Mauricio.

Finalmente, uma pescaria

Recommended Posts

Bom, melhor que nada...:rolleyes:

  • Thanks 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E eu achando que o Mauricio falava sério...:rolleyes: que finalmente tinha tirado o pó das tralhas...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eis nestas imagens os únicos e verdadeiros pescadores esportivos no universo da pesca...aqui não há idades todos somos crianças quando chega as festas juninas.:joia: 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ai uma criança vira e fala....pra esta pescaria estou usando uma vara 1 lb de bambu da marca Zeca do lago, uma linha multifilamento da marca Barbante e estou com a camisa xadrex da Monstro 5y kkkkkkkk

Eita diversão boa kkkkkkk 

  • Like 1
  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ainda sou esta criança  meu caro Tanikawa, já sexagenário, na minha simplicidade jamais abandonarei o inicio, mesmo com toda a tecnologia nas mãos

  • Like 2
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Roque! Certíssimo!!!! Saudades da velha pescaria de lambaris nos córregos da cidade onde meu avô morava. Pescaria que realmente nos conectava a natureza de forma simples e direta.

 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pescar é sempre bom, não importa se é raíz, caule ou  folhas :D.  Já experimentei diversas modalidades, mas são os plugs arremessados com iscas artificiais que faz meu batimento cardíaco acelerar, seja pela explosão na superfície ou pelo som da fricção na meia água ou fundo.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Poxa, pensei que vinha um relato de uma jornada no Casqueiro, eh! :coolio: 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Alexandre Fishing disse:

Pescar é sempre bom, não importa se é raíz, caule ou  folhas :D.  Já experimentei diversas modalidades, mas são os plugs arremessados com iscas artificiais que faz meu batimento cardíaco acelerar, seja pela explosão na superfície ou pelo som da fricção na meia água ou fundo.

Pescar pra mim amigo Alexandre é um pouco mais que o esporte. Traz lembranças de mais décadas de pessoas amadas como meu avô e alguns tios (que não estão mais entre nós), que se não pescavam, sentavam-se a beira dos riachos torcendo pela fisgada de um grande lambari  e lugares que não existem mais, muitos deles assoreados pelo pastoreio e pela erosão. Também adoro pescar com artificiais, inclusive sou da época em que o Dr. Maurício Hu  batia carteirinha na APIA aqui em S.Paulo kkkkkk e que éramos até motivo de piadas na beira dágua por ficