Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Vladimir Ferreira

Arranques progressivos e cônicos.

193 posts neste tópico

Aproveitando que ultimamente temos comentado muito sobre arranques cônicos e progressivos, gostaria de fazer uma abordagem sobre estes assuntos e alguns outros que estão diretamente ligados a eles, principalmente sobre como fazer a união de linhas com bitolas diferentes utilizando o sistema de soldagem que também poderia ser chamado de fusão ou cola.

Para não ficar variando a terminologia vou adotar a palavra solda que é a que eu acho que seja a mais apropriada, ela é obtido através de um processo químico, que resulta na união entre duas linhas de monofilamento, com exceção das linhas de fluorocarbon, apesar de já ter visto comentários que já existam produtos específicos para este tipo de linha, mas que eu desconheço.

Há muito tempo existem produtos manufaturados industrialmente para este fim, mas eu até agora só utilizei os produzidos artesanalmente, sendo que as minhas primeiras soldas foram feitas com uma pequena quantidade que recebi de presente do Sr. Rolando Felizardo (O Professor) uma lenda, mas exclusivamente para as provas de lançamento (casting limitado), isto por volta de 1988.

Mas realmente na pesca eu só passei a utilizá-la por volta de 2005 e praticamente nunca mais utilizei os nós para união de linhas de monofilamento. Como já citei acima para este fim só utilizei produtos que são feitos artesanalmente, pelo Sr. Armando do Clube Arpão do RS, mas temos outras pessoas que também o fazem. Este produto é a base de ácido fênico, água destilada e pequenos pedaços de linha de nylon. Portanto não posso fazer nenhum comentário sobre a qualidade e eficiências dos produtos industrializados (15 minutos e 24 hrs) que são vendidos nas lojas de pesca, até porque já fiz diversos posts sobre este assunto e este nunca se interessou em fazer um contato ou um trabalho diretamente com os consumidores, pescadores de praia em especial.

Comprovadamente elas (soldas) resolveram alguns problemas que atrapalhavam muito as minhas pescarias, como por exemplo, laçadas e cabeleiras.

Para tentar exemplificar o processo utilizei uma linha 0,16, mas que na realidade mede um pouco mais que 0,17mm, que já estava em um carretel de teflon de um molinete utilizado para arremessos longos.

linhamestra017.jpg

Utilizando gabaritos deste fabricante, que é muito prático e eficiente, fiz a primeira solda da linha mestra (0,17mm) com uma linha 0,23mm, que a meu ver é a mais difícil, importante e crítico no processo, tanto na confecção do progressivo como para o cônico, principalmente na hora do corte, pois as linhas são mito finas e precisam ser cortadas bem rentes e em um diagonal, para não haver atrito com os passadores e também não abrir, que é o único risco para que a solda seja desfeita.

1solda.jpg

Normalmente depois de montar e aplicar o produto na primeira ponte, monto todas as outras de forma progressiva, somente depois eu aplico o produto de uma vez em todas elas. Depois da 0,23mm (2m) vem uma 0,28mm (2m) e finalmente o arranque principal que foi uma 0,40mm. Acho importante destacar que gosto de utilizar linhas de boa qualidade, dentre elas a Super Raiglon, que para alguns não é apropriada, dizem que ela recebe um banho de fluorocarbon, se isto é verdadeiro eu não sei, pois as utilizo frequentemente e ela sempre fica muito boa e resistente neste processo de solda.

Montado as pontes aplico o produto, com o próprio recipiente, de forma uniforme e sem excessos. Caso fique algum excesso ou pequenas pelotas eu rapidamente faço a uniformização com um pequeno pedaço de plástico flexível. Também gosto de abrir um pouco as duas linhas que devem estar esticadas, mas sem estarem tencionadas e bem encostadas uma na outra, para que o produto penetre entre elas.

