Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'pirarucu'.



More search options

  • Search By Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Search By Author

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Pesca
    • Bate Papo (novo)
    • Pesca em Geral
    • Relatos de Pescarias
    • Materiais e Equipamentos para Pesca
    • Trabalhos Manuais / Bricolagem
    • Avaliações,Testes e Lançamentos
    • Água Salgada
    • Pesca de Praia
    • Caiaque
    • Pesque & Pague
    • Espécies
    • Flyfishing
    • Legislação
  • Parceiros
    • Pousada Rio Suiá-Miçu
    • Bahia Sportfishing
  • Regionais
    • Pesca em Santa Catarina
  • Diversos
    • Termos e Regras
    • Dúvidas, Críticas, Dicas, Opiniões e Sugestões sobre o Pescaki
    • Café Pescaki
    • Ecologia e Ambientalismo, Ictiologia, Zoologia, Aquarismo, Botânica, etc.
    • Agenda Pescaki
    • Fotografia
    • Náutica e Técnicas de Navegação
    • Carabinas de Ar Comprimido
    • Classificados
    • "Causos" de Pescarias e Outros Textos
    • Gastronomia
    • Tecnologia

Find results in...

Find results that contain...


Data de Criação

  • Início

    End


Data de Atualização

  • Início

    End


Filter by number of...

Data de Registro

  • Início

    End


Grupo


MSN


Skype


Website URL


Localização


UF


Interesses Pessoais


Nome Real


Sobrenome


Estilo de Pesca

Encontrado 9 registros

  1. Lucas PR

    Pirarucu 75 kg

    oi gente faz alguns meses q n posto nada aki, e hoje volto com um baita tópico rsrs peguei um pirarucu gigante de 75 kg foi no pesq. horto em são vicente, cheguei umas 12;30 no pesqueiro, depois de alguns minutos peguei um pintadinho, depois outro, algum tempo depois me assusto com uma puxada numa vara com salsicha, e era um carpa hungara, logo na sequencia peguei mais 3, e agora vem oq interessa.... eu tinha visto dois pirarucus subirem para respirar na beira do outro lado do lago, então obiviamente eu fui jogar a isca la, e não demorou nem uma hora e a boia afunda... pafty...era o pirarucu.... fiquei mut feliz, depois de quase meia hora de briga, ele se entrega e com um puça gigante ele é tirado da agua, tinha mais de 75 kg... olhem a foto e abaixo o link do vídeo (obs; quem pegou o pirarucu foi o menino(eu) hehe)
  2. Mauro Maleque

