    Olá amigos pescadores, como estão vocês? Estou aqui de novo e desta vez eu vou falar sobre um peixe muito esportivo, que tem em pesque e pague. Aconteceu no sábado passado no Hode Luã Resort, aqui na cidade do Rio de janeiro. Partindo da “capital da zona norte”, Madureira, percorri de BRT o trajeto até a Estação, Ilha de Guaratiba, depois segui até o clube, que inicia o Day Use a partir das 09:00 e vai até as 17:00. Chegando lá eu aprontei o meu equipamento de fly fishing #8 com linha WF8F e líder de nylon 0,33mm onix série invisible, perfeito para o que me propus pescar. O começo da pescaria foi por volta das 09:30 horas, a pressão atmosférica naquele horário estava em torno de 1007 hPa e tempo nublado, ideal para sacar belos peixes na superfície, estava um clima gostoso e até soprava uma brisa de leve. Fiz o engodo com ração de peixe na pinga, usei o estilingue e arremessei bem no meio do lago menor, onde via as tilápias subirem e atacarem a ração, bem como os pacus e matrinxãs. Usei miçangas e uma pequena boia, em poucos minutos as tilápias estavam na linha, foi uma festa, quando perto das 10 horas uma puxada estúpida me fez disparar o coração, era um pacu-caranha com presumíveis 0,8 a 1,2 kg e muita disposição para briga, eu o dominava o tempo inteiro, até que o malandro foi para a pauleira e lá se foi o meu troféu. Aquele foi o dia do peixe! O horário ia avançando e eu continuava perdendo iscas e peixes grandes, oito ao todo, quando percebi que na verdade o dente do peixe cortava o nylon, então eu decidi por um tippet de flúor carbono 0.50 mm e ousar peixes grandes no lago maior. Lá fui eu, disposto ao que viesse, mas, dessa vez, devidamente equipado. Engodei com ração na pinga para aqueles peixes cachaceiros e logo surgiram os rebojos de tambacus na superfície; lancei a isca sobre o rebojo e logo em seguida... ZZZZZZZZIP!!! Tinha peixe bom na linha, pensei naquele momento: ferrou, ferrou... é tambacu, caramba! Quando o peixe se projetou para fora da água com um belo salto, que se repetiu mais outras duas vezes seguidas, aquele prateado não me deixava dúvidas que era matrinxã na linha, que espetáculo meus amigos, foi uma bela briga. Após dominar o peixe, retirei da água e fiz as fotografias daquele valente oponente. No fim da tarde eu repeti a façanha por mais duas vezes, porém eram matrinxãs menores, igualmente valentes e saltadoras, que fizeram a minha tarde mais produtivas e emocionantes do que na parte da manhã. Que fim de sábado maravilhoso, meus amigos! Foi um reencontro com a emoção. Os pesqueiros são pontos de diversão muito legais, onde fazemos boas amizades e sempre trocamos experiências com os outros pescadores, desta vez eu fui orientado a não usar o boga grip numa matrinxã, aliás, em peixe nenhum. A ética do fly fishing dita que se use passaguá e se aplica também aos demais estilos, o peixe agradece e os pescadores conscientes também. Forte abraço para vocês, meus amigos, até a próxima aventura de pesca. Bye-bye
  10. 3 points
    Saímos cedo para pegar uns piauçús, tambaquís e tambatingas. O Luciano estava doido pra saber se a linha monofilamento 023 ia aguentar. Material pronto, retirei a linha multifilamento 014 que estava no molinete Venator e coloquei um monofilamento SuperRaiglon 026, um líder curto feito com uma mono Max Force 040 (nó albright) e snap Celta bem pequeno com girador rolamentado. Os peixes estavam bem ativos, pescando no fundo estava pegando piaus com massa e o Luciano as tambatingas na superfície com a mesma massa. Deixei o Luciano com as tambatingas e fui para o outro tanque com os pequenos tambaquís, pequenos mas muito fortes. Os mini crancks nunca me deixaram na mão nesse tanque. Haja garateias pra repor, cada dois ou três ataques já era as duas garateias. O Luciano se divertiu bastante e a linha 023 aguentou bem. Hora de partir, até a próxima a pescaria.
