Recommended Posts

Fico cá me questionando quando ocorre isto no Tiete, anualmente e sempre em municípios diferenciados, seriam mesmo as algas? a explicação que falta oxigênio não me convence uma vez que na imensidão de agua a proliferação se dá mais nos pontos que não há correnteza, penso que os peixes se deslocariam a procura de melhorias. Outrora o campo produziam com rotatividade de cultura, onde a terra se mantinha como terra, com o canavial o que vejo são extensas áreas de areias, excesso de adubação de subproduto resultante das próprias usinas e calcários, nesta época os campos estão nus com a preparação para plantio ou crescimento nos cortes, com as chuvas esses campos são lavados levando para os riachos ,rios e lagoas todos os excessos colocados na terra. Penso que a cana não só destrói a homogeneidade da terra como também o seu . cCqnykH.jpg

  • Confused 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Roque,

Essas imagens são de Sabino, 39 km da minha pequenópolis ... nesta cidade as culturas principais são cana, tomate, pimentão e agora a soja ... esses dias tem chovido muito e coincidiu com a época de plantio das ultimas 3 culturas. Existe também muito de uma alga verde que fica sob a água, coincidentemente essas algas sempre se proliferam no final do ano ... interessante como existe uma ligação entre plantio e algas no rio né ... não existe nenhuma fiscalização quanto a aplicação de defensivos agrícolas aqui na região ... aliado a isso, ainda existe o descarte dos tratamentos de esgoto da cidade que são liberados diretamente no rio.

Isso não está acontecendo só em Sabino, como as cidades ribeirinhas ao Tiete, Barbosa está do mesmo jeito, ainda sem os peixes mortos, mas a infestação de algas está impedindo até a pesca pra você ter uma idéia.

Foi dado alerta pela defesa civil para que os ribeirinhos não comem peixe algum capturado na região até que seja esclarecida a questão do que está acontecendo com a água.

Triste fim do nosso lindo Tiete que tantas alegrias já me deu por aqui.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A interação entre lavoura e algas é fácil de entender, adubos são jogados nas plantações, a chuva leva parte deles para ribeirões que irão para os rios, fertilizando a água e promovendo a explosão das algas. Durante o dia as algas não competem pelo oxigênio da água com os peixes, porque a fotossíntese faz que ela libere oxigênio, mas à noite se dá o contrário, a alga retira oxigênio da água, resultando em mortandade dos peixes...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
25 minutos atrás, Leandro Francisco disse:

A interação entre lavoura e algas é fácil de entender, adubos são jogados nas plantações, a chuva leva parte deles para ribeirões que irão para os rios, fertilizando a água e promovendo a explosão das algas. Durante o dia as algas não competem pelo oxigênio da água com os peixes, porque a fotossíntese faz que ela libere oxigênio, mas à noite se dá o contrário, a alga retira oxigênio da água, resultando em mortandade dos peixes...

Ainda mais aqui na região em que os canaviais são adubados por avião ... é complicado viu Leandro ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito triste ver a quantidade de peixes mortos.:doubledown:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deve ser a quantidade de nitratos que a chuva leva para o rio. Tristeza. :triste:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Carlos Caffer disse:

Roque,

Essas imagens são de Sabino, 39 km da minha pequenópolis ... nesta cidade as culturas principais são cana, tomate, pimentão e agora a soja ... esses dias tem chovido muito e coincidiu com a época de plantio das ultimas 3 culturas. Existe também muito de uma alga verde que fica sob a água, coincidentemente essas algas sempre se proliferam no final do ano ... interessante como existe uma ligação entre plantio e algas no rio né ... não existe nenhuma fiscalização quanto a aplicação de defensivos agrícolas aqui na região ... aliado a isso, ainda existe o descarte dos tratamentos de esgoto da cidade que são liberados diretamente no rio.

Isso não está acontecendo só em Sabino, como as cidades ribeirinhas ao Tiete, Barbosa está do mesmo jeito, ainda sem os peixes mortos, mas a infestação de algas está impedindo até a pesca pra você ter uma idéia.

Foi dado alerta pela defesa civil para que os ribeirinhos não comem peixe algum capturado na região até que seja esclarecida a questão do que está acontecendo com a água.

Triste fim do nosso lindo Tiete que tantas alegrias já me deu por aqui.

Carlos anualmente isto acontece, no ano passado ocorreu em Arealva e Barra Bonita  agora na tua região. Quando digo que não acredito ser apenas as algas é obvio que deveria estar ao longo de todo o rio e nos demais que desaguam no Tiete. O excesso de plantio da cana e a necessidade de recuperar o solo para replantio da mesma cultura penso ser a causa que contamina a água. Tive uma experiência no meu aquário, faço uso de agua do riacho sempre porém numa ocasião coletei agua após período de chuva quando o campo estava nu...perdi mais de 50 peixes, diariamente retirava vários salvei poucos mesmo com varias trocas da agua de fontes diferentes.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Parceiros: www.petsEXPERT.pt