Bergson Costa

Pescadores
  • Total de itens

    16
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 neutro

Sobre Bergson Costa

  • Rank
    Posso pescar por aqui?
  • Data de Nascimento 07/02/79

Previous Fields

  • Nome Real
    Bergson Costa
  • Estilo de Pesca
    Todos

Informações Pessoais

  • Localização
    Feira de Santana-BA
  • Sexo
    Masculino
  1. Caro Ville! Além da vegetação, uma dica que me deram sobre a pesca do tucunaré em represas é observar a topografia da margem em que vc está pescando(lógico que se vc não estiver usando sonar). "Geralmente" as represas grandes(hidrelétricas)tem margens ingrimes por se tratarem de àreas de inundação que antes eram vales montanhosos. É que os tucunarés nao gostam de lugares fundos e onde a margem é ingrime nas beiradas, continua com a mesma geometria em direção ao fundo do rio ou lago. Ai nesse caso, procure as prainhas ou margens mais rasas, pois o tucuna gosta de espreitar suas presas nessas áreas. É muito comum ver nos videos de pesca na amazônia a captura dos grandes brigadores nas margens bem razas dos rios. Por outro lado, as piranhas adoram as margens mais fundas, pegando muito nesses lugares com isca de meia-agua. As dicas de vegetação antes comentadas pelos demais colegas tbm são fundamentais. Abraços!!
  2. Qual melhor lugar para pesca de tucunas?

    Gustavo, Além das dicas já oferecidas pelos colegas, eu gosto tbm de olhar os videos no youtube, pois a depender do video dá pra coletar muitas informações do lugar(relevo,profundidade, tipo de vegetação, iscas naturais ou artificiais usadas, tamanho dos peixes, comentários de dicas e macetes, etc). O mais importante do youtube são as palavras utilizadas como critério de busca. Por exemplo: "pescaria de tucunaré em Santo André" ou "pescaria de tucunarés em serra da mesa" . dai quando vc achar um video bom, assista os outros videos do mesmo usuário ou ate mesmo mande um e-mail pedindo mais informações. Abraço garoto!!
  3. Sr. Guilherme! Primeiramente agradeço a sua disposição em tentar ajudar com suas sábias palavras, já que são fruto de muitos anos de experiência. Obrigado!! Por que não postar as fotos das belas máquinas? afinal muitos aqui gostam de carros como os que o senhor tem, além de ter tudo a ver com o que estamos discutindo. Tens razão quando afirma em outras palavras que um bom carro 4x4 é um fator primordial para a evolução de um pescador, senão essencial, com a ressalva de que deve-se ter muito conhecimento e experiência para adquirir um carro desse tipo com mais de 10 anos de uso( nao pela durabilidade que é excepcional, mas pela possibilidade de defeito oculto), o que infelizmente ainda não é o meu caso. Tirei essa conclusão pesquisando em alguns fóruns off-road, onde citam muitos problemas escondidos nos diferenciais da tração, intercoolers,módulos elétricos,bombas injetoras,etc. Eu por exemplo sou um apaixonado por carros a diesel tbm, e quando me referi as dificuldades e custos elevados a eles associados não foi pra desaconselhá-los, e sim, pq era importante para o tópico discutir aspectos sobre custos de aquisição e dificuldades para que iniciantes comecem a pescar desde já, mesmo com menos recursos financeiros. Aliás, fiz algumas correções no post inicial para que os amigos entendam a real intenção desse tópico que é "propor uma forma barata e prática para que esse esporte seja franqueado a todos" P.S Lembrei que esperei quase 10 anos para que tivesse condições de comprar todo meu equipamento, haja paciência, rsss!! Só a título de exemplo,fiz uns cálculos e cheguei a conclusão que eu poderia ter economizado uns R$ 7.500,00 na compra dos meus equipamentos para atender a minha necessidade atual(2.000 no motor + 1.500 no barco e + 4.000 no reboque). Isso seria quase uma fortuna no tempo que eu era um jovem estagiário de graduação e sonhava com meu primeiro barquinho e motor de popa, rsss!! Peço compreensão aos usuários mais avançados para que entendam o real espirito de toda essa discussão, pois por mais óbvia que aparentem ser algumas afirmações,podem ser utéis para alguns. Por fim, não classifico essa opção mais simples de equipamento como " apenas para iniciantes", mas sim, como mais uma pção, até pq entendo que cada estilo e tipo de àgua tem o seu equipamento adequado, sendo ideal ter mais de uma embarcação, um bom veiculo 4x4, reboque rodoviário e alguns motores de popa diferentes, etc. Muita coisa interessante já foi escrita aqui neste tópico, cada um com o seu entendimento e contribuição.Nada melhor do que os fóruns de discussão para trocarmos experiências! Obrigado a todos!!!
  4. Ceva campeã