    Tocantins 2016, capixabas em ação

    Relato da pescaria no Tocantins, Formoso do Araguaia, lago piranhas e calumbi. Este ano voltamos ao Tocantins em busca dos tucunarés e coadjuvantes, Aruanã, Apaiari, Traíras e alguns outos peixes que atacaram iscas artificiais como o pirarucu. 1900km de viagem e chegamos a Formoso do Araguaia para encontrar nosso guia Aílton, logo fomos para um rancho no lago piranhas, aonde ficamos por quatro dias. Nossa turma: Eu Mauro, Marcelo, Tiago, Juninho e Nivaldo(cachorro). Turma muito animada e disposta a pescar e soltar a maioria dos pescados. O lago piranhas é pequeno e rico em diversidade, tucunarés pitangas(popocas), tucunaré azul(apareceu pouco), aruanãs, apaiari, pirarucu, pirarara, cachara entre outros. Todos os dias tivemos muita ação em iscas de superfície, estando os tucunas, aruanãs, apaiari e traíras na mesma estrutura disputando as iscas com muita voracidade. A turma da meia-água pegou de tudo, até pirarara e cachara, além do pirarucu ( só vendo pra acreditar). Este lago esta sendo preservado e parece ser um dos melhores locais para se pescar o pirarucu, isca natural jogado no rebojo do peixe é fatal. Saímos do lago piranha e fomos para Formoso aonde pescamos dois dias e meio no lago calumbi em busca dos azulões. A maioria dos tucunas estavam na época de vestimenta paca, atacando bem as iscas pequenas e médias, mais um pouco manhosos preferindo trabalho de isca mais stick, muitos ataques errando as iscas e os grandes fazendo a festa levando as iscas para as estruturas de algas e galhadas, limpando a boca nos deixando a ver navios(kkkk), todos tiveram seus troféus perdidos. O único azulão de respeito saiu para o Marcelo no último período da pescaria. Tivemos momentos de muita produtividade alternando com horários em que o peixe não comia, insistimos muito e todos pegaram bons peixes. Este ano foi legal a diversidade., abração aos amigos pescadores
  3. Olá caros pescadores e pescadoras é com grande alegria que venho dividir com vocês está história fantástica de uma pescaria em um lugar que é um verdadeiro paraíso, um oásis em meio ao deserto. Pescaria esta que aconteceu nos dias 08 e 09 de novembro de 2014 . Chegamos ao nosso destino tão esperando por voltas das 9 horas, que lugar lindo, me senti tão próxima da natureza, que até de lembrar arrepio-me, e sim este é um verdadeiro oásis, um lugar sensacional. Então fomos à recepção demos entrada no pesqueiro e pegamos as chaves dos quartos, guardamos as malas e juntamos as tralhas de pesca e borá pescar, que muitos, mas muitos peixes nos esperavam. Iniciamos nossa pescaria no lago de baixo, primeiramente observando como era os sistemas usados pelos demais pescadores que ali estavam; iscas que estavam usando e também observamos as atividades dos peixes no lago. Começamos testando a pesca de superfície com uso da boia cevadeira e ração na pinga. Como também sabíamos que no lago havia pirararas e outros peixes de couro, deixamos uma vara de espera alternando salsicha e mortadela e outra vara de espera com massa, a fim de capturar os tambas que estivessem comendo no fundo. Neste paraíso também há vários pirarucus - peixe pré-histórico, cobiçado por pescadores mundo a fora e claro também um sonho dos pescadores do Já Fisguei pegar um bitelo desse. E ao chegarmos fomos presenteados com belos exemplares deste lindo peixe passeando pelo lago, nos deixando ainda mais encantados com este lugar maravilhoso. Neste dia estava ventando muito e devido a este fator as ações no lago estavam muito devagar, tivemos pouquíssimas ações, ao final da tarde tivemos alguns ataques na salsicha de fundo, no entanto, sem excito. Portanto, com o cair da tarde subimos para lago 01 (localizado próximo a recepção), onde acontecia a pesca noturna até as 22 h, nos organizamos e arruamos nossas varas e iniciamos a pescaria neste outro lago, como o vento já havia diminuído bastante, foi possível ver que a movimentação dos peixes na superfície estava bem maior que estava no lago 2, assim, resolvemos continuar com a utilização da boia cevadeira e ração na pinga como isca, e utilizando um chicote de uns 2 m, regulando a altura da isca, com a boia guia, buscando compreender a que altura os peixes estavam comendo. Logo nos primeiros arremessos obtivemos algumas ações, mas acabamos perdendo o peixe. Observando a ação dos pirarucus na superfície se alimentando eu resolvi arremessar próximo de onde eles estavam subindo para comer um pedaço de geleia, e mal caiu na água a geleia desapareceu, e minha linha também e logo vimos a nossa frente uma onda imensa se abrir e um lindo salto do pirarucu, mas infelizmente não tive nem tempo de fisgá-lo e ele se soltou do anzol e eu fiquei apenas com a sensação de que seria uma briga épica, e com a