  11. 3 points
    Nem deu pra terminar o torresminho....
  12. 3 points
    Artigo publicado em 29/04/2019 em Facebook Dicas de Ilhabela O Dicas de Ilhabela enaltece a atitude heróica do capitão Matias Gomes que ontem salvou uma família de um naufrágio durante a tempestade. No início da noite deste domingo, uma família com um bebê de apenas 9 meses foi resgatada à deriva próximos a Ponta das Canas, região norte de Ilhabela. Além do casal com o bebê, mais três tripulantes da embarcação Andrômeda estavam num bote salva-vidas, após o yacht naufragar, devido ao mau tempo. Numa atitude heróica, o capitão Matias Gomes, a bordo da embarcação Paraíso, colocou sua própria vida em risco para salvar os náufragos. A família foi levada até a sede do Yacht Club Ilhabela. Todos passam bem! Parabéns Capitão Matias . Fonte: Tribuna do Povo
  13. 3 points
    Pesca com bolonhesa: outra carpa rainha de cerca de 7 kg tomada com um bolonhesa de 5 metros e um terminal de 0,14 mm, a paciência nunca é demais para expulsar esses peixes grandes com equipamentos leves! Boa visão
  14. 2 points
  15. 2 points
    Olá meus nobres amigos pescadores, estou de volta, contando e mostrando uma pescaria de fim de semana; rsrsrs, que nem sempre é o dia do mosqueiro! Estive em Tinguá, na cidade de Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro; a fim de testar umas iscas que eu próprio atei e perceber a sua efetividade. Para a minha felicidade este quesito foi nota 10, as iscas pegaram bem, saí satisfeito pra caramba em ver as minhas invenções darem certo, mas sabe como é né, o homem que tem espírito de pescador jamais vai testar suas iscas e voltar para casa sem antes fazer uma boa pescaria. Foi isso mesmo o que eu fiz e aquele domingo me reservou um desfecho que eu tive que engolir: veja você mesmo no vídeo!
  16. 2 points
    Sempre se fala, em determinadas épocas, sobre as festas de amigo secreto. Afinal, quem já não participou de alguma? E agora, de repente, me veio a lembrança de uma que talvez tenha sido a primeira. Primeira de uma série que acabou abruptamente no dia em que decidi que não mais participaria dessas coisas, já que de decepção basta a própria vida. Eu era pequeno. Lembro que foi na escola. Talvez fosse no primeiro ano escolar. Não lembro o que foi que dei de presente, mas claro que o mesmo foi comprado por minha mãe depois de eu lhe ter dado a notícia do evento e o gênero e a idade do colega tirado no sorteio. Mas vamos logo à troca dos presentes. Não sei o que foi que dei, mas lembro que ganhei um jogo de futebol de botão. Novinho, ainda embalado no plástico. Mas tinha algo estranho naquilo, algo que uma criança não perceberia. As peças eram de botão mesmo. Botão novo, grande, mas botão. Tudo embalado em um saco plástico transparente fechadinho. Claro, pensei, jogo de futebol de botão tinha que ter botão no jogo. Era aquilo mesmo. Mas quando cheguei em casa com a lembrança, lembro da cara de minha mãe ao examiná-lo. Ela olhou e deu aquele sorriso que hoje, imagino, devia significar "enganaram meu filho". Ela me disse que esses jogos não usam botões de verdade, deveriam ser de plástico e adequados, e que aquilo com certeza foi uma marotagem da mãe do outro aluno, que aproveitou um brinquedo usado e o repassou como novo. Tudo dentro do maior espírito "quem se importa, são crianças mesmo..." Apontei para a embalagem fechada, mas meu irmão, mais velho, disse que aquilo poderia ser facilmente feito com um ferro elétrico. De fato, a minha decepção maior não tinha sido pela sacanagem da mãe de outrem. Era que eu, na verdade, não queria aquilo. Vi outros colegas ganharem coisas muito mais desejáveis, canetas, brinquedos, e sei que eu mesmo, embora não lembre, devo ter dado algo muito melhor a quem tirei de secreto. Lembro da ansiedade na hora da distribuição, vendo cada um ir à frente na sala e apontar quem tinha tirado e entregar a caixa ou pacote, e o mesmo ser aberto na hora. Lembro dos olhares dos colegas, alguns brilhando com a surpresa embalada, outros nem tanto. Participei dessas coisas muitas outras vezes depois, algumas até depois de burro velho. E, sempre, as decepções se acumulavam, comigo gastando tempo e imaginação escolhendo algo adequado e de bom gosto ao amigo secreto, gastando até um pouco mais que o limite estipulado e ganhando repetições inovativas do pacote de futebol de botão. Até o momento em que decidi que nunca mais participaria dessas coisas. Estranhamente, isso caiu em desuso no meu círculo profissional e de amizades logo após. Ainda bem. Posso respirar. Estou bem agora. Não se preocupem.