    Valeu Verdines! Vou tomar nota dos ingredientes pra testar por aqui. Qual isca devo usar no dia da pescaria? a mesma da ceva ou pode ser qualquer outra? Abraço!!
  5. Ceva campeã

    Amigos! Vendo esse tópico de ceva me atentei para uma possibilidade de pesca que ainda não tinha pensado. Aqui no Lago do Rio Paraguassu-Bahia os pescadores dão preferência aos tucunares, traíras e piranhas na artificial. Já os nativos gostam muito de pescar diversos peixes com redes e iscas-vivas. "Nunca ouvi falar em ceva por aqui(talvez isso seja uma maravilha inexplorada)" Então sobram os peixes de fundo para quem investir e cuidar bem de uma ceva.Acredito que seriam os tambaquis,piranhas, tilápias, etc. que as vezes crescem bastante por aqui. Vou resumir as caracteristicas do Lago para ver se ajuda nas dicas: Ele é enorme( banha umas 10 cidades),é fruto de uma inundação artificial de +-30 anos, tem muita materia organica no fundo, galhada, tem locais com mais de 100m de profundidade, agua escura cor de ferro,agua parada mesmo com chuva, pois as comportas dificilmente se abrem, te muitas praias e lugares rasos também,etc. Qual a sugestão de vcs para cevar esses peixes de fundo?como funciona na prática? Abs!!
  6. Pesquisando sobre o assunto hoje pela manha no link: http://www.alltrollingmotors.com/ achei a seguinte tabela de dimensionamento libras/carga para eletricos: ... How much thrust do I need? In general you want to have as much thrust as possible for the times when you run into wind and current. The rule of thumb in choosing thrust is to take the total weight of the loaded boat and divide it by 70. For example, if your boat with people and gear weighs a total of 3500 lbs you will then divide that by 70. That means that ideally you should have a motor with at least 50 lbs. of thrust. Motor Thrust / peso do barco 30 lbs / 2100 lbs 36 lbs / 2520 lbs - por exemplo vai dar 1.143,05 Kgs (01 libra equivale a = 0,453 592 37 kg fonte: wikipedia) 40 lbs / 2800 lbs 42 lbs / 2940 lbs 44 lbs / 3080 lbs 48 lbs / 3360 lbs 50 lbs / 3500 lbs 55 lbs / 3850 lbs 65 lbs / 4550 lbs 74 lbs / 5180 lbs 101 lbs / 7070 lbs traduzindo: ... Quanto impulso que eu preciso? Em geral, você quer ter impulso, tanto quanto possível para os momentos em que você tiver vento e corrente. A regra de ouro na escolha do empuxo para suportar o peso total do barco carregado é dividi-lo por 70. Por exemplo, se o seu barco com as pessoas e equipamentos pesa um total de 3.500 libras, então você vai dividir esse peso por 70. Isso significa que idealmente você deve ter um motor com pelo menos 50 lbs. de empuxo. Então: 36 libras 1.143,05 kg de carga então: 44 libras = 1.397,06 kg de carga então: 54 libras = 1746,33 kg de carga Achei muito peso para pouca libra, mas a fonte parece que é segura. Abs!!!
  7. Em busca do equilibrio da natureza. Pescar é viver várias vidas em uma só!!