emoção de ter tido por alguns segundos bem ali na ponta minha linha o meu sonho, mas fica o desejo de uma revanche, afinal o final de semana estava apenas começando e eu ainda teria muito tempo para poder tentar fisgar este peixe novamente. No finalzinho da tarde vendo os lindos pirarucus novamente comendo na superfície nosso companheiro de pesca Ademilson, resolveu arremessar um pedaço de geleia bem ali no lugar onde eles subiam, e podemos desta vez presenciar de perto o pirarucu em ação, eis que vimos a hora exata em que ele veio em direção a geleia e a sugou para fundo em um ataque inesquecível, ficamos todos com o coração acelerado e vibrando para que desta vez este bitelo saísse para fotos. Foram uns 30 min. de briga intensa em que o Ademilson mal tinha chance de recolher a linha e o pirarucu lhe tomava metros e metros de linha sem modéstia, sem cerimônia. Mas com muita calma e suor o nosso companheiro conseguiu trazer este belo troféu para fotos e nós vibramos e nos alegramos junto com nosso amigo, afinal pescaria é também alegrar-se com a conquista do companheiro de pesca como se fosse nossa. E depois de tanta alegria e euforia por este lindo peixe fisgado, voltamos a pescar e ali entre uma conversa e outra e muitas risadas a noite chegou, e a hora de dar uma pausa para jantar também. Há e tenho que dizer que comida gostosa que é servida neste pesqueiro, só de relembrar, hum! da água na boca, é perceptível que é preparada com muito amor. Então a galera desceu para jantar e ficamos eu e meu esposo pescando mais um pouco e olhando as coisas até alguém voltar. E claro não perdemos tempo e continuamos pescando e como estava a noite optamos em utilizar somente as iscas de fundo, assim, meu esposo arremessou uma salsicha bem a nossa frente e não foi uns 2 min. e sua vara envergou toda e sabíamos que havia entrado um peixe bem grande, e este bitelo foi tomando sua linha sem modéstia e meu esposo teve que ir dando volta no lago seguindo o gigante que havia fisgado, e até que vimos ele subir na superfície era um belo pirarucu, quanta emoção e eu até parei de pescar e fui acompanhando meu esposo para ajudá-lo no que fosse possível para tirarmos este gigante para as fotos. E assim, andando de um lado para outro o seguindo para que não corresse risco da linha arrebentar a briga durou cerca de 30 min. até que aquele gigante lindo se entregou quanta alegria dois peixes pré-históricos no mesmo dia é realmente um presente para qualquer equipe de pesca. Fizemos todos os registros fotográficos e o devolvemos para água que é seu lugar, para que ele possa continuar crescendo e para que possa fazer a alegria de outros pescadores que assim como nós, possam vibrar ao fisgar este rei do pesqueiro. Então depois de fisgar este lindo troféu, fomos apreciar o delicioso jantar que nos esperava, jantamos e voltamos para junto da galera, e como estava muito frio decidimos ir dormir, pois no domingo era cedo novamente na beira do lago. No domingo eu e meu esposo acordamos cedo, e fomos até o lago de cima deixamos nossas tralhas, organizamos o as coisas, deixando tudo preparado para iniciamos a pescaria assim que voltarmos do delicioso café da manhã. Enquanto organizávamos tudo o nosso companheiro Clayton, iscou um pão de queijo e em poucos minutos fisgou um belo Tambacu. Depois desta bela captura fomos bem animados para nosso café da manhã. Retornamos do café animadíssimos para mais um dia de pesca, porém passamos uma manhã com poucas ações e alguns peixes perdidos. E após o almoço meu esposo vendo a movimentação dos peixes que estavam subindo na ceva preparada pelos funcionários do pesqueiro, na qual utilizavam de uma espécie de "bolas de ração" - feitas com ração de ceva. O seu instinto foi logo colocar um anteninha marrom (cor de ração) e arremessar exatamente no ponto em que os peixes subiam, e claro o resultado não podia ser diferente e logo ele fisgou um belo troféu, um lindíssimo Tambacu de 20 kg, o qual foi retirado do lago sob os olhares atentos de uma família russa, que acompanharam entusiasmados toda a ação, falando o tempo todo em seu idioma; não entediamos nada, mas pela euforia deles vimos que eram palavras de admiração e entusiasmo. Então assim, neste clima de alegria, euforia, e muita amizade, passamos este final de semana maravilhoso neste local, acolhedor e com clima incrível de família, que nos recebeu muito bem chamado Hotel Fazenda Point da Pesca, localizado em Alexânia - GO. Ao longo das minhas pecarias tenho aprendido que pescar é muito mais que fisgar o peixe, a pescaria nos possibilita um encontro conosco mesmo. Permite-nos olhar com atenção para as pequenas coisas da vida, que se tornam essências, nos faz ver detalhes mínimos em cada ação. A pescaria nos possibilita conversar com os