separandolinhas.jpg

todasmontadas.jpg

Nesta época do ano depois de fazer a aplicação uniforme, gosto de utilizar um secador de cabelos por aproximadamente uns cinco minutos a uma distância de aproximadamente 15 cm e na temperatura média, para evitar a umidade, pois como escrevi acima na sua fórmula um dos seus componentes é água destilada e como a temperatura está baixa ela demoraria mais para secar e acabaria ficando esbranquiçada, que com o passar do tempo e pelas experiências, percebi que isto diminui a durabilidade e resistência da solda.

secador110810.jpg

Hj como o dia estava ensolarado, eu deixei os gabaritos umas quatro horas no sol, para acelerar ainda mais o processo de secagem e poder fazer os corte mais tarde, mas ainda hoje.

nosolacelerar.jpg

Posição da tesoura para o corte diagonal.

comocortar.jpg

A primeira solda e os cortes (linhas mais finas), que sem dúvida alguma, são os mais difíceis e importantes:

1soldaseca.jpg

1soldaaparada.jpg

Detalhe dos cortes em diagonal:

detalhecorterente1.jpg

detalhecorterente2.jpg

Uma ferramenta importante que eu utilizo para fazer o corte é uma pequena tesoura, fina e especial para cortar linhas de multifilamento, pois ela não deixa que a linha escorregue, devido os seus pequenos dentes, que prendem a mesma.

tesouramulti.jpg

Eu também utilizo a solda para dar acabamento aos nós entre os arranques de linhas de multi e mono (aplico somente na mono), pois percebo que ela aumenta a vida útil do nó, evitando que a multi desfie.

monomulti.jpg

posiocorte.jpg

posiocortetesoura.jpg

cortemonumulti.jpg

O carretel já com o arranque progressivo montado, aparado e somente aguardando a linha principal (mais grossa) ser cortada no tamanho apropriado, quando for fazer a próxima pescaria, já com o caniço montado.

janocarretel.jpg

Acho muito importante ter carretéis reservas, pois eles facilitam uma troca rápida, variação de bitolas de linhas, mas para isto é importante acondicioná-los de forma adequada, para isto eu utilizo algumas embalagens apropriadas (spool case).

case02.jpg

casefechado.jpg

case01.jpg

Acho importante destacar que este produto pode ser perigoso e nocivo a saúde, portanto recomendo cuidado ao manuseá-lo, principalmente com os olhos, contato com a pele e inalação.

Apesar da complexidade e do grande número de imagens, espero ter sido claro e também contribuído para soma de nossos conhecimentos.

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ótimo tópico

entre elas a Super Raiglon, que para alguns não é apropriada, dizem que ela recebe um banho de fluorocarbon, para mim isto não é verdade, pois ela sempre fica muito boa e resistente neste processo de solda.
eu sempre usei super raiglon tbm

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Espetáculo, Vladimir!

A propósito, essa cola vermelha que usas, onde compras?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E como eu nunca usei a solda pensava que este corte em diagonal deveria ser feito antes de soldar, sempre ficava imaginando, melhor agora, vou acabar comprando um arranque progressivo e soldar e fazer um arranque parecido com o seu em casa, ver qual me adapto mais e quem sabe ser mais feliz nas minhas pescarias já que teoricamente não vou sofrer com tantas laçadas que acabam por romper o arranque da linha principal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

òtimo tópico

eu sempre usei super raiglon tbm

Obrigado Cap. Tuba, dá muito trabalho montar um tópico assim tão complexo e detalhado, que neste caso foi totalmente feito ontem, já que temos a preparação, fotos, seleção, edição, redação, hospedagem das fotos (20) e colocação dos links na sequencia do texto.

Mas também é gratificante, pois sei da sua importância para pesca de praia, para a soma de conhecimentos e o Pescaki merece.

:D :D :D

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

essa pesca é uma arte, parabéns pelo topico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Vladimir

Mais um para somar

Parabens

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Expetáculo, Vladimir!

A propósito, essa cola vermelha que usas, onde compras?

Valeu Bruno!!!

Basicamente todas elas (artesanais) são feitas com a mesma fórmula. Inicialmente ela fica esverdeada, é fundamental um período mínimo de cura, depois ela fica vermelha, somente depois é que ela pode ser utilizada com eficiência.

