Eduardo Bacha

Pescadores
  • Total de itens

    85
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    2

Eduardo Bacha last won the day on February 17 2018

Eduardo Bacha had the most liked content!

Reputação

41 Ótima

Sobre Eduardo Bacha

  • Rank
    Posso pescar por aqui?

Informações Pessoais

  • Localização
    Campo Grande
  • UF
    MS
  • Sexo
    Masculino

Previous Fields

  • Nome Real
    Eduardo
  • Sobrenome
    Bacha
  • Estilo de Pesca
    Fly Fishing

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Olá pessoal, Aqui na minha região há muitas capivaras, que espalham carrapatos pelo mato, principalmente nas margens dos rios onde elas se chacoalham para se secar após os mergulhos na água. Além disso, na região do Norte onde pesco também, há uma quantidade imensa de morcegos. Os morcegos também são cheios de carrapatos e os espalham nos galhos das árvores nas margens dos rios. Algumas vezes, basta passar por baixo de uma árvore ou encostar em um tronco para ganhar de brinde um carrapato. Como vocês fazem para evitar os carrapatos? Existe algum repelente? Abraço.
  2. Carlos, é mais ou menos isso sim, a outbond tem cabeça curta e, portanto, o peso fica concentrado naqueles poucos metros da cabeça da linha, o que proporciona uma apresentação mais bruta, sendo mais recomendada para varas rápidas. A bonefish da airflo tem cabeça longa, o peso fica distribuído e assim você consegue uma apresentação um pouco menos bruta. Mas não ache que a bonefish arremessa menos que a outbond por causa disso, eu garanto que ambas atingem a mesma distância usando um conjunto equilibrado. Como eu disse antes, a bonefish é excelente para varas de ação média-rápida/rápida. A escolha entre uma e outra acaba sendo uma questão de gosto mesmo, cada pescador vai se adaptar melhor com um tipo de linha para determinada aplicação e para uso com determinado conjunto. Abraço!
  3. Depende muito de onde vai pescar, quais iscas pretende arremessar, e é claro qual tipo de linha gosta mais. Eu gostei muito da linha Airflo Bonefish Tropical (floating super-dri com tecnologia ridge), é uma linha longa de cabeça também mais longa, que casa muito bem com varas de ação média-rápida ou rápida. Outra linha que está no mesmo patamar é a Rio Outbond short. São linhas de qualidade equivalente, porém características muito diferentes, então quem gosta da outbond normalmente não gosta muito da bonefish, e vice versa. A outbond é mais parrudona, para jogar a isca longe. Essas são apenas algumas sugestões, é claro que existem inúmeras linhas de muito boa qualidade com preço intermediário, como uma simples Rio Mainstream saltwater que também é muito boa e custa metade das citadas anteriores. Abraço!
  4. Olá, são 2 conjuntos bacanas de entrada, eu recentemente testei o conjunto NEXT 8 e achei a vara bacana, carretilha muito boa, mas a linha deixou a desejar... Então já sabe, se tiver dificuldade para castear com o conjunto, experimente trocar a linha! Isso não significa também que a linha seja RUIM, ou que não seja possível arremessar legal com ela, que fique claro meu posicionamento: a linha deixa a desejar pois o conjunto, na minha opinião, requer uma linha ainda melhor para que consiga extrair o máximo do que a vara é capaz de fornecer. Boas pescarias, abraço!
  5. Recentemente tenho atado algumas pequenas moscas para completar a flybox de lambari, e gostei de atar esses mosquitos, em anzóis #22 a #16. Esse abaixo foi atado em anzol Grip 11011BL #16 barbless Agora é multiplicá-los e ir para água! Abraço!
  6. Muito obrigado a todos pelos elogios, fico muito feliz em conseguir passar informação adiante! Pode, mas como o Fausto mencionou, não vai flutuar como a de pelo. Imitações de coquinho com materiais afundativos são excelentes para pacus também, principalmente em águas mais sujas!
  7. Olá, Para pacus e outros peixes em ambiente selvagem, ou até mesmo em pesqueiros, as imitações de frutos fazem sucesso. E dentre os diversos modelos de atados que imitam frutos, elaborei um vídeo tutorial a respeito de uma das minhas preferidas imitações de pitanga, acerola, tucum, coquinhos e outros: o frutinho de deer hair atado em anzol de haste longa. Segue vídeo, espero que seja útil, tento sempre nos vídeos passar o máximo de dicas tanto para iniciantes quanto para quem já tem uma certa noção de atado. Grande abraço!!
  8. Que maravilha! Um verdadeiro crime seria acabar com a possibilidade de pesca em um lugar tão belo. Abraço!
  9. Olá, poderíamos escrever um pequeno livro sobre esses itens, mas vou tentar resumir minha impressão e tentar lhe ajudar. 1) Em uma pescaria recente de tucunarés no final do mês de julho, obtive resultados muito bacanas ao longo de 3 difíceis dias de pesca, vou resumir a experiência abaixo: Eu pesco exclusivamente de fly, e meu parceiro de pesca que estava no mesmo barco que eu nessa pescaria pesca exclusivamente de bait, um ponto importante a ser mencionado é que ele tem a experiência no bait equivalente à minha experiência no fly, e vice versa (afinal de contas não daria para comparar eficiência de cada modalidade entre um iniciante e um "expert"). Essa pescaria foi difícil, tucunarés com filhotes pequenos (o povo da região diz que estavam chocos), e quando estão assim, só atacam invasores em seu território, e na maioria das vezes os ataques são para espantar, ou seja, abrem a boca, avançam na isca mas sem intenção de colocar a isca na boca. Quando os peixes estão assim é complicado, muitos desistem de tentar