Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'Tucunarés'.



More search options

  • Search By Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Search By Author

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Pesca
    • Bate Papo (novo)
    • Pesca em Geral
    • Relatos de Pescarias
    • Materiais e Equipamentos para Pesca
    • Trabalhos Manuais / Bricolagem
    • Avaliações,Testes e Lançamentos
    • Água Salgada
    • Pesca de Praia
    • Caiaque
    • Pesque & Pague
    • Espécies
    • Flyfishing
    • Legislação
  • Parceiros
    • Pousada Rio Suiá-Miçu
    • Bahia Sportfishing
  • Regionais
    • Pesca em Santa Catarina
  • Diversos
    • Termos e Regras
    • Dúvidas, Críticas, Dicas, Opiniões e Sugestões sobre o Pescaki
    • Café Pescaki
    • Ecologia e Ambientalismo, Ictiologia, Zoologia, Aquarismo, Botânica, etc.
    • Agenda Pescaki
    • Fotografia
    • Náutica e Técnicas de Navegação
    • Carabinas de Ar Comprimido
    • Classificados
    • "Causos" de Pescarias e Outros Textos
    • Gastronomia
    • Tecnologia

Find results in...

Find results that contain...


Data de Criação

  • Início

    End


Data de Atualização

  • Início

    End


Filter by number of...

Data de Registro

  • Início

    End


Grupo


MSN


Skype


Website URL


Localização


UF


Interesses Pessoais


Nome Real


Sobrenome


Estilo de Pesca

Encontrado 17 registros

  1. E ai pessoal, Tudo beleza? Estou levantando esse tópico para ouvir os relatos das ultimas pescarias de vocês, então deixa um comentário com as seguintes informações do tipo:Onde foi a pescaria, quais iscas/estrategia utilizada, se tiveram ações ou não .. e etc.
  2. Bom dia amigos , Estou indo domingo que vem para o interior de sp sou da capital ,estou em busca de informações (locais) para fazer uma pescaria de tucunarés de caiaque minha modalidade se alguém puder ajudar ficarei grato. Bom domingo de páscoa a todos
  3. Pessoal, Boa Noite! Alguém foi pescar nessa semana no Lago do Peixe-TO com foco no Tucunaré? Tem alguma noticia se está bom, se tem alga na água atrapalhando a pescaria com artificiais de plug? Está pegando bem? Se alguém tiver notícias favor me mandar, Obrigado
  4. Boa tarde, Há uns 4 anos fiz um lago de 15x25x3 em Itanhaem para meus labradores nadarem, logo que foi escavado já começou a brotar agua e encheu em 1 semana e nunca mais esvaziou. Não tem entrada de agua e nem como esvazia-lo. O Ph da agua do poço é 5,5 o mesmo da terra. Do lago eu não sei. Aqui é meio mangue ou brejo não sei bem. Chove muito e a terra nunca chupa a agua toda. Nunca coloquei peixe antes por causa do ph achava que ia morrer, mas está dando certo. Faz 15 dias coloquei 1500 lambari tambiu rosa, 1500 lambari tambiu cinza, 100 carpas coloridas, 100 piau, 100 carpa capim, 30 patinga, 30 pacu, 30 tambaqui e 60 tambacu sendo todos alevinos. Logo após amarrar o primeiro saco para colocar na agua para igualar a temperatura da agua os lambaris de dentro do saco pulavam como se tivessem tentando pegá-los. Eu e meu pai amarramos os sacos e na hora de soltar todos os sacos estavam furados. É cobra ou traíra??? Ficou a duvida já que pesquisando li que a traira surge no lago. Todos os peixes sobreviveram esses dias já que vou de manhã e a noite e não vi nenhum morto. Tenho jogado farelo de milho e a ração de crescimento que é grande para eles mas eles ficam beliscando, mas não sei se resolve pois tem sobrado no lago. Sobre a oxigenção da agua vou por um aerador da gaivotas que sai bem mais barato q a concorrente com melhor preço. Colocando 1,2 de oxigenio na agua. Pretendo ligar somente a noite pois o lago continua sendo para os labradores. Não estou querendo esperar as etapas para colocar todas as especies. A duvida fica quanto aos carnivoros. Vou colocar certeza mais 30 cabeçudas e 200 corimbas para ajudar na limpeza do lago e 100 tambaquis. Todos esses juvenis. Será que coloco mais 1000 lambaris ou é exagero? Estou pensando em colocar 100 alevinos de dourado juvenil e 100 alevinos tucunares amarelo, 30 tucunares azul juvenil e 30 pirararas ou pintado real(na duvida ainda). Cada lugar fala sobre uma quantidade de peixe por m2. Se fosse colocar tudo com 1kg fica facil calcular, agora sendo alevinos e juvenis não tem como saber a mortalidade ou prever. Pelo que tenho estudado o maximo de peixes carnivoros pelo tamanho do lago seria 100. Mas fico na duvida sobre 100 alevinos e juvenis ou tem que sobrar no maximo 100 adultos. Os dourados convivem bem com os tucunares? Outra duvida que tenho é se algum peixe pode atacar as patinhas dos labradores enquanto nadam. Abraço a todos
  5. Rooh