Uma das suas características principais é que com o passar do tempo ela fica melhor, com validade indeterminada, apesar da cor atraente e convidativa, só não pode beber, senão............. :triste::triste::triste:

Está veio do RS, feita pelo Armando do Clube do Arpão, mas temos a do Nelson de Mello aqui de SP, do Oswaldo do RJ e devemos ter muitos outros que também fabricam.

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom topico!!!

Eu sempre soldei a super raiglon sem problemas.

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ele vendo a solda pela Internet?

O único que achei aqui pela região é o da marca "cola leader" alguém já usou, aprova?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

essa pesca é uma arte, parabéns pelo topico.

Todas elas possuem as suas peculiaridades.

Obrigado Cap. Matias.

Vladimir

Boa VladimirMais um para somarParabens

Valeu Renato!!!!

Abçs,

Vladimir.

Muito bom topico!!!Eu sempre soldei a super raiglon sem problemas.Valeu!

Alexandre ela é uma ótima linha.

Obrigado,

Vladimir.

Ele vendo a solda pela Internet?O único que achei aqui pela região é o da marca "cola leader" alguém já usou, aprova?

Daniel tente entrar em contato pelo email abaixo:

armando@oarpao.com.br

Pode ter certeza que os problemas serão minimizados com a utilização de arranques cônicos/progressivos.

Abçs,

Vladimir.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Belíssimo Tópico... muito chic mesmo!!!

Esse tutorial não serve só para Pesca de Praia, serve para o Fly Tb... Ficou Demais!!!

Parabéns!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que beleza Vladimir.

Muito boa sua matéria.

Parabéns!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Belíssimo Tópico... muito chic mesmo!!!

Esse tutorial não serve só para Pesca de Praia, serve para o Fly Tb... Ficou Demais!!!

Parabéns!!!

Obrigado José Luiz, inclusive os arranques cônicos surgiram no Fly, os meus primeiros foram encontrados em sites especializados nesta modalidade.

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que beleza Vladimir.

Muito boa sua matéria.

Parabéns!!

Obrigado Jorge, ainda faltam alguns complementos que eu estarei postando no final de semana.

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

verdadeira aula parabens materail de pesca de praia de prima heim chiccccccc

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

verdadeira aula parabens materail de pesca de praia de prima heim chiccccccc

Obrigado Bruno, não acho que a qualidade do material seja o fator preponderante no resultado das nossas pescarias, mas com certeza faz muita diferença, no bolso, satisfação, conforto e desempenho do pescador. Uma coisa eu posso te afirmar, são todos muito bem cuidados, até por conta da modalidade (PDP), que exige cuidados extras e frequentes.

Como escrevi acima amanhã estarei postando mais algumas dicas neste tópico, para enriquecê-lo ainda mais.

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como já havia anunciado acima, principalmente por ter recebido algumas perguntas, percebi que ficaram algumas dúvidas e também com o objetivo de enriquecer ainda mais o tópico, abaixo estarei postando mais algumas imagens e fazendo alguns comentários.

No texto inicial do tópico procurei utilizar o termo "solda", por achar que este seria o mais adequado, sendo que muitos gostam e até fazem uma apologia de que este processo na realidade seja uma fusão, o que não é verdadeiro.

Não querendo ser didático, mas com o intuito de esclarecer, "fusão" neste caso, seria transformar duas linhas com diâmetros iguais ou não em uma só, com a ajuda de um produto químico.Isto na realidade não ocorre, pois as linhas não se fundem, somente se unem, com um alto poder de resistência a trações inversas.

