Recommended Posts

          Lembrei hoje, conversando com os amigos. Foi na década de 80, no saudoso rio Paraíba do Sul, velho conhecido do nosso Bome, rio em que tive o prazer de conhecer seus lambaris, mandis e piaus. Deve ter sido em 81 ou 82. Em uma folga nas aulas da faculdade fomos eu e meu pai pescar no rio. Passamos a ponte de Tremembé e paramos o carro no acostamento, descendo em direção às margens. Não lembro se pegamos algo significativo, talvez alguns mandis, mas do que me lembro foi que em determinado momento eu o vi descendo o rio.

          Parecia um remo. Sim. Era um remo. Eu tinha pouco tempo para pensar e quase de imediato recolhi a linha e arremessei para tentar enganchar no dito. Devo ter tentado umas três vezes até que o anzol realmente o enganchou e foi fácil trazê-lo a reboque. Tinha mais de um metro, do tipo feito para se remar de pé no barco.

         Mas era um remo simples, feito de uma única tábua. Desenho clássico, pá pontuda e estreita. Ainda se via restos de tinta verde nele. Impossível descobrir de onde tinha vindo. Poderia ser daquela curva à vista da estrada, poderia ser das cabeceiras centenas de quilômetros rio acima. Quem o teria perdido? Teria sido um naufrágio? Mais provavelmente deve ter escapado pela borda. Ou, deixado fincado na margem, o mesmo escorregou na lama mole e ganhou as águas sem o movimento ser percebido.

       Claro que daquele dia em diante o nobre instrumento não teria com o que se preocupar. Escapou de virar apenas madeira apodrecida perdida em algum meandro. O levei para casa, lixei e pintei novamente de verde. Usei uma que outra vez no barco de alumínio que tínhamos. Mas hoje, ele goza de uma bela aposentadoria. Objeto de decoração, agora apenas embelezando uma parede e trazendo recordações. ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

História muito bacana Mauricio! 

Mas temos um jargão bem conhecido no Pescaki, o qual você deve conhecer: Relato sem foto é boato :assobiando::heh: 

Merecia a foto para acompanhar o relato :joia:

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom, Grande Mauricio! :joia:  E o meu velho Paraíba, que não se revela de primeira, sendo necessário saber conhecê-lo, sempre presenteando os que lhe visitam com os olhos e sentimentos de verdadeiros pescadores! :ok: 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que show Mauricio , tb tive a oportunidade de pescar alguns mandis no Rio Paraíba, na cidade do Bome "Jacacity" para os íntimos .... onde tive o prazer de morar por 14 bons anos ... e onde deixei grandes amigos que conservo até hoje!

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Ricardo Valim disse:

História muito bacana Mauricio! 

Mas temos um jargão bem conhecido no Pescaki, o qual você deve conhecer: Relato sem foto é boato :assobiando::heh: 

Merecia a foto para acompanhar o relato :joia:

Sim, hora dessas tiro uma e posto. ;)

1 hora atrás, Domingos Bomediano disse:

Muito bom, Grande Mauricio! :joia:  E o meu velho Paraíba, que não se revela de primeira, sendo necessário saber conhecê-lo, sempre presenteando os que lhe visitam com os olhos e sentimentos de verdadeiros pescadores! :ok: 

Saudades desse velho rio. ;)

46 minutos atrás, Piner disse:

Que show Mauricio , tb tive a oportunidade de pescar alguns mandis no Rio Paraíba, na cidade do Bome "Jacacity" para os íntimos .... onde tive o prazer de morar por 14 bons anos ... e onde deixei grandes amigos que conservo até hoje!

E tinha uns bem grandes no meu tempo. O perigo era comê-los. Quem tinha coragem? :assobiando:

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bela estória , mas ká entre nós, devolver ! sei quem é o dono, coincidentemente neste meandros dias lá estivemos acampados as margens deste fabuloso rio.

:rotfl2::rotfl2: 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que história legal Maurício! Seimples, mas muito bem contada. :plamas:

PS1: Apoio a ideia do Valim sobre a foto

PS2 Em 1982 você já estava na faculdade?! :blink:Caramba Maurício achei que você era bem mais novo.... (Ou talvez você fosse uma criança prodígio e fez faculdade com 11 anos...) 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Roque Moraes disse:

Bela estória , mas ká entre nós, devolver ! sei quem é o dono, coincidentemente neste meandros dias lá estivemos acampados as margens deste fabuloso rio.

:rotfl2::rotfl2: 

:rolleyes:  :rotfl2:

13 minutos atrás, HugoFreitas disse:

Que história legal Maurício! Seimples, mas muito bem contada. :plamas:

PS1: Apoio a ideia do Valim sobre a foto

PS2 Em 1982 você já estava na faculdade?! :blink:Caramba Maurício achei que você era bem mais novo.... (Ou talvez você fosse uma criança prodígio e fez faculdade com 11 anos...) 

Entrei na faculdade em 1980. Fui a terceira turma de Agronomia. :ok:  Sou cinquentão.

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 minutos atrás, Mauricio. disse:

:rolleyes:  :rotfl2:

Entrei na faculdade em 1980. Fui a terceira turma de Agronomia. :ok:  Sou cinquentão.

Esssa sua fotografia engana bem hehehehe. Cinquentão tá novinho ainda... dá pra pescar pelo menos por mais cinquenta:plamas:

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 minutos atrás, HugoFreitas disse:

Esssa sua fotografia engana bem hehehehe. Cinquentão tá novinho ainda... dá pra pescar pelo menos por mais cinquenta:plamas:

Aumente mais uns vinte. :rotfl2:

  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Parceiros: www.petsEXPERT.pt