    Pescadores do Lago de Itaipu

    Eae galera, tudo certo? Para quem não me conhece meu nome é Rodrigo Rafael e moro em Medianeira no Oeste do estado do Paraná, muito próximo do lago da segunda maior hidrelétrica do mundo, o belíssimo lago de Itaipu ao qual tem uma biodiversidade linda (porém muito explorada pela população). E venho por meio deste tópico conhecer demais pescadores desse belo lago e desse lindo peixe que é o Tucunaré para trocarmos ideias sobre conjuntos, iscas, locais e porque não marcar uma boa pescaria? Peço para quem for da região, ou que costume vir para cá que comente, o foco seria o tucunaré, mas também a Traira, Cachorra e demais peixes são bem vindos para o bate papo. Seria isso e bora pescar.
  6. Magicu

    Tucunas de Tres Marias

    boa tarde pessoal, alguem sabe me indicar piloteiro na região da pousada da Tania n represa de Tres Marias?
  7. Resitti

    Pescaria de Caiaque perto de SP

    Galera, Estou iniciando no caiaque e também no Pescaki , porém conheço bem a baixada santista. Domingo estarei em Itanhaém para tentativa de pescar alguns robalos no Rio Branco ou Rio Preto com meu caiaque Pinguim. Se alguém animar é só entrar em contato e vamos juntos.rsrs Gostaria que todos deixassem comentários sobre locais para pescar Tucunarés, Black Bass , Traíra e Robalos. Deixo algumas indicações onde já fisguei alguns peixes esportivos. Caconde, SP ( Pequenos tucunarés e grandes emoções rsrs) Guia Reinaldo. Pousada Talismã Itanhaém , SP ( Robalos, Trairas, Pescada , Caratinga) Guia: Alexandre Passarinho , Bill. Peruíbe, SP - Rio do Una ( Traíras) Guia: Wake Igaratá,sp , Bragança ( Tucunarés). Alguém indica alguma represa para Black Bass? Chachoeira da Fumaça é boa ? Linha na água a todos, Renan Sitti Júnior
  8. Hoje vim relatar a realização de um sonho meu, a pescaria de tucunarés que aconteceu nos dias 20, 21, 22 e 23 de Janeiro de 2015. Eu e o Ivan Neves Bacovic há tempos vinhamos discutindo e planejando uma pescaria de tucunarés. Em Agosto de 2014 decidimos a rota e a data, que seriam a represa do Rio Grande em Planura Minas Gerais e a hospedam seria a Pousada Yokohama em Planura - MG, tudo por indicação do Zeca Salgado da Total Fly. Parti de Santa Catarina á São Paulo no dia 18 á noite e cheguei em São Paulo no dia 19 de manhã onde me encontrei com o Ivan pela primeira vez pessoalmente, enquanto esperávamos o ônibus para Barretos fomos até a oficina de pesca do Ale Santiago, apresentador do programa FishTV Testes, onde o Ivan é da casa e eu fui super bem recepcionado. Ale Santiago e eu... Depois pegamos ônibus de São Paulo á Barretos e na chegada em