Ontem fiz uma soldagem no período da manhã, entre duas linhas, uma 0,33mm e outra 0,43mm, quando o dia estava ensolarado e com a temperatura em torno de 27º, somente hj passados mais de 24 hrs é que as retirei do gabarito e também fiz os cortes, tempo mais que suficiente para elas completarem todo o seu ciclo de reação e secagem.

soldalinhasgrossa.jpg

detalhegrossas.jpg

Com as linhas enroladas nas mãos, forcei no sentido contrário uma da outra, fazendo bastante força, mas não sei dizer se maior, menor ou igual que a resistência máxima da linha mais fina (Super Raiglon) 0,33mm, que é de 11,37 kg, conforme informação do fabricante contida no carretel, por cerca de 20 segundos, tempo este que foi o que eu suportei, a uma distância aproximada de 20 cm entre as mãos, que aumenta ainda mais a pressão exercida, já que a elásticidade das linhas praticamente deixa de existir.

traolateral.jpg

Vejam as marcas que ficaram na minha mão pelo grande esforço.

marcasdeixadas.jpg

O resultado final foi uma excelente resistência, nada aconteceu com as linhas (0,43mm e 0,33mm) e muito menos no ponto onde foi feito a solda.

Como escrevi no texto do tópico, já havia utilizado este processo por algum tempo em provas de lançamento limitado (casting) em competições oficiais nas décadas de 80 e 90, onde a união era feita entre linhas 0,40 mm e 0,60mm, e desde 2005 também venho utilizando-o quase que exclusivamente nas minhas pescarias, o que com certeza me deram bastante experiência na sua utilização.

Mas sempre soube que por má utilização ou por erro na hora do corte, ela poderia deixar alguma pequena ponta em uma das suas extremidades, o que provocaria a sua separação, ou seja, novamente apenas para reforçar, elas não se transformam em uma só (fusão).

Com a ajuda das unhas separei uma das pontas.

separaosolda.jpg

E forçando em sentidos contrários elas se abriram.

uniodesfeita.jpg

Isto já aconteceu em uma pescaria comigo? Sim, que eu me lembre em três ocasiões. Que se levarmos em conta, estatisticamente não representaria quase nada, lembrando que no passado, antes da utilização deste processo, acabava perdendo isto por pescaria. :eek::eek::eek:

Uma das dúvidas levantadas seria como fazer a união do arranque cônico industrializado com a linha principal. Ela é feita exatamente como no primeiro passo apresentado na montagem do arranque progressivo. Neste caso também utilizei uma linha 0,17mm e um arranque cônico (Gosen) de 15 metros, que por ser japonês é identificado por uma numeração (2 < 8), que corresponde a 0,23mm e vai até 0,47mm.

linhacarretelconico.jpg

soldaconicogosen.jpg

Ambas as soldas realizadas ontem antes e depois do corte.

antesdoscortes1407.jpg

linhasaparadas1408.jpg

Outra dúvida seria como proceder caso o arranque se rompa e não tivermos um carretel reserva para o molinete. A união seria feita utilizando um nó de sangue, por isto é importante termos ou arranques cônicos ou progressivos de reserva.

ndesangueaberto.jpg

ndesanguefechado.jpg

Para aqueles que ainda não utilizam os arranques cônicos/progressivos, façam um teste, pois acho que vale a pena, principalmente pela sua eficiência e consequentemente na confiança que eles nos trazem, tanto no momento dos arremessos como na hora de travar uma briga com um peixe bom.

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Andei um pouco afastado aqui do fórum e, quando volto, vejo mais esse excelente tópico! :iCo01::iCo01::iCo01:

Pensando aqui comigo, não chego a uma conclusão do que me impressiona mais, se o conhecimento e a técnica apurada do amigo Vladi ou sua boa vontade e presteza ao compartilhar.

Por sinal, achei muito legal a iniciativa de dar autonomia ao espaço da PDP, deixando de ser uma subitem de outra seção. Nada mais justo a esse espaço, que, em minha opinião, é a melhor seção do Pescaki.

Vejo essa seção como um local onde as técnicas são debatidas com profundidade, onde a intenção é realmente compartilhar os conhecimentos para poder evoluir.

Não que isso não ocorra nas outras seções, mas o pessoal da PDP está uns passos à frente!

Parabéns a todos participantes do PDP, e, em especial, ao Vladi por mais esse belo tópico!

Abraçãoooooooo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu, como não possuo essa solda, faço a união com nó mesmo...