  8. Em busca do equilibrio da natureza. Pescar é viver várias vidas em uma só!!

  9. Saudações Capitão Tuba, Maurício e Guto. Amigos, eu acho que vou fazer um teste com as automotivas primeiro. Pra vc ter uma idéia a freedom de 115 amperes custa R$ 690,00 aqui em Feira de Santana. Achei muito caro. Nos meus cálculos nao devo precisar de mais de 01 hora de uso efetivo do elétrico por dia de pescaria. Dai dá pra usar as automotivas mesmo, já que aqui é quase um paraiso nacional de peças e acessorios automotivos. Tudo muito barato!! Quanto a utilização do elétrico como fonte de propulsão principal, acho que vou repensar. Talvés um motorzinho de 3.3 hp mercury(R$ 2.000,00)resolva bem o meu problema quando eu nao quiser usar o motor maior e carregar o reboque. Deixo o elétrico só pra manobrar mesmo, até aprender um pouco sobre o equipamento com o próprio uso. Obrigado!!!
  10. Obrigado alexadvo! clareou muito!! Mas deixa eu explicar. ... A analogia que fiz com o motor a gasolina significa que um motor pequeno só é econômico se for usado para pouco peso e barco pequeno, senão consome mais combustivel que um motor mais potente carregando o peso para o qual está recomendado. Acontece que no site da martinelli(www.martinelli.com.br) eles apresentam uma tabela de consumo amperes/hora para motores elétricos que não varia de modelo para modelo, já que é identica para todos os motores(34, 44 e 54 libras),como segue: .... Consumo aproximado de carga/hora em velocidade contínua: Na velocidade 1 ele consome 16A / Hora. Na velocidade 2 ele consome 26A / Hora. Na velocidade 3 ele consome 36A / Hora. Na velocidade 4 ele consome 46A / Hora. Na velocidade 5 ele consome 60A / Hora. .... Outra questão: existe diferença entre bateria estacionária e bateria de ciclo profundo? eu achava que fossem iguais. Ainda sobre baterias: no site da freedom(http://www.freedomestacionaria.com.br/linha_completa.htm) tem a tabela que vc me sugeriu. No link "linha completa" modelo DF2000 esta escrito: capacidade@25ºC Ah : 10H-94Ah, 20 h-105Ah 100H-115Ah. Isso significa que essa bateria só pode suprir uma demanda de 94 Ah em 10 horas de uso? Se for assim nem os 16 A/hora na velocidade 1 eu teria. Nesse caso, para que eu tenha uma maior vida util da bateria eu teria que descarregar a menor porcentagem possivel da sua capacidade e recarregar de novo? No caso de baterias de celular dizem que isso é prejudicial pq causa um tal de "efeito memória" tornando a bateria inapta para receber cargas profundas. É assim mesmo? Quem mais poderia ajudar para não "sobrecarregar" nosso amigo alexadvo?
  11. Amigos, pesquisando nesse fórum, li muitas informações sobre o uso dos motores elétricos, mas ainda persistem dúvidas quanto o potencial máximo de exploração desses equipamentos, para que eles paguem o investimento $$$. Só a título de esclarecimento: tenho barco de aluminio de 4,30m e motor de 15hp mercury super e, como todo pescador de artificial, devo comprar um bom motor elétrico para manobrar o barco na hora da pescaria e das fisgadas. Como ainda não comprei, queria contar com a experiência de quem já fez as contas ($$) e acha que dá pra utilizar esses motores tbm como propulsão principal em pequenos barcos e canoas quando a pescaria for leve e proxima do ponto de desembarque.( existem muitas canoas disponíveis na beira dos lagos e dos rios onde costumo pescar). Seguem os seguintes questionamentos: 1-É vantajoso e prático utilizar o motor elétrico como propulsão principal em pequenos barcos de alumínio e canoas para pesca em àguas paradas de rios e lagos, com pouco vento, pouco peso e em pequenos deslocamentos,além da já conhecida função de motor de apoio para manobras?Isso compromete a vida útil do motor elétrico e da bateria? é inviável do ponto de vista financeiro? 2-Caso seja vantajoso, a eficiência energética(relação entre amperes gastos x deslocamento obtido) segue a mesma regra dos motores a combustão? Na medida em que um motor de 34libras em metade da aceleração( por exemplo) navegaria a mesma distância do que um de 54libras na baixa aceleração e consumindo a mesma energia? 