Barretos o Alexandre dono da Pousada Yokohama já nos aguardava para nos conduzir até a pousada em Planura - MG. Foto do anoitecer na Pousada Yokohama... Nos instalamos no apartamento e preparamos os equipamentos para o próximo dia que já iniciariam as pescarias. Foram 04 dias de pescaria de tucunarés... Primeiro dia: Tomamos um super café da manhã reforçado e partimos para a pescaria... Amanhecer. Vista da pousada... Café da manhã... Eu e Ivan indo pescar no primeiro dia... Ivan fisga o primeiro da viagem... Lindo trick... Depois fisgo um lindo Tucunaré Azul na superfície com a isca Magic Stick... Pensem na adrenalina e na minha tremedeira, haha... Ivan e mais um lindo exemplar... Trick amarelo... Imagens do Rio Grande... Curtindo o passeio até o próximo ponto de pesca... Ivan só dizia: ``relaxa``... kkkkkk Piranha tinha muito lá... Alexandre Sarpe foi o piloteiro e parceiro de pesca no primeiro dia... No primeiro dia foi fraco, saíram apenas uns 27 peixes, mas belas fotos e boas risadas... Segundo dia: Colocando o barco na água... Tricks entraram no segundo dia pra animar, mas a coisa estava feia... Detalhe lindo demais... Detalhe da transparência da água... Alexandre nos guiou novamente no segundo dia, excelente barco... O dia foi ruim de pesca, restou tirar fotos das paisagens... Paliteiro, tinham muitos lá... Local cheio de estruturas... Garça... Nos restou tomar um banho de piscina pra relaxar... Segundo dia de pescaria foi ruim demais, pescamos uns 18 pequenos tricks... Terceiro dia: Estávamos um pouco assustados com o resultado até o momento e preocupados, mas esse dia surpreendeu... Dublê, de cara acertamos um ponto bom, saiu a zica... Lindos tricks saíram nesse dia. Um mais lindo que outro... Pintura... Rendiam boa briga e muita diversão... Ivan fez a festa, pegou muitos deles... Lindo trick... Troféu chaveirinho... Ivan arrebentou esse dia... Pegou muito... Pausa pro almoço... Voltamos pra pescaria e saiu muitos tricks ainda.... Até que... Saiu o troféu do dia e da viagem... Tucunaré azul, o maior da pescaria, lindo, lindo, lindo... Olha isso que peixe mais incrível... Ivan e o troféu... Que detalhe, parece um quadro. Parabéns Ivan... Voltando pra pousada, dia incrível... Eu, Cosminho (piloteiro) gente fina e divertido pacas e o Ivan ainda mole depois do peixe que pegou... kkkk Terceiro dia pescamos por volta de 60 tucunarés, fora os que escaparam, abriram split ring da isca e sem contar piranhas e jacundás... Realizados e muito felizes com o dia, não sabíamos o que ainda estava por vir... O quarto dia.... Chegando na pousada tinha até cavalos jogando vôlei, kkkk...
  9. Visitante