amigos sem estar atento ao relógio, sem nos preocupar com o andar das horas, nos permiti viver a vida sem presa, olhar as coisas e as pessoas com demora, ou simplesmente ousaria dizer que a pescaria nos possibilita apreciar a arte de viver. Portanto, alegria, a amizade, o amor, a fraternidade, o compartilhar de experiências e conhecimentos, estão sempre presentes numa boa pescaria, fazendo com que tornemos eternos estes momentos, os registrando no livro da vida. Finalizo esta aventura em que tivemos a oportunidade de estarmos frente a frente com grandes gigantes, e fico também com o desejo de uma próxima vez, para que eu possa ter assim, a oportunidade de ter na ponta da minha linha o meu peixe dos sonhos "o senhor pirarucu". E claro, deixo aqui minha recomendação para vocês pescadores e pescadoras que ainda não conhecem este paraíso vale muito a pena passar um tempinho neste lugar mágico. E para vocês que apreciam boas histórias de pescaria e quiserem ler mais um pouquinho, deixo o link do meu blogger: vida-de-pescadora-pescar-minha-paixao.blogspot.com.br
  4. Pescaria no horto; eu tinha fisgado um girador com um anzol na ponta,que nesse anzol tinha um pirarucú mas eu achava que era um enrosco, então fisquei balançando a ponta da vara e ele pois a cabeça fora d água e fugio! depois peguei esses peixes:
  5. Olá Amigos Pescadores, Aqui é Diego da Equipe de Pesca Ranca Toko, ja faz algum tempo que não compartilho uma pescaria com meus amigo pescakianos, Muita correria com a formatura na faculdade e meu casório que esta por vir, Mas vamos as pescarias. Bom o primeiro relato foi de uma pescaria que Eu o Pr. Airton e o Rodrigão fizemos no começo do Mês de Janeiro, chegamos ao pesqueiro por volta de 7h30 e os melhores lugares já estavam lotados, por isso ficamos em um dos cantos do pesqueiro. Varas na Água O Aerado ficou ligado o Dia todo, pois o lago estava com falta de oxigenação, resultado foi que muitos peixes ficaram conglomerado envolta do aerador foi uma imagem impressionante nunca tinha visto tanto peixe junto de uma vez só... Bom o Primeiro a pegar foi o Rodrigão, tamba com salsicha de fundo... Na Sequencia minha vara pra pira, que estava com queijo bem junto ao barranco envergou monstruosamente,,,,, ...rs e quem veio pra foto.... um belo catfish...rs Bom por volta das 10h eu acabei sofrendo um acidente com uma linha minha que estourou e lançou um a chumbada feito um tiro no meu olho esquerdo... ... Quase desmaiei de dor, foi muito rápido e estranho como aconteceu, pois a chumbada não estava preza e eu não havia puxado a linha em minha direção... mais isso não vem ao caso agora,.. o fato é que fiquei bastante assustado com ocorrido e deixei o Pr. e o Rodrigão pescando e fui ao um posto medico da cidade... Demorei por volta de 2h para voltar... Enquanto isso o Rodrigão estava afiado e fechou muito bem o dia com uma matrinxã pega na salsicha na meia água, E depois da vara quase arrebentar ao meio e ir pra água o Rodrigão mais uma vez com salsicha de fundo trouxe.... Esse lindo pirarucu pra foto.... Diga-se de passagem, o Primeiro pirarucu da equipe... Não tiramos mais fotos pois o peixe engoliu a salsicha com o anzol e para evitar maior estresse ao peixe apos retirar o anzol o soltamos rápido com ajuda dos meninos do pesqueiro.... Bom apos então apos 2 h eu voltei com a noticia que teríamos que voltar com urgência pra sampa pois o medico local falou que meu olho estava feio demais para querem fazer algo no posto de saúde!!! Resumindo a historia tive um corte no olho e muito sangramento interno, por alguns milímetros não perco olho e fico cego, mas graças a DEUS depois de quase 3 meses hoje já estou 100% recuperado,.. Queria aqui salientar que a chumbada ainda resvalou no meu boné antes de bater no olho, mas seu eu estivesse de óculos escuros com certeza o estrago teria sido bem menor... Fica a dica: ÓCULO DE SOL TAMBEM É EQUIPO DE SEGURANÇA NA PESCA... A outra pescaria foi feita também no Estancia, mas agora no final do Mês de janeiro. Foram o Brunão e o Douglas;;; E foram pego durante o Dia diversos exemplares de peixes inclusive mais um pirarucu e uma Pira e quem pegou dessa vez foi o Brunão e o Douglas um Belo Tambão Segue as fotos.. , , , , , , , Brunão com uma Bela Pira E o Pirarucu Esse peixe é lindo demais.. E Tokooooo Muleke..... o Dantonio com Um belo Tamba :comemorando: :yahoo: E pra finalizar mais 2 PDMs....kkkk Bom é isso Galera... Logo mais postaremos mais pescarias... mas quem quiser acompanhar mais de perto nossa pescarias é só curte nossa pagina no face: https://www.facebook.com/pages/Equipe-de-Pesca-Ranca-Toko/137455996354629 .....e acompanhar as fotos das pescarias na integra... Deus abençoe a todos!!! Um Grande abraço dos Ranca Toko... e Boa Pescaria
  6. Daniel Sabbá