  17. 2 points
  18. 2 points
    Não sou entendedor, mas já ouvi dizer que a tal da gosma apareceu por conta de muito fertilizante nas plantações às margens do rio, que fora levado para o rio com as fortes chuvas do início do ano, resultando em microalgas "bombadas". Não sei se procede, mas fato é que melou vários pontos de pesca e está atrapalhando a vida de um monte de gente que depende disso para viver. Bem mais perto de onde estará, poderá encontrar pontos de pesca em icém, coloque no google "prainha de mariana" e vai encontrar telefone do pessoal que cuida do restaurante e aluguel de barcos e batelões. Mas o tucunaré aqui, ao menos comigo e a maioria dos amigos, está manhoso demais. Então, eu abriria para outras espécies também. Pode ser mais vantajoso. Neste local que te indiquei, poderá encontrar corvinas e lindas piranhas. Muitas vezes são elas quem salvam a pescaria, pois são abundantes e muito brigadoras. De repente, quando estiver para vir pra cá, dá uma chamada aí e marcamos de dar uma pescada por lá. Ao menos bons porquinhos aparecerão, mas estes gostam de minhoca.
  19. 2 points
    Sou obrigado a descordar da sugestão de meu amigo @Roque Moraes, ao menos em partes. Hotel aqui em Olímpia, dentro do Thermas, é um tanto quando salgado. Mas aí depende muito também da sua disponibilidade financeira, e de conseguir algum desconto também. Indubitavelmente, estar hospedado praticamente dentro do parque tem diversas vantagens. Minha sugestão seria procurar casas no airbnb, financeiramente pode ser mais viável. Ou não também. É algo mais pessoal... A cidade de Olímpia não é muito grande, então a locomoção não é nada de outro mundo por lá. Destas perguntas aí: 1- fazemos boas pescas na região mesmo no inverno. Caso não conheça esta região ainda, provavelmente ficará "assustado" com o frio de 25º que predomina aqui no inverno. Os dias que fazer frio, somados, não dão uma semana. Então, não vejo motivo para a pesca ser prejudicada pela época do ano. Contudo, recentemente, a água nos braços do rio tietê estava com uma gosma verde e nas cidades de Adolfo, Mendonça e arredores. Se a água estiver assim, aí é problema. 2 - não sei como são estes locais que citou, mas as iscas mais utilizadas aqui variam de 5 a 12cm em média. Mas é outra coisa um tanto quanto particular. Eu prefiro iscas médias, enquanto outros amigos gostam das pequenas e alguns outros das maiores. Superfície e meia água são mais comuns, iscas soft podem ser um trunfo nesta época do ano também. 3- não faço a menor ideia, pois meus amigos e eu pescamos somente de caiaque por aqui. Pesquei com barco/motor alugado e guia uma única vez, para ir com meu pai, custou algo em torno de $300,00. Mas não foi em Pereira, foi em Guaraci. Se não estiver bom de pescar para os lados de Pereira, perto de Olímpia tem muita opção também, Guaraci é uma delas.