    Os amarelinhos do Castelinho

    E ai pessoal blz? hoje trago um relato meio rápido, de uma pescaria tão desejada por mim. desde meus 15 anos um dos meus sonhos era pescar o famoso tucunaré, chamei minha mulher para me acompanhar, já que ela não pesca. decidir ir para o castelinho, partimos para o pesqueiro e cheguei as 10 horas, montei a tralha e comecei usando uns jig heads feito por mim, insisti ate a hora do almoço, a comida do pesqueiro muito boa, simples e gostosa! pós almoço voltei e tentei mais um pouco com o jigs e nada depois de uma dica de um senhor que estava passeando por lá, falou para mim jogar mais perto das margens do lagos, depois de um tempo avistei um casal de tucunarés nadando pelo a margens, e comecei a jogar a isca perto e nada... troquei o jig por uma inna na cor branca com cabeça vermelha, e nada optei por trocar por outra cor, pequei uma com a cabeça vermelha e corpo prateado, joguei a isca e eles seguiam a isca e nada, mudei o trabalho da isca para um recolhida e um puxão, e a isca subia bem devagar, no final do curso da isca um dos bendito me ataca a isca, foi um @#$% susto pois não estava esperando, a emoção foi tanta que as pernas tremiam mais que as mãos e não conseguia tirar as garateias do peixe, meu primeiro de muitos ^^ segue umas fotos do local. depois de um tempo resolvi mudar de local e logo de cara avistei alguns tucunas nadando a beira do lago, como eram pequenos eles estavam em 3 e atacando um peixes menores na margens, optei por usar um spinner pequeno de 5g da MS, apos algumas tentativas saiu outro!! pequeno mais valente por esses meses ruins que tive sem pegar nada, fiquei muito contente de ter pego um dos meus sonhos de adolescência, e por ter uma esposa que e minha valente guerreira! que se encontra gravida, um dos dias que serão lembrado para sempre!! agradeço a quem perdeu um tempinho lendo, abraços
  10. Pessoal, Este é meu primeiro relato aqui no forum. Sempre fui apaixonado por pesca esportiva e a praticava quando era muito novo (12-18 anos). Depois que entrei na faculdade, mais trabalho, casamento etc...enfim, foram quase 10 anos pescando muito pouco (estou com 31 anos) até que este ano voltei com força total. Desaprender a gente não desaprende, ao mesmo tempo que é muito legal ver como as técnicas evoluíram e o tanto que podemos evoluir com elas. O forum tem me ajudado muito com isso e de ante mão agradeço a todos vocês. O video abaixo foi feito a duas semanas atrás, temos uma casa de campo na beira de uma represa pertinho de São Paulo. Tucunarés pequenos, mas com o equipamento certo a diversão é garantida. As capturas aconteceram a 5 min remando de nossa casa. Depois posto quais foram os equipamentos utilizados. Espero que gostem, Abraço! Sávio
  11. E ai pessoal, como postei anteriormente...estarei indo para represa de Sérgio motta pela primeira vez em julho...graças aos conselhos de todos optei por ficar na estância do Zé tacca...muito bem falada por todos aqui. Ai vem o problema....Eu já li tudo que é post, tudo que é tópico...e acabei por fazer uma lista de iscas que pretendo levar....porem eu não manjo nada...e a lista ta dando um absurdo de grana...rs...Peço humildemente que me ajudem a identificar se tem iscas que fazem a mesma coisa...se as cores estão corretas...Acredito que só poderei ter essa vivência depois que realizar a tão sonhada primeira pescaria de tucunarés...rs...Conto com a ajuda de todos. Segue a lista: Marca Isca Trabalho Cores N.N Zig Zarinha Superficie (z) transp.verde limão/osso Fury Fishing ninja 85 superficie (stick e z) CPH/BN/CHT Deconto Z90J superficie (z) verde limão M.S Inna 70 meia agua 24/40/(verde limão/osso) Borboleta lelé meia agua (twitchbait) branca c cabeça vermelha/brca dorso preto Sumax Shad Crank 80 Meia agua lambari Deconto biruta 90 meia agua osso/ verde limão M.S Savage85 meia agua YTI/D010 M.S Brava 90 meia agua 110/24 (osso/limão) Sumax Fusion Shad 75 fundo branca/ Heddon baby Torpedo helice GRA/ Fire Lures badbaby helice 111