    Pesca em macapá- Isca para pescar Pirarucu em P&P

    Boa noite a todos, Hoje fiz minha 4 pescaria desde que me mudei para Macapá no pesque e pague da fazendinha, no lá só tem um lago, nao muito grande, deve ter 30 m por 30m. No lago há Tambaqui e Pirarucu apenas, não podendo ser praticado o pesque e solte, em todas as vezes que fui, fisguei tambas entre 1-3 kg, sempre levo pra casa entre 2 e 4 peixes que faço na brasa Todavia sempre quero tentar fiscar um dos pirarucus, no lago há 12 pirarucus, o menor segundo o dono tem 1,2m o maior 1,6m, já tentei usar como isca um dos carás vivos que pesquei no lago, tentei com as iscas locais (mortadelas e queijo, goiaba, acerola) mas o bicho nao ataca essas iscas. A cada 15 min eles levantam para respirar, e voce ve o monstro, ou ao menos a cauda vermelha deles de relance. Hoje nao foi diferente, novamente peguei apenas tambas pequenos que estou preparando agora na brasa ( 2 ao todo). Enfim gostaria de saber se voces tem alguma dica? Mais tarde vou upar as fotos dos peixes. Obrigado! Ah se voces tiverem alguma dica de lugar pra pescar no amapá, estou procurando novos pontos de pesca por aqui! Valeu!
  7. Raio-X revela que pirarucu é dotado de blindagem única na natureza Paris - Para resistir às implacáveis piranhas, o pirarucu, grande peixe do Amazonas, é dotado de um colete composto que o protege dos dentes dos predadores, ao mesmo tempo duro no exterior e flexível no interior, revelou um exame de raio-X feito por pesquisadores. Segundo um estudo publicado nesta terça-feira por uma revista científica britânica, "as escamas do pirarucu ('Arapaima gigas') atuam como uma armadura natural com vários níveis de defesa". É uma "estrutura única" que não perde em nada para os coletes à prova de bala usados por militares e policiais. Uma "estrutura sofisticada" à base de "elementos biológicos simples" é o segredo da blindagem tão eficaz do 'Arapaima', explicaram os pesquisadores. O primeiro nível de defesa das escamas é sua superfície com apenas meio milímetro de espessura, mas rica em minerais e muito dura, capaz de impedir a penetração dos dentes dos predadores aquáticos, às vezes chegando a quebrá-los. Logo abaixo há uma segunda camada mais flexível, duas vezes mais grossa, composta de lâminas de colágeno, orientadas em diferentes direções e capazes de se alinhar em função da pressão a que são submetidas. O resultado é que o impacto das mandíbulas das piranhas é amortecido e se distribui por uma grande superfície, impedindo que a blindagem externa se rompa. É uma versão natural, porém mais aperfeiçoada, do acolchoado que os cavaleiros medievais usavam por baixo da malha das armaduras. Segundo o relatório do exame, publicado nesta terça-feira na revista britânica Nature Communications, para aperfeiçoar ainda mais o dispositivo, as escamas do animal se sobrepõem de tal forma que transmitem energia à camada interna. O 'Arapaima gigas' é um dos maiores peixes de água doce, com espécimes que pesam mais de 200 quilos, e tem de três a quatro metros de comprimento. Se as escamas o protegem de piranhas e outros predadores naturais, são menos úteis contra o mais temido de todos, o ser humano, que o pesca intensamente por sua carne. Abundante no século XIX, este peixe está ameaçado de extinção. Apesar das medidas de preservação, muitos cientistas consideram que, para salvar a espécie, é necessário instaurar uma atividade de criação capaz de abastecer os mercados. Carnívoro, o pirarucu cresce rapidamente, até 10 quilos por ano, e suporta condições de criação intensiva graças à sua capacidade de respirar o ar atmosférico, o que permite viver em ambientes mal oxigenados. http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/2013/10/raio-x-revela-que-pirarucu-e-dotado-de-blindagem-unica-na-natureza.shtml