Ultimamente estou usando uma linha 0,18mm com arranque 0,38mm. Só que a emenda entre essas linhas de bitola tão diferentes, acaba enfraquecendo ainda mais a linha 0,18. Assim, para dar uma reforçada, eu faço a emenda com a linha 0,18 dobrada. No fim das contas, sobra só a linha 0,18 pura, mas, dentro do nó, ela fica em duplicidade. Acho que isso a deixa um pouco mais forte (apesar de não ter feito nenhum teste além do famoso puxão com as mãos :bag: ).

Um grande problema desse tipo de emenda é que ele sempre dá uma travada quando vai sair pelos passadores da vara. Isso atrapalha o arremesso e ainda pode provocar embolações nos passadores da vara.

Com essa solda, esse problema acaba! :D

Abraçooo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desculpe minha inexperiência mas essa técnica pode ser feita com uma linha mono 0,50 em um lider?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Andei um pouco afastado aqui do fórum e, quando volto, vejo mais esse excelente tópico! :iCo01::iCo01::iCo01:

Pensando aqui comigo, não chego a uma conclusão do que me impressiona mais, se o conhecimento e a técnica apurada do amigo Vladi ou sua boa vontade e presteza ao compartilhar.

Por sinal, achei muito legal a iniciativa de dar autonomia ao espaço da PDP, deixando de ser uma subitem de outra seção. Nada mais justo a esse espaço, que, em minha opinião, é a melhor seção do PESCAKI.

Vejo essa seção como um local onde as técnicas são debatidas com profundidade, onde a intenção é realmente compartilhar os conhecimentos para poder evoluir.

Não que isso não ocorra nas outras seções, mas o pessoal da PDP está uns passos à frente!

Parabéns a todos participantes do PDP, e, em especial, ao Vladi por mais esse belo tópico!

Abraçãoooooooo

Eu, como não possuo essa solda, faço a união com nó mesmo...

Ultimamente estou usando uma linha 0,18mm com arranque 0,38mm. Só que a emenda entre essas linhas de bitola tão diferentes, acaba enfraquecendo ainda mais a linha 0,18. Assim, para dar uma reforçada, eu faço a emenda com a linha 0,18 dobrada. No fim das contas, sobra só a linha 0,18 pura, mas, dentro do nó, ela fica em duplicidade. Acho que isso a deixa um pouco mais forte (apesar de não ter feito nenhum teste além do famoso puxão com as mãos :bag: ).

Um grande problema desse tipo de emenda é que ele sempre dá uma travada quando vai sair pelos passadores da vara. Isso atrapalha o arremesso e ainda pode provocar embolações nos passadores da vara.

Com essa solda, esse problema acaba! :D

Abraçooo

Valeu Fábio, isto é uma demonstração que a nossa participação vem crescendo dentro do PESCAKI e mais do que nunca a responsabilidade irá aumentar com esta mudança.

Fico feliz em saber que está utilizando linha 0,18mm, pois com certeza irá lhe trazer mais sensibilidade nas pescarias, mas lembre-se os cuidados e a tranquilidade também terão que ser maiores.

Um grande abraço,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só tenho a elogiar é como o Cap. Matias disse isso é uma arte :bs-aplauder:

O topico ficou expetacular e facil de entender Parabens novamente :plamas:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desculpe minha inexperiência mas essa técnica pode ser feita com uma linha mono 0,50 em um lider?

Antonio, qual seria o diâmetro do leader, ele é inteiro de nylon ou aço encapado?

Neste processo de soldagem o máximo que eu utilizei, foi para unir uma linha 0,40 com 0,60mm, sendo sempre ambas as linhas de nylon, não creio que haja problema, apenas recomendaria um espaço maior no ponto de soldagem, algo entre 5 e 8 cm e o corte muito bem feito, rente e em diagonal.

Me passe as informações que me proponho a fazer alguns testes!!!!

Abçs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só tenho a elogiar é como o Cap. Matias disse isso é uma arte :bs-aplauder:

O topico ficou expetacular e facil de entender Parabens novamente :plamas:

Ricardo obrigado e um abraço.

PS. Este é um post especial, pois foi o de nº 500.

:D :D :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0