  12. Galera estou com um baita problema.... Estou querendo me iniciar na pesca do tucunaré, já pesco a muitos anos...mas apenas em mar e pesqueiros. Estarei de ferias nos meses de junho e julho pois vou assistir alguns jogos da copa....e eis o meu problema: Pretendo realizar a pescaria dentro do período de 1 de julho a 20 de julho...já li muitos posts falando diversas coisas, vou relacionar abaixo: Presidente Epitácio nesses meses mesmo com o frio é muito bom. Dependendo dos valores de passagens aéreas encontradas compensa mais ir pra Balbina do que Epitácio. É melhor atravessas o paranazão de carro e utilizar pousadas no estado do MS pois teria que me deslocar menos de barco para chegar nos pontos de pesca. Etc.... Então baseado nisso e em muito mais coisas, gostaria de humildemente absorver a experiência de todos que praticam a pesca de tucunarés, para que possa realizar essa pesca tão sonhada... E caso tenha uma galera disponível e afim de fazer essa pesca dentro do período citado acima...tamo juntos..rs Valeu galera!!!
  13. Olá pessoal, vou pescar os tucunarés de Pereira Barreto e queria saber como anda. E se tiver alguma dica para as iscas artificiais. Obrigado
  14. Dia 24/01 às 20h eu e meu parceiro de pesca Marcio Yuiti partimos de São Paulo com destino a Palmas para mais uma pescaria atrás dos azulões. Desta vez não seria em lagos ou pousados mais conhecidos e divulgados pelas revistas de pesca ou fóruns, iríamos seguir a sugestão do nosso amigo Juliano Lasca e pescar no rio Tocantins, no represamento do Lago de Palmas. Escolhemos pescar nesta região para diminuir o tempo de translado entre Palmas e o local da pescaria. Chegamos a Palmas um pouco depois da meia noite, pegamos o carro do Lasca e partimos para cidade de Brejinho do Nazaré, em torno de 100 km de distância de Palmas. Em torno de 2h já estávamos em um modesto hotel de Brejinho, fomos dormir imediatamente, pois o dia seria longo ao amanhecer. 1º dia de pescaria A previsão do tempo para os três dias era de tempo nublado e chuva. No primeiro dia não deu outra, acordamos às 7h e o tempo estava bem feio. Tomamos café e pegamos o carro e partimos para a rampa publica da cidade (menos de 2 minutos do hotel). Barco na água e partimos para o primeiro ponto, um lago formado em um braço do rio Tocantins. O lago era sensacional, água transparente e muita estrutura na água. Notamos que as áreas alagadas ao longo do rio fizeram que todas as grotas tivessem muitos trocos e arvores submersas o que tornou impossível usar iscas de meia água ou fundo, então nossa pescaria foi 98% com iscas de superfície. Este primeiro dia ficamos somente neste lago/grota, apesar da beleza do local o tempo nublado e chuva atrapalharam bastante. Tivemos muito estouro na superfície, mas ao final do dia pegamos em torno de 20 tucunarés e o maior não devia ter 2 kg. Eu particularmente voltei para o hotel lamentando dois grandes azulões perdidos quando eles fugiram para a pauleira. Fizemos o almoço à beira do lago e embaixo de chuva, mas o guarda sol levado pelo Lasca e a deliciosa picanha assada compensaram o desconforto. 2º dia de pescaria No 2º dia navegamos um pouco mais rio acima e paramos na entrada de uma grota que somente quem conhece sabia que ali era a entrada para outro belo lago. Antes de entrar na grota resolvemos bater um pouco esta entrada e logo no primeiro arremesso do dia sai uma bicuda em pancada na top gun da MS. Notamos que ali estava um cardume de bicudas, em torno de 30 minutos pegamos umas seis todas com menos de 1 kg. Mesmo com várias ações na entrada da grota resolvemos entrar, o caminho até o lago era estreito e fomos batendo sobre a grande quantidade de pauleira, um percurso em torno de 500 metros pegamos vários pequenos tucunas. Lá dentro novamente um lugar tão lindo quanto o do primeiro dia. Ficamos dentro deste lago até as 11h30, mas foi fraco, apesar de muitas ações pegamos apenas pequenos tucunarés. Na saída para o almoço resolvemos tentar a sorte novamente na entrada da grota e notamos que as bicudas tinham ido embora, mas deram lugar aos tucunarés. Tivemos que adiar nosso almoço porque era um estouro atrás do outro e desta vez os grandes azulões deram a cara, primeiro foi o Marcio pegando um de quase 3 kg e depois eu peguei mais dois, um deles