Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'dinossauro'.



More search options

  • Search By Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Search By Author

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Pesca
    • Bate Papo (novo)
    • Pesca em Geral
    • Relatos de Pescarias
    • Materiais e Equipamentos para Pesca
    • Trabalhos Manuais / Bricolagem
    • Avaliações,Testes e Lançamentos
    • Água Salgada
    • Pesca de Praia
    • Caiaque
    • Pesque & Pague
    • Espécies
    • Flyfishing
    • Legislação
  • Parceiros
    • Pousada Rio Suiá-Miçu
    • Bahia Sportfishing
  • Regionais
    • Pesca em Santa Catarina
  • Diversos
    • Termos e Regras
    • Dúvidas, Críticas, Dicas, Opiniões e Sugestões sobre o Pescaki
    • Café Pescaki
    • Ecologia e Ambientalismo, Ictiologia, Zoologia, Aquarismo, Botânica, etc.
    • Agenda Pescaki
    • Fotografia
    • Náutica e Técnicas de Navegação
    • Carabinas de Ar Comprimido
    • Classificados
    • "Causos" de Pescarias e Outros Textos
    • Gastronomia
    • Tecnologia

Find results in...

Find results that contain...


Data de Criação

  • Início

    End


Data de Atualização

  • Início

    End


Filter by number of...

Data de Registro

  • Início

    End


Grupo


MSN


Skype


Website URL


Localização


UF


Interesses Pessoais


Nome Real


Sobrenome


Estilo de Pesca

Encontrado 1 registro

  1. Abaixo segue uma matéria que achei interessante compartilhar com os amigos pescadores! Extinto, pensava-se que estava extinto No início do século XXI o celacanto foi encontrado em vários pontos do Atlântico na costa da África o CELACANTO observe que mesmo tendo sido encontrado vários desses peixes no início do século XXI, já em 1938 encontraram o primeiro exemplar vivo. Quando se descobriu o primeiro exemplar vivo, em 1938, já se conheciam cerca de 120 espécies de Coelacanthiformes que eram considerados fósseis indicadores, ou seja, indicando a idade da rocha onde tinham sido encontrados. Todos esses peixes se encontravam extintos desde o período Cretáceo. Neste momento, já se conhecem populações destes peixes na costa oriental da África do Sul, ilhas Comores (no Canal de Moçambique, também no Oceano Índico ocidental) e na Indonésia e decorre um programa de investigação internacional com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre os celacantos, ... ...o South African Coelacanth Conservation and Genome Resource Programme (Programa Sul-Africano para a Conservação e Conhecimento do Genoma do Celacanto, ver abaixo). Muitos acreditam que o celacanto é um parente próximo do primeiro vertebrado a sair das águas, dando origem a um novo grupo de vertebrados conhecidos como tetrápodes, que inclui os humanos. Obs:Eu faço biologia marinha em caráter amador e já tive a chance de ver um exemplar de celacanto no canal de Moçambique ( África) Durante os períodos Carbonífero e Permiano, o celacanto espalhou-se largamente pelos mares do mundo inteiro. Isso aconteceu entre 280 e 190 milhões de anos atrás. Os cientistas acreditavam que o grupo ao qual ele pertencia fora extinto há mais de 60 milhões de anos. Imaginem sua surpresa quando um celacanto foi apanhado no oceano Índico, perto da extremidade sudeste da África, a uma profundidade de 50 m. Isso aconteceu em dezembro de 1938. Nessa época, o professor Smith examinou-o na Inglaterra; o peixe foi morto e seus órgãos removidos. Tratava-se, sem dúvida, de um celacanto, um fóssil vivo. Logo foi prometida uma recompensa a quem apanhasse um outro espécime. Depois disso, quarenta desses peixes foram capturados, todos na região das ilhas Comores. Pouco se sabe a respeito desse estranho peixe. Seu corpo viscoso e robusto tem oito nadadeiras. Seis dessas nadadeiras ficam na ponta de extremidades semelhantes a pernas. a cabeça é protegida por um escudo de placas ósseas. o peixe é um nadador medíocre, encontrado geralmente a profundidades de 50 até 400 m. a fêmea põe ovos. Os celacantos são peixes muito especiais e, quando foram descobertos, foram considerados fósseis vivos. A sua característica mais importante é a presença de barbatanas pares (peitorais e pélvicas) cujas bases são pedúnculos que se assemelham aos membros dos vertebrados terrestres e se movem da mesma maneira. São os únicos representantes vivos da ordem Coelacanthiformes Latimeria chalumnae Quando se descobriu o primeiro exemplar vivo, em 1938, já se conheciam cerca de 120 espécies de Coelacanthiformes que eram considerados fósseis indicadores, ou seja, indicando a idade da rocha onde tinham sido encontrados. Todos esses peixes se encontravam extintos desde o período Cretáceo. Neste momento, já se conhecem populações destes peixes na costa oriental da África do Sul, ilhas Comores (no Canal de Moçambique, também no Oceano Índico ocidental) e na Indonésia e decorre um programa de investigação internacional com o objectivo de aumentar o conhecimento sobre os celacantos, o South African Coelacanth Conservation and Genome Resource Programme (Programa Sul-Africano para a Conservação e Conhecimento do Genoma do Celacanto, ver abaixo). Muitos acreditam que o celacanto é um parente próximo do primeiro vertebrado a sair das águas, dando origem a um novo grupo de vertebrados conhecidos como tetrápodes, que inclui os humanos. Filo: Chordata Superclasse: Pisces Classe: Osteichthyes Ordem: Coelacanthiformes Família: Coelacanthidae Características: Comprimento: até 1,80 m Peso: até 80 kg Cor: cinza-azulada Corpo coberto com escamas ósseas e salpicado de calombos espinhentos

Parceiros: www.petsEXPERT.pt