3-Caso essa eficiência energética seja equivalente nas condições acima citadas, seria assemelhada a vida útil entre baterias dimensionadas para cada tipo de motor? durariam o mesmo prazo? Ex. uma bateria de 70amperes em um motor de 44libras duraria o mesmo tempo que uma de 115 amperes num motor de 54libras( mesma marca, usada no mesmo tipo de àgua, correnteza, carregada por completo, etc. etc)? A minha dúvida real é saber se existe uma forma de minimizar o custo por ampere gasto e distância percorrida(com o dimensionamento correto)e maximizar a vida útil da bateria, entre as várias opções de motores elétricos disponíveis, já que achei um motor de 54 libras marinizado(novo) mais barato do que o de 34 libras comum,todos da mesma marca, mesmo sabendo que ele não é adequado para barcos pequenos. Se for a mesma coisa em termos de rendimento vou optar por comprar o motor de 54 libras + uma bateria de 115 amperes e usá-lo em baixa aceleração na maior parte do tempo. Seria correto? Lembrem que apesar de ter achado a pechincha acima, o parâmetro mais importante para mim é o custo por distância percorrida( custo/benefício) e nao as outras variáveis como preço de cada motor ou o tempo de deslocamento, etc. Descupem se perguntei muita coisa, mas essas respostas dependem de conhecimentos mais elaborados em elétrica e física,os quais eu nao tenho . Um abraço e espero contar com a ajuda de vcs!
  12. Amigo, se os barcos de aluminio servissem para pescar em mar aberto, os pescadores mais humildes usavam em geral, já que são baratos e práticos. Quase 100% dos nativos que pescam profissionalmente aqui na ilha de itaparica usam barcos de madeira(saveiros cabinados)que custam 5 a 10 vezes mais, dão o maior trabalho para conservar(pintar e tirar as cracas)e ainda duram menos. Alguns tomam até financiamento longos nos bancos para adquirí-los. Tudo isso porque os barcos de madeira ou de fibra são pesados e estáveis com as ondas e tem quilhas para uma boa estabilidade. O tamanho tbm influi na segurança, já que quanto mais longe da costa, mais vento e mais ondas e maior deve ser o barco. Por sua vez, pescadores de alto poder aquisitivo usam lanchas, pois tem as mesmas caracteristicas básicas de segurança e mto mais. Uma vez passei o maior aperto com um barco de aluminio, pois mesmo estando bem dentro da maior bahia do pais(baia de todos os santos) e a apenas 800metros da costa ele quase virou quando e tempo mudou repentinamente. Um abraço!!
  13. Isso! Essa idéia só serve para barcos de 3,5 metros(a depender do tamanho do carro). Acima desse tamanho, concordo que o reboque é insubstituível, senão a unica opção! Obrigado!!
  14. Caro Zheng, Entendo a sua discordância,mas acontece que apesar de ter escrito muito nos posts anteriores, não pormenorizei os detalhes das minhas conclusões, pois ficaria insuportável para qlquer um ler. A título de exemplo, quando falei em queimar a embreagem, nao me referi a um evento futuro e certo que acontecerá com todos os amigos que usam reboque, mas no meu caso, isso aconteceu pq certa vez ao estacionar o conjunto(carro + reboque) à um beira de rio ingrime, nao tive condições de manobrar o veiculo p voltar, tampouco de desengatar o reboque devido ao peso que ele exercia no engate em direçao ao porta malas,já que estava em uma ladeira. resultado: tive que sair do pico de ré e de meia embreagem por uns 500 metros ida e mais 500 de volta( a estrada era estreitissima) para pegar as tralhas.ai fedeu a puro amianto queimado. Segundo, por mais que o sistema de embreagem de um veiculo de passeio seja feito para ser usado milhares de vezes, o peso do reboque, principalmete nas meias embreagens, é um fator negativo extra.nessas condiçoes nao dura muito tempo. Em relação ao parachoque, ao voltar da pescaria tive que passar com certa velocidade numa poça pra não atolar, já que era final de tarde e estava sozinho numa area perigosa, ai bati num toco submerso. Discordo da utilidade do para-choque á qual vc se referiu(mto hilário), pois custa caro conserta-lo e pintá-lo. Em suma, quis dizer que carro de passeio nao é uma boa pedida pra pescaria, pq na nossa gíria aqui "nao aguenta pau". Até mesmo uma pick up pequena tem que sofrer um up grade na suspensão, pelo menos aumentar de aro 14 p 15 e perfil alto, é isso que pretendo fazer quando trocar o meu veiculo. Discordo tbm que seja a mesma coisa andar com ou sem reboque numa estrada ruim, pois pula e sacode mais, usamos mais a meia embreagem e atrasa mais a viagem. Boas pescarias.