mediu 63 cm. A fome estava apertando, mas cada promessa que seria o ultimo peixe e iríamos almoçar era quebrada por uma porrada na superfície. O dia estava tão bom que até a chuva não teve coragem de aparecer, não teve um sol de rachar, mas foi muito melhor pescar sem chuva e com o sol deixando a água mais bonita. Novamente nosso almoço teve como cardápio uma bela picanha e arroz, o local foi embaixo de vários pés de manga e na companhia de alguns ninhos de vespa. Voltamos para a entrada da grota e as ações continuavam boas, tinha uma quantidade incrível de peixes forrageiros por ali, o que explicou a concentração de bicudas e tucunarés. Ao final do dia foram mais de 40 peixes embarcados, fotografados e soltos. 3º dia de pescaria No ultimo dia de pescaria o sol estava fraco, mas pelo menos não tinha chuva. Resolvemos que pela manha iríamos bater a entrada da grota novamente, mas desta vez foi fraco, tanto os pequenos peixes forrageiros quanto os predadores não estavam dando as caras. À tarde entramos novamente no lago do primeiro dia e foi uma pescaria mais divertida, várias ações e um azulão com mais de 3 kg. Neste ultimo dia pegamos em torno de 30 tucunas. Voltamos para o hotel satisfeito e com a certeza que fizemos uma ótima escolha pescando nesta região e com as táticas adotadas. Poderíamos ter pego mais peixe se usássemos mais iscas de meia água, mas a quantidade foi compensada pelas diversas porradas que tomávamos na superfície tempo todo. Antes de voltar para Palmas ainda deu tempo de arrumar as tralhas e dormir e dia 28 às 11h já estava em São Paulo em mais uma reunião do trabalho. Material usado: Eu: Vara: Rapala Gold 5’6’’ de 20 lbs e vara Custom by Goiano 6’6’’ de 14 lbs Carretilhas: Quantum Smoke e Daiwa Steez Linha: Multi Power Pro 30 lbs Marcio: Vara: Major Craft 16 lb e Marine Sports Hunter Fish de 12lb Carretilhas: Daiwa T3 e Shimano Chronarch Linha: Multi Power Pro 20 lbs Barco: Bass Boat Fibralar F3 com motor 4 tempos de 60 HP. Aqui fica uma dica: foi a minha segunda pescaria em Bass boat e se depender de mim sempre que tiver esta opção vou pescar com um. O preço pago a mais não é muito alto e vale cada centavo pela velocidade em que se chega aos pontos de pesca, estabilidade na navegação e o espaço e tranquilidade (parece que esta encima de um píer) que se tem para pinchar. Nosso guia O Juliano Lasca mostrou mais uma vez que além de um ótimo amigo e um tremendo profissional. Conhece a região, sabe navegar com segurança, faz tudo o que pode para a pescaria ser agradável e divertida e deu ótimas dicas durante a pescaria sempre respeitando a opinião e conhecimento de cada um. Foi minha segunda pescaria com ele e com certeza terei outras, a próxima eu pretendo fazer em Babaçulandia. Iscas Como falei nossa pescaria foi praticamente só na superfície, segue as mais utilizadas: Heddon: Baby Torpedo (campeã na pescaria) e T10, Marine Sports: Top gun 90 Nelson Nakamura: Sara Sara (110 e 80), ZigZarinha, Magic stick, Sumax: Taty Jump, BadPopper, Vicius Japonesas: Bonnie 95 e Giant Dog-x Outras: Trick (borboleta), Rapala Skitter Prop Agora as fotos e vídeos (todas feitas com uma Panasonic TS3):
  15. Felicitações amigos pescadores! Dia 29 de março/2013 estarei a caminho de Minas Gerais. Para um rancho próximo do Rio Paranaíba, bem na divisa MG/GO. :comemorando: Ao pesquisar sobre o local, encontrei pouca variedade de informação ! Alguém conhecedor da região poderia me informar se poderei encontrar alguns tucunas e dourados por aquelas bandas ?? e quais outros peixes mais comuns por lá ?? Fiquem a vontade para postar relatos de pescaria e fotos deste local ! Grato desde já !! :iCo01:
  16. Pessoal, antes de tudo boa tarde e desculpa por mais um tópico desses aqui no fórum. Estou voltando a pescar agora depois de alguns anos parados e toda minha juventude eu pesquei com molinetes. Estou indo para serra da mesa no próximo mês e quanto mais você lê, mais dúvidas você fica... abre um leque de oportunidades que não conhecia anteriormente. Tirando a ladainha de lado, Vou comprar uma carretilha para iniciar a arte. Existe um conjunto carretilha/vara que dê para pegar os tucunarés de serra da mesa e ao mesmo tempo pegar pirararas de cerca de 40 kgs? Pergunto isso pois existe um pesque e pague aqui perto com umas pirararas deste tamanho e se for possível gostaria de conciliar tudo. Lendo por aqui, vi em uns tópicos mais antigos o pessoal falando de varas como: Sumax The First 17lb shimano Crucial 5.9 de 17 lb Sumax Procast 8-17 lbs e 1,58 m e carretilhas: Marine sports Brisa 10000 Marine sports titan CARRETILHA DAIWA ADVANTAGE 153 HSTL que parecem se adequar bem a ideia dos tucunarés da serra da mesa, não sei quanto as pirararas. Se existirem carretas mais novas, melhores ou que tenham um melhor custo X beneficio, por favor me avisem. Não gosto de gastar meu dinheiro com porcaria, então não quero comprar uma carretilha ruim. Ao mesmo tempo, estou indo para os Estados Unidos daqui 3 meses, então, não preciso comprar uma carretilha mega TOP aqui no Brasil para gastar bem mais, sendo que daqui a pouco, eu com certeza vou comprar uma TOP la. Aproveitando a oportunidade, quais iscas artificiais se dariam bem com a vara/molinete citado? Li um tópico de um sujeito que citou mais de 30 iscas artificiais que não podem faltar para serra da mesa... Não tenho interesse em comprar tantas iscas de uma vez, mas gostaria de comprar as que realmente não podem faltar. E em relação a como salvar iscas artificiais, alguém tem algum tópico / tutorial, ou algo que eu possa seguir? Já li sobre uns salvas iscas de argola por ai, não sei se vou conseguir fazer... é tranquilo? Obrigado pessoal, e desculpa pelas mil perguntas!! Abraços
  17. Recentemente adquiri um antigo barco alumar de 4 metros com meu irmão e parceiro de pescaria Lucas Simi, foi um longo processo de revitalização e estruturação do danado, mas com muito suor e esforço conseguimos deixa-lo tinindo nessa sexta-feira dia 19, e logo decidimos ir pescar no dia seguinte!. O local escolhido foi a represa do Jaguari, no município de Jacareí, não fazíamos ideia do trabalho que iriamos ter pra arrumar tudo para a pescaria, resultado, saímos de casa por volta das 14:30 eu, meu irmão Lucas e nosso pai Gilberto, esse ultimo sendo uma grande figura que deixa a pescaria mais engraçada. Durante o caminho uma chuva torrencial começou a desabar, mas continuamos! Descemos todo o equipamento, montamos o barco e já sem chuva, barco na água. Começamos a explorar o local com uma certa dificuldade já que nunca pescamos nessa região da represa e também não estamos tão familiarizados com a pesca embarcada, batemos nossas iscas em muitos pontos ruins por esses motivos até encontrarmos uma bela baía, local onde realizei a primeira captura do dia, um tucunaré por volta dos 300 gramas, devolvido claro. Seguimos adiante, a chuva nos incomodou mais um pouco e logo cessou, adentramos um braço da represa depois de muitas pinchadas decidimos arriscar as iscas de superfície em um pequena grota, bastou três arremessos para eu realizar minha segunda captura do dia, dessa vez com uma isca fabricada em madeira por meu irmão lucas e eu, o que torna mais gratificante ainda, ta aí o bicho, a foto não é lá grande coisa, mas ta bom (providenciar uma câmera) Insisti no lugar enquanto o Lucas tirava uma cabeleira de sua carretilha haha e um diabo de tucunaré começou a atacar com agressividade minha isca diversas vezes, errando o bote e logo em seguida desaparecendo, Lucas tratou de voltar logo a arremessar sua isca e depois de 3 ou quatro botes errados engatou o bichão, também com uma isca de nossa fabricação belo tucunaré: Devolvemos os nossos amigos e fomos embora, ainda tentamos em outros pontos mas nada aconteceu, era isso mesmo, apesar de todos os contratempos tivemos resultados em nossa estréia com o barco chamado de "Blues Boat" fomos embora felizes da vida. Desde criança sempre gostamos de pescar, conhecemos esse peixe maravilhoso que é o tucunaré e a sua pesca com iscas artificiais, batalhamos e montamos nosso barco. Agradeço ao grande Domingos Bomediano, por que foi depois que fui pescar com ele, que fiquei ainda mais fissurado por esse esporte super bacana!! é isso aí pessoal, abraços e boas pescarias!!!!

Parceiros: www.petsEXPERT.pt