tucunarés e partem em busca de outras espécies, mas eu e meu parceiro aceitamos a luta e resolvemos encarar. No primeiro dia meu parceiro me deixou no chinelo, pegou muito tucunaré, todos pequenos, mas muitos ataques na Curisco 90 cor amarela fluorescente. Eu no fly só peguei alguns jacundás, principalmente pela manhã. No período da tarde resolvi fazer alguns arremessos com todas as iscas da flybox, foram horas de arremessos sem sucesso, revirei a flybox, até que peguei um streamer sintético que tinha levado apenas 4, pois era uma receita inovadora que fiz um dia antes da viagem... Já era final da tarde, e logo nos primeiros arremessos com essa isca (Predator, já postei tutorial dela aqui no fórum), capturei alguns tucunarés. No segundo dia, insisti na mesma isca e foi um show! Foram dezenas de tucunarés, dezenas de jacundás, algumas bicudas... Com a água cristalina dava para ver os peixes saindo do meio da "toca" para abocanhar o meu streamer. E meu parceiro no bait, pegou poucos e a maioria muito pequenos. No terceiro dia, continuei a capturar muitos tucunarés, saíram tucunarés grandes de 3,5Kg a 4Kg! E meu parceiro no bait não pegou absolutamente nenhum tucunaré no terceiro dia, mesmo trocando as iscas. O interessante é que um outro grupo que estava em um barco próximo, estava pegando alguns tucunarés na isca Jig, que por sinal é atada com materiais de iscas de fly (bucktail, brilho e penas). _____________________________________________________________________________________________________________ O que já vinha percebendo a algum tempo e pude confirmar nessa pescaria foi que o fly te permite fazer uma leitura da natureza de forma muito fidedigna, faz com que você consiga se adaptar ao comportamento dos peixes, e permite o uso das mais diversas técnicas de arremesso, trabalho de iscas e tudo mais para persuadir os peixes e conseguir belos ataques e capturas. O que posso lhe dizer é que o fly te permite inventar mais, enquanto que o bait ao meu ver é limitado (já pesquei de bait por muitos anos, não estou julgando sem conhecer hehe). As iscas de bait chamam mais atenção de peixes ativos em busca de comida. As iscas de fly atiçam mais peixes muito manhosos (mas não quer dizer que será fácil capturar peixes manhosos, é sempre uma tarefa árdua, porém com resultados extremamente gratificantes). Para o seu caso eu recomendo experimentar pescar de fly, no começo será difícil como tudo que fazemos pelas primeiras vezes, mas depois vai se acostumando com a modalidade, percebendo que é completamente diferente do bait, e se tudo der certo vai se desapegar dos vícios do bait (principalmente vícios de fisgar o peixe, ou quebrar o punho para arremessar). Para mim a escolha da modalidade não deve se basear na eficiência, mas sim no prazer pelo que se está fazendo, afinal de contas pescaria é um lazer para nós. Experimente! 2) Fly fica na desvantagem em situações de vento ou água muito suja, ou locais extremamente fechados em que nem um Roll Cast é viável. Abraço!
  10. Olá, É um conjunto bem básico que vai te permitir aprender as técnicas básicas de arremesso, trabalho das iscas e como trabalhar o peixe durante a briga, mas talvez não te permita avançar muito além disso, ou seja, talvez em questão de alguns meses pode ser que você sinta necessidade de trocar por um conjunto de melhor qualidade. E quando trocar de equipamento, verá a diferença que faz uma linha de boa qualidade, uma vara caprichada e uma carretilha de confiança. Mas para inicar, está valendo, o importante é ler e aprender a teoria e ir treinar em campo ou de preferência na água, só com a prática vai evoluir no fly e se apaixonar cada vez mais pela modalidade. Uma ótima opção para aprender o básico, é a participação em um curso de arremessos, é um ótimo empurrão inicial para conseguir ir pescar sem fazer nós de vento (wind knot) ou ficar com o braço doendo após a pescaria por realizar movimentos errados. Outra forma de adquirir conhecimento é vendo vídeos no youtube, a maioria em inglês, mas também temos alguns em português. A mesma coisa serve para os atados, cursos ou vídeos ajudam muito, principalmente para não gastar dinheiro com materiais que não serão usados ou com gasto de materiais bons em iscas atadas sem fundamento técnico. Dê uma olhada em vídeos de como montar leader para fly, verá que varia o comprimento e a bitola de acordo com o tipo de isca e a espécie que busca fisgar (leader mais comprido para a isca pousar mais delicadamente na água, mais curtos para streamers e situações que perdoam uma apresentação menos delicada). Nos arremessos comece aprendendo a montagem do leader, o que é e como se faz um arremesso roll cast, o false cast e posteriormente a técnica de double haul. Nos atados comece procurando atados clássicos, como clouser minnow, elk hair caddis, woolly bugger e outras centenas de opções. Qualquer coisa estamos aí, abraço!
  11. Muito obrigado Piner, realmente o anzol serve de teste para acuidade visual kkk Abraço!!
  12. Muito obrigado Carlos!! Muito obrigado Raniel, fico feliz pelos comentários, grande abraço!!
  13. Bacana Roque! grande abraço! Qualquer coisa estamos por aqui para ajudar dentro do possível!
  14. Alexandre, fiz um vídeo há um tempo mostrando uma das versões mais simples de camarão, que é muito eficiente também! Em breve farei vídeo dessa versão Gurgler Shrimp, que tem o diferencial de trabalhar na superfície. Segue link do camarão bem simples que apelidei de Crazy Shrimp:

Parceiros: www.petsEXPERT.pt