BetoFreitas

Verão 2018 não chegou ainda - Água muito fria

Recommended Posts

Pessoal, gostaria de uma opinião de vocês, eu costumo pescar na região de São Sebastião nas costeiras, tenho percebido que tá muito fraco de peixe, e creio que uma das razões para isso é a temperatura da água estar muito fria para a época, lembro que no ano passado no reveillon a água estava quente e consequentemente os peixes de verão em atividade plena, mas esse ano está diferente, água fria e poucos peixes. Vocês concordam ??

Beto Freitas

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

Prezados,

Essa é uma questão interessante. Eu sempre ouvi de todos os pescadores que a água fria é ruim para atividade da maioria dos peixes, mas no ano passado eu fiz uma MBA voltado para meio ambiente e uma das matérias envolveu justamente a questão da temperatura de água. Todos os estudos e experimentos deixam claro que a água fria retêm mais oxigênio e nutrientes do que a água quente, inclusive, existem porções de água espalhadas pelos oceanos chamadas de "zona mortas" devido à baixa quantidade de oxigênio dissolvido nelas, além de poluentes etc e uma da características dessas zonas é justamente a temperatura alta, acima da média.

Pelo que entendo, os peixes ficariam mais ativos em águas com mais oxigênio dissolvido, já que a atividade das células depende de energia e de troca gasosa (ou seja, de ter oxigênio disponível para evitar a acidose delas). Em resumo, a água fria faria os peixes mais ativos.

Mas isso tudo é teoria. Sabemos que a prática e o conhecimento de quem vive no mar são insubstituíveis, por isso pergunto aos amigos pescadores: A percepção de vocês é que a água quente realmente é melhor para a atividade dos peixes? Depende da espécie ? O que acham ?

 

Abraços !

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
42 minutos atrás, Bruno Guzzo disse:

Prezados,

Essa é uma questão interessante. Eu sempre ouvi de todos os pescadores que a água fria é ruim para atividade da maioria dos peixes, mas no ano passado eu fiz uma MBA voltado para meio ambiente e uma das matérias envolveu justamente a questão da temperatura de água. Todos os estudos e experimentos deixam claro que a água fria retêm mais oxigênio e nutrientes do que a água quente, inclusive, existem porções de água espalhadas pelos oceanos chamadas de "zona mortas" devido à baixa quantidade de oxigênio dissolvido nelas, além de poluentes etc e uma da características dessas zonas é justamente a temperatura alta, acima da média.

Pelo que entendo, os peixes ficariam mais ativos em águas com mais oxigênio dissolvido, já que a atividade das células depende de energia e de troca gasosa (ou seja, de ter oxigênio disponível para evitar a acidose delas). Em resumo, a água fria faria os peixes mais ativos.

Mas isso tudo é teoria. Sabemos que a prática e o conhecimento de quem vive no mar são insubstituíveis, por isso pergunto aos amigos pescadores: A percepção de vocês é que a água quente realmente é melhor para a atividade dos peixes? Depende da espécie ? O que acham ?

Abraços !

 

Bruno,

Minha singela opinião, não sou Biólogo, apenas um pescador curioso.

Mas acredito que, o que faz o peixe ficar mais ou menos ativo com referencia a temperatura da água tem mais a ver com o metabolismo do peixe e não com a  oxigenação da água.

Com a agua mais quente, o metabolismo do peixe fica mais acelerado, pois ele tem que trabalhar (nadar) mais pra achar alimento ou mesmo para conseguir fazer a respiração, devido a baixa oxigenação da agua, o que faz com que ele tenha mais apetite ... não só o fato de ter ou não mais ou menos oxigênio na agua.

Se não estou enganado, as tilápias grandes hibernam quando a temperatura baixa da casa dos 22º, por conta do metabolismo e não pela oxigenação da agua em si. Mas, bem lembrado sua observação.

Espero que algum Biólogo esteja por aí no site e nos tire essas dúvidas.

Abraços.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou fazendo licenciatura em biologia. Evidentemente sou curioso em relação aos peixes mas não sou nenhum expert. Só posso confirmar tudo aquilo que o Carlos falou excetuando o caso das tilápias que eu não conheço, mas tenho certeza que o Carlos está falando com conhecimento de causa. 

O oxigénio dissolvido realmente aumenta conforme há redução da temperatura isso é verdade. Com relação ao atividade dos peixes:

1- Cada espécie tem uma zona de conforto relativamente específica; Um peixe de água doce norte-americano, que vive p\ ex. no norte dos E.U.A, por exemplo, tem um conforto térmico  em temperaturas mais baixas. Caso do famoso Black Bass. Peixes que vivem em áreas tropicais preferem em geral temperatura na casa dos 25- 27 graus,  algumas espécies vivem bem entre 22 ou 20 e suportando até mais de 30 graus sem grandes debilidades. A variação suportada e a zona de conforto é variável de acordo com a espécie.

2 - No oceano apesar de eu ter pouquíssimos conhecimentos na área, sei há peixes que toleram variações de temperatura maior, porém não sei como funciona a resposta metabólica deles. Posso pelo menos afirmar com certeza, que pra você dizer qualquer coisa é preciso pensar na espécie que deseja pescar. 

Sei que muita gente tem dúvida com essa questão da temperatura-metabolismo nos peixes. Infelizmente (sendo até repetitivo) volto no bordão espécie. Cada espécie prefere determinadas temperaturas.

Aproveitando a deixa, e tocando em alguns pontos:

1- Peixe come no frio, mas muda seu comportamento e maneira de se alimentar. Muitas espécies comem em menor quantidade ou comem de maneira mais "lenta", "delicada", porque não há uma pressão competitiva tão grande pra se alimentar, já que muitas espécies diminuem o consumo de alimentos.