  20. 2 points
    Bome, sou obrigado a discordar. Veja bem, apesar da presepada toda no cartaz, não estão falando nenhuma mentira.
  21. 2 points
    Como vai você, meu amigo pescador? Hoje eu volto a aparecer por aqui, trazendo essa pescaria de badejos em miniaturas, na Praça XV, coração da cidade do Rio de Janeiro. A "rampa rio" era um ponto desembarque dos pescados que seriam vendidos no antigo mercado do peixe que existiu na Praça XV até o final da década de 80, hoje esse mercado já não existe mais e o local serve de atracador de barcos e ponto de partida para pescarias embarcadas.
  22. 2 points
  23. 2 points
    Boa, Nilson! Já pesquei muito na região atrás do Santos Dumont e na Escola Naval, no canal. Quase sempre são pescarias divertidas, com bom número dos pequenos valentes. Muito legal!
  24. 2 points
    Vou ficar de olho para não haver sonegação de comissão, eh! E vê se não demora muito, porque se demorar eu que acabo comprando a belezura, uai!
  25. 2 points
    Ah, esta é uma moda que eu já tentei, mas ainda não tenho o gingado, estou trabalhando nisso aí. Quem sabe eu chego lá um dia... Depois de tanta polêmica com o Chimboca, intensifiquei as composições de Pink Floyd e Metallica que eu venho estudando, para espantar a possibilidade de nutrir qualquer desejo em arpejar a guitarra no estilo diri din din guin din que só ele sabe fazer. Vou acatar como corretivo estas obras do mestre Gilmour que nos enviou. É até bom para dar uma animada nesta terça maluca. Quanto à cerejnha do Ito (não por muito tempo), esta ainda vai demorar uns dias para chegar aqui, mas já tem até as especificações dela. Será afinada meio tom abaixo, já pensando em um delicioso Hard Rock, com cordas um pouco mais grossas, para dar aquele sonzão invocado
  26. 2 points
    Contribuindo...Pescaria deste sábado(11/05) Stick nelas...
  27. 2 points
    Olá amigo, como vai você? Sabe, carnaval é uma época para a gente descansar um pouco da correria das nossas atividades cotidianas, não é verdade? Só que neste carnaval que passou, eu não somente fiz isso, como me surpreendi e fui surpreendido com essa pescaria de xaréus na praia com equipamento de fly #8, linha WF8S e mosca de tatuí ou tatuíra. Da uma olhada nisso!
  28. 2 points
    A traíra é um peixe muitas vezes desprezado, em vista de existirem espécies mais nobres como o tucunaré e o dourado, mas ela é um peixe extremamente esportivo, e o melhor, acessível, ela não demanda grandes viagens para a Amazonia, nem Argentina, para encontrá-la. Olhem esses botes no sapinho de superfície que o canal Traíras em ação postou e me diga, se em cada bote desses, se fosse com vc, seu coração ia ou não ia dar grandes pulos? Sensacional, não?
  29. 2 points
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e vai na loja de pesca e pede a versão nova da Aldebaran kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
  30. 2 points
    Prezados amigos, como vão vocês? Desta vez eu trago uma amostra do que foi a pescaria que eu fiz, nas pedras da estação das barcas da cidade de Niterói, RJ. Havia uma proposta de ir ali para pescar robalo, porém esse peixe não foi possível capturar, parecia estar de férias, ele não deu as caras. Para a minha alegria, no seu lugar eu fiz uma bela pescaria de um serranídeo, que faz o coração de um pescador querer sair pela boca na hora do seu ataque. Veja aqui como foi.
  31. 2 points
    Soa bacana! Mas no momento o melhor de assistir ao vídeo dele foi esquecer do Little Chimba...