  8. galera da uma olhada neste pirarucu... fiquei impressionado com a largura do bicho.. ahh! só no final do vídeo da pra ter ideia do tamanho do monstro!! Acho que a maioria ja deve conhecer o lugar, para quem nao conhece GILLHAMS FISHING RESORTS Krabi – Tailandia www.gillhamsfishingresorts.com Abraços
  9. Olá amigos do Pescaki! Venho aqui relatar a pescaria no Novo Anhanguera, um lugar um tanto quanto polêmico, mas que sempre me reserva alguma surpresa. Como estava passando alguns dias na casa dos meus avós, o pesqueiro fica a 15 minutos de lá, então não é preciso acordar muito cedo para chegar lá, no inverno, por exemplo, chegamos umas 8:30 e ainda pegamos bons lugares. Mas, voltando a última pescaria, eu deixo as fotos falarem pelo resto do relato Meu vô tirou o dedo com este pacu na varinha de mão Meu mano pegou não só a primeira, como a segunda, a terceira a quarta... :assobiando: Oba, minha vez, mas espera aí, catarrenta? :2guns: Minha vó pegou esta bela saint peter na massa e mandou ela pra foto Olha meu mano de novo, já está ficando melhor que eu Meu maior Tamba até hoje, maior emoção, mas foi uma pena ver que veio junto em sua boca mais de dez anzóis, fora chuveirinhos, giradores para pesca oceânica, etc, acho que ele até me agradeceu Outra foto do bitelo, parece que está maior Como a pescaria estava fraca para minha tia, só pegava piaus/curimbas, ela resolveu sair na foto com o totó que estava de olhos no pão e na salsicha Olha os tilapeiros aí, meu mano e quem iniciou eu e meu irmão na arte da pesca, meu vô. Obrigado "Seu-Mario" :iCo01: Outro tamba, este um pouco menor Mas antes de irmos embora, o pesqueiro me reservou a minha maior conquista como pescador até agora. Eu estava brincando na margem com um pedaço muito pequeno de xixa com boinha, até que ouço um estouro na margem e vejo a vara envergada no suporte. Atrapalhado que sou, tirei a vara com suporte e tudo e fisguei, mas o peixe me chamou para correr atrás disso e eu já estava falando que era um Pirarara enorme, até que o peixe sobe na superfície e eu exclamo "PIRARUCU!!!!!!!!", a adrenalina foi a mil, as pernas bambearam mas o peixe nada de se entregar, cada vez que subia para respirar, era mais outra tomada de linha. Até que depois de aproximadamente 45 minutos de briga, o gigante se entrega, tão exausto quanto eu. Percebam que o sorriso do vô está tão grande quanto o meu Soltura do gigante, "Até a próxima!" Pois é pessoal, depois dessa, fomos embora, pois o pesqueiro ia fechar e todo mundo estava em volta de mim, tirando fotos, tanto que esse pessoal que estava do nosso lado, sentaram onde eu peguei os peixes, diziam eles que o lugar estava "abençoado" kkkkk Equipamento utilizado: Vara Yume Snake 30lb 1,98m Carretilha Lubina GTO JH com linha Super Bass Soft 0,37 (linha SUPER RECOMENDADA) Vara Fleming Bioshock 30lb 2,13m que nem é minha, é do meu tio, então parte do peixe é dele Carretilha Shimano Scorpion 1500XT com linha Super Bass Soft 0,37; este equipamento fritou, nele que peguei o pirarucu. E de prejuízo uma vara de mão do vô que quebrou engatou um tamba de 10kg e quebrou. Depois eu tento postar o vídeo da briga com o Pirarucu Forte abraço a todos!