2- Porque o metabolismo varia com a temperatura?

Da forma mais fácil de explicar e de entender (assim eu acho pelo menos): O metabolismo é formado por uma série de reações químicas. Em geral essas reações correm mais intensamente em temperaturas elevadas. Entre 20 e 40 graus muitas das reçaões ocorrem (sendo pra lá de generalista antes que alguém me xingue) . Acima e abaixo dessas médias  as reações químicas do metablismo tendem a diminuir de ritmo até pararem. É por isso que colocamos alimentos na geladeira. Sem a refrigeração  reações metabólicas das bactérias e fungos p\ ex. continuam acontecendo e aí o trem fica feio, fazendo tudo entrar em decomposição.  Ao resfriar ou aquecer os alimentos matamos os micróbios (fundos e bactérias) ou pelo menos interrompemos seu metabolismo evitando a putrefação.

 Enfim, é por aí. A explicação está  bem simples, portanto tá faltando bastante coisa mas a intenção é ajudar e não complicar as coisas.

Pra responder ao Beto seria legal  encontrar alguém que pesque em São Sebastião SP nas costeiras e saiba como os peixes se comportam por lá, quais espécies são capturadas, técnicas adequadas etc.

Só dei pitaco porque são coisas que a gente já leu por aí e pode tentar contribuir.

 

 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Bruno Guzzo disse:

Pelo que entendo, os peixes ficariam mais ativos em águas com mais oxigênio dissolvido, já que a atividade das células depende de energia e de troca gasosa (ou seja, de ter oxigênio disponível para evitar a acidose delas). Em resumo, a água fria faria os peixes mais ativos.

 

Isso é verdade Bruno. Só que muitos peixes desenvolveram adaptações para driblarem o oxigênio dissolvido. Os  pirarucus e aruanãs vivem muitas vezes em lagoas quentes e consequentemente com baixas taxas de oxigênio. Pra sobreviverem tem uma estrutura que faz o papel de "pulmão primitivo". O peixinho beta que originalmente habita poças d'água tem um órgão chamado labririnto que permite que ele respire o oxigênio atmosférico. Muitos peixes engolfam o ar e conseguem assim um pouco de oxigênio ( quem nunca viu as tilápias subindo em bando ao meio dia mais ou menos com a boquinha aberta na superfície da lagoa?) é comportamento comum quando há baixa no oxigênio disponível. A bexiga natatória também pode contribuir pra armazenar o oxigênio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Interessante @HugoFreitas, aqui onde pesco como é quente o ano inteiro e não tem repiquete, a único fator que altera o comportamento do peixe, além do periodo reprodutivo são as chuvas de novembro a abril. Notei também que algumas represas rasas, onde a temperatura da água fica mais alta, é comum encontrar girinos, nesses locais nunca capturei nada, nem traíra. Comum encontrar girinos em lugares assim, hoje quando vejo uma nuvem de girinos já sei que ali nao pega nada, já vou procurar outro local. Interessante esse tema, espero que venham mais opiniões sobre pescarias costeiras.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Alexandre Fishing disse:

Interessante @HugoFreitas, aqui onde pes o como é quente o ano inteiro e não tem repiquete, a único fator que altera o comportamento do peixe, além do periodo reprodutivo sao as chuvas. Notei também que algumas represas rasas, onde a temperatura da água fica mais alta, é comum encontrar girinos, nesses locais nunca capturei nada, nem traíra.

Pois é cara, o girino já complica pro meu lado hehehe. Como é um animal que vai passar por metamorfose apesar de ter brânquias (que serão perdidas ao longo da própria metamorfose), o pulmão aprece e ele vai deixando de depender da respiração do oxigênio dissolvido. Mas o sistema é muito variável. Tem espécies que vivem apenas em alguns centímetros de água e praticamente não dependem do oxigênio que está na água. Por isso servem como indicador pra você. Boa dica pra quem for pra sua área inclusive!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, HugoFreitas disse:

Pois é cara, o girino já complica pro meu lado hehehe. Como é um animal que vai passar por metamorfose apesar de ter brânquias (que serão perdidas ao longo da própria metamorfose), o pulmão aprece e ele vai deixando de depender da respiração do oxigênio dissolvido. Mas o sistema é muito variável. Tem espécies que vivem apenas em alguns centímetros de água e praticamente não dependem do oxigênio que está na água. Por isso servem como indicador pra você. Boa dica pra quem for pra sua área inclusive!

Ha o pessoal que vier pra cá vai pescar em lugares "mais nobres", eu pesco em qualquer poça d'água :heh:.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, Alexandre Fishing disse:

Ha o pessoal que vier pra cá vai pescar em lugares "mais nobres", eu pesco em qualquer poça d'água :heh:.

Arruma "uns anzo"l cristal 14 ou 16 ou anzol  mosquitinho pra pescar os girinos hehehehe:rotfl2:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 minutos atrás, HugoFreitas disse:

Arruma uns anzol crista 14 ou 16 ou anzol  mosquitinho pra pescar os girinos hehehehe:rotfl2:

RSS, não gosto desses bichos não,  trazem má sorte. Bom mesmo é quando o tempo fecha abruptamente e cai uma chuva bem fininha, aí é pancada de peixe pra todo lado :plamas:.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Embora não li tudo na integra , mas concordo com todos democraticamente...acrescento apenas que com o aguaceiro que tem caído dos céus os peixes estão na zona do conforto com tantos nutrientes na água, logo, menos mobilidade e menos ataques.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora