Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Andre Iguti

Orientação para evitar acidentes com peixes

16 posts neste tópico

Orientação para evitar acidentes com peixes

Agência Fapesp

Acidentes com peixes

Professores e alunos da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), ligada à Unesp, produziram um folheto para alertar e orientar pescadores profissionais e esportivos a respeito de acidentes causados por peixes nos rios Paraná e Paranapanema, entre as divisas dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Paraná.

O material será distribuído para as comunidades pesqueiras e para turistas na região e reúne informações sobre primeiros cuidados para ferimentos causados por arraias fluviais, mandis, bagres e outros peixes.

O material também orienta médicos sobre intervenções cirúrgicas nos casos mais graves.

O projeto é coordenado por Vidal Haddad Júnior, da FMB da Unesp, e envolve a participação de alunos de doutorado. Os estudantes entrevistaram pescadores das comunidades ribeirinhas da região do Alto Rio Paraná para conhecer as principais causas dos acidentes durante a pesca.

Mandis e piranhas

Segundo a Unesp, os folhetos, elaborados em linguagem simples, direta e ilustrada, podem contribuir decisivamente para a diminuição dos acidentes do tipo na região, sendo a iniciativa aplicável em toda a Bacia do Prata.

Nos últimos três meses, os alunos constataram a ocorrência de vários ferimentos feitos por peixes, como o grande número de acidentes múltiplos por mandis, que são peçonhentos e causam dor intensa.

Outro grande número de traumas está relacionado a peixes de valor comercial, como pintados, traíras, corvinas e piranhas, que ferem com suas estruturas corporais - eles apresentam raios de nadadeiras (corvinas e tucunarés) ou dentes (piranhas e traíras).

O material será entregue em pontos estratégicos das comunidades ribeirinhas. Para os demais interessados, o folheto estará disponível em formato PDF, no site www.fmb.unesp.br.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa vou baixar o meu:joia: :joia::joia:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem nunca levou ferroada de bagre, que atire a primeira pedra!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem nunca levou ferroada de bagre, que atire a primeira pedra!

Pode escolher o lugar que você vai querer a pedrada ehaueaheuaheauea (se tive-se falado mordida de piranha teria tido mais sorte heauehuea)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pode escolher o lugar que você vai querer a pedrada ehaueaheuaheauea (se tive-se falado mordida de piranha teria tido mais sorte heauehuea)

rotfl2.gifrotfl2.gifrotfl2.gif

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
o folheto estará disponível em formato PDF, no site www.fmb.unesp.br.

Alguém conseguiu baixar esse folheto?

Eu nem achei no site até hoje....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem nunca levou ferroada de bagre, que atire a primeira pedra!

Mauricio :its_raining_shit: :its_raining_shit: :its_raining_shit:

Pode escolher o lugar que você vai querer a pedrada ehaueaheuaheauea (se tive-se falado mordida de piranha teria tido mais sorte heauehuea)

Nunca recebi uma mordida de piranha :harhar:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nunca recebi uma mordida de piranha :harhar:

Cara, quando a primeira te morder, você vai se apaixonar :wub: :wub: :wub: ....kkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Normando, achei nesse link que postou, mas é o com animais marinhos (já baixei).

Esse do tópico era de água doce...

Mas obrigado pela dica.

[]´s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem nunca levou ferroada de bagre, que atire a primeira pedra!

Ferroada de bagre é sopro se comparada a uma de mandi!Imagine uma entre o polegar e o indicador, era uma vez uma pescaria heheheh...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, quando a primeira te morder, você vai se apaixonar :wub: :wub: :wub: ....kkkk

Ixi eu hein :blink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ferroada de bagre é sopro se comparada a uma de mandi!Imagine uma entre o polegar e o indicador, era uma vez uma pescaria heheheh...

Por aqui eu chamo Mandi de bragre!

Não são todos os bagres que tem espinho?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por aqui eu chamo Mandi de bragre!

Não são todos os bagres que tem espinho?

Hehehee...Genericamente todos os peixes de couro são chamados de bagre, desde o bagrinho de córrego até as piraibas. Qunado eu mereferi ao bagre, quiz dizer do bagrinho de córrego ou mesmo rio, um peixe que ao lado do lambari iniciaram a vida da maior parte de nós pescadores mais velhos. Embora sua ferrada seja dolorosa, os ferrões são mais curtos enão possuem tanto veneno. Já os mandis(principalmente o amarelo e o açu), possuem ferrões bem desenvolvidos, serrilhados e com um potente veneno. Só o ato de retirar o ferrão já causa um trauma danado, porque as serras são voltadas prá trás(auxiliam na fisgada e saem rasgando, que nem fisga). O pior é o veneno. Uma ferrada na mão, em poucos segundos a dor se irradia por todo o braço. Daí a pouco vem uma íngua debaixo do braço, febre etc.. Ribeirinhos e pescadores mais antigos recomendam arrancar o olho do bicho e aplicar aquele líquido sobre o local da ferida. Em algumas das dezenas de vezes que fui vítima do infeliz, já testei a "simpatia", algumas vezes deu resultado outras não. A alguns anos descobri um santo remédio prá tirar a dor, colírio anestésico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hehehee...Genericamente todos os peixes de couro são chamados de bagre, desde o bagrinho de córrego até as piraibas. Qunado eu mereferi ao bagre, quiz dizer do bagrinho de córrego ou mesmo rio, um peixe que ao lado do lambari iniciaram a vida da maior parte de nós pescadores mais velhos. Embora sua ferrada seja dolorosa, os ferrões são mais curtos enão possuem tanto veneno. Já os mandis(principalmente o amarelo e o açu), possuem ferrões bem desenvolvidos, serrilhados e com um potente veneno. Só o ato de retirar o ferrão já causa um trauma danado, porque as serras são voltadas prá trás(auxiliam na fisgada e saem rasgando, que nem fisga). O pior é o veneno. Uma ferrada na mão, em poucos segundos a dor se irradia por todo o braço. Daí a pouco vem uma íngua debaixo do braço, febre etc.. Ribeirinhos e pescadores mais antigos recomendam arrancar o olho do bicho e aplicar aquele líquido sobre o local da ferida. Em algumas das dezenas de vezes que fui vítima do infeliz, já testei a "simpatia", algumas vezes deu resultado outras não. A alguns anos descobri um santo remédio prá tirar a dor, colírio anestésico.

Meu avô no Mato Grosso.

Mandi no chão se debateu, afincou no pé dele, bem na junção dos ossos da perna com o pé, na parte mole, quase "morreu" de tanta dor...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu avô no Mato Grosso.

Mandi no chão se debateu, afincou no pé dele, bem na junção dos ossos da perna com o pé, na parte mole, quase "morreu" de tanta dor...

Por incrível que pareça, foi assim também minha estreia hehehe...Me pegou por baixo do dedão,uma pontinha quebrou lá dentro, ninguém notou. Daí a uns tres meses saiu tipo um furúnculo do lado de cima do dedão, minha mãe colocou azeite prá "vazar". Vazou e ficou um olhinho branco, minha mãe puxou e era a ponta do ferrão. A cicatriz existe até hoje.Isto aconteceu a 47 anos hehehehe....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0