  32. 2 points
    quanta sinceridade ........ ... * urinando de rir aqui .... ( pra não dizer outra coisa ) .... kkkkkkkkkkkkk
  33. 2 points
    Blues Etílicos! Esses caras ainda tocam? Na época da Fluminense FM eles detonavam! Muito bons! Flávio Guimarães na gaita... Muito bom mesmo! Quanto ao Little Chimba e a tal da guitarrada, prefiro levar uma guitarrada no quengo do que ouvir esse trem.... kkkkk... Me parece tocar bem mesmo, me fez lembrar do Robertinho do Recife.
  34. 2 points
    Show ! Eu fico um mês num lugar desse fácil rsrs
  35. 2 points
    hahahahhahaha ..... mais pura verdade ....
  36. 2 points
    Ele é o bom kkkkkk
  37. 2 points
    Quem é da minha época vai lembrar do personagem Nonô Correia
  38. 2 points
    Será que o chá ficou com gosto de macarrão? Ou da casca do ovo???
  39. 2 points
    Xiiiii, pelo jeito não pescou no fds
  40. 2 points
    Buenas Alexandre, permisso para postar a foto do pacu que peguei ontem: isca bomber flatA 4cm
  41. 2 points
  42. 2 points
  43. 2 points
    Eu não sei do que gosto mais, pescar, fotografar ou fazer os dois e postar no Pescaki .
  44. 2 points
    hahaha... lá sou ainda um mero aprendiz, mas acho que sei onde alguns dormem, pena que acordam e fogem de mim "droga"
  45. 2 points
    conheço um ( vários ) local bacana .... sabe a Tamoios ? ... pega ela até o fim ... uheuheuheuhe .........
  46. 2 points
    Já usei muito uma destas, só que a minha era para guardar um latão de 5 litros.
  47. 2 points
    Assistindo a um video na net, sobre pesca de bagres com iscas artificiais em um grande lago aqui da provincia ,Lago Kasumigaura , resolvi convidar uns amigos e fomos pra la , local famoso na pesca de varias especies , principalmente black Bass e catfish . Aproveitamos para inaugurar um caiaque inflavel que meu amigo havia comprado , e ja marcando uma corrida dos Intex , meu K2 contra o Explorer dele, meu filho todo empolgado para remar o caiaque , a surpresa desagradavel ... ja tinha inflado o caiaque e estava inflando os assentos , quando ouvimos o ar vazando forte , achei que fosse a valvula mal fechada , mas nao era, achamos um corte de uns 2 cm bem perto da solda da vulcanizacao ,desanimamos na hora , mas,melhor que foi fora d'agua ,pois seria um susto desnecessario , principalmente para o meu filho . Sem chance de colocar o caiaque na agua ! Depois disso ,olhando para a "cara de desanimo do meu moleque " disse para ele cuidar da varas de espera com iscas naturais , ele estava desanimado esperando os catfish morderem a isca , (coisa que nao fizeram , pois nao pegamos nenhum peixe) resolvi ensinar ele a arremessar com a carretilha que tinha chego da revisao naquela semana , uma chronarch ci4 , coloquei uma isca de superficie de cerca de 20g , retirei as garateias para que nao tivesse perigo de se fisgar ou acabar fisgando alguem , e nao eh que ele gostou da brincadeira !! Nao parava de arremessar , sempre tentando arremessar mais longe , tentando bater o proprio recorde. Mas , eu tambem queria arremessar com a Chronarch e troquei com ele , dei a Antiga Team Daiwa 103 , que eu estava usando (guardada ha 10 anos) , ele arremessou uns 5 minutos com ela e disse : Nao gostei dessa ,quero a outra !! Fazer o que? Minha esposa riu e disse : Perdeu a carretilha ! E eu so pensava : Encontrei um companheiro de pesca !!! E quanto ao caiaque , assisti alguns videos na net e tentei colar , mas, o local eh bem proximo da solda ,complicado , expliquei o caso para um vendendor de uma loja ele me vendeu uma cola tipo Bond em gel , colei, mas , acho que nao vai prestar !! Vou tentar consertar , mas , acho que o jeito eh comprar um caiaque rigido e uma metanium !! Boas pescarias
  48. 2 points
    Que show de pescaria! Pode passar o link do material?
  49. 2 points
    Um álbum não tão novo quanto eu gostaria de anunciar, mas que - claro - passou batido da grande mídia no Brasil: o último de Mark Knopfler (novembro de 2018), este mestre que mais uma vez lança uma grande compilação no seu melhor estilo, "Down the road wherever". Vou postando as músicas dele aqui. Uma canção por vez... Grandes amigos @Domingos Bomediano, @GMarux e @Armando Ito, tenho certeza de que vão apreciar!
  50. 2 points
    Amigos, resolvi este fim de semana fazer um esquema bate e volta, sempre tive vontade de pescar no lago de Palmas. Bom dessa pescaria que a maioria das gdes cidades tem voos diários para Palmas e podemos fazer uma pescaria rápida. Aliviando a tensão do trabalho A represa de Lageado é muito gde e compreende os município de Lageado, Palmas, Porto Nacional. Em suas águas tem como estrela o tucunaré azul, mas tb habitam tucunarés amarelos, corvinas e outras especies. Trabalhei até o fim da tarde da sexta feira e a noite já embarcava em Campinas-SP, com destino a Palmas-TO. A 1 da manha já estava na cidade, onde o guia Vitor já me esperava, rodamos 70km e já estávamos na cidade de Porto Nacional de onde seria nossa base. Dormida rápida, e as 6 da matina já tomávamos cafe da manha, o guia já nos esperava, e de lá em alguns minutos já navegávamos no lago. A água ainda esta bem turva devido as fortes chuvas. Pegamos diversos peixes, com ação na superfície e nos jigs. Após o almoço, fomos a um pedral submerso, muita ação de peixe no jig pindocando o fundo, ai erramos, saímos para ver outros pontos e largamos o filé, depois das 14 horas foi bem fraco. Mas dia top, alguns peixes bons, o maior 7lbs. calor bravo a bela represa parceira do almoço a represa A noite fomos a um churrasquinho, muito dez, recomendo. Domingo saímos de outra rampa um pouco mais distante. Infelizmente neste ponto a água estava muito barrenta e poucas ações ate as 10 horas da manha. Então o guia conhecia um lago que ligava a represa, mas que por ser um canal estreito tinha aguá limpa, lá rumamos, acertada decisão, peixe bem ativo na superfície. Agua turva Pausa para almoçarmos, flutuante recomendadíssimo. Cerveja gelada e muito colírio para os olhos...rsrsrs A igreja centenária e histórica de Porto Nacional A tarde batemos a região de água barrenta, ai foi bem fraco. pelo menos tinha muita cerveja... Gdes amigos, só vcs para me aguentarem Fim de tarde no centro do Brasil Na segunda-feira o Andrezinho tinha q voltar trabalhar, como meu voo era só as 17 horas, sai pescar sozinho até meio dia. Fomos direto ao pedral do primeiro dia, parecia lambari, embarcamos mais de 40 peixes até meio dia, com 7 peixes acima 50cm e pesos entre 7 e 8 libras, nem mudamos o ponto. O tempo amanheceu meio tímido Hora de ir embora Nada como um bom PF de estrada Material utilizado: Varas- Saint Croix 17 e 20lbs SCIII 5'7" by Waka Custom Rods Carretilhas Core51MG, Aldebaram 101MG7, Scorpion 51HG Linha-Power Pro 4 fios 40lbs Leader-Fluorcarbono 40lbs LineSystem Snap-Capela G Iscas mais utilizadas- Zigzarinha, Firestick, e jigs(4/0 14g) Contato do Guia Vitor no Tocantis: 63-92031159 Agradeço a Deus por esta vida maravilhosa Abs Boa semana e pescaria a todos Carlos Dini Para quem quiser acompanhar minhas pescarias: facebook https://www.facebook.com/dini.dini.90260 Instagram @pescadini #pesca_dini

Parceiros: www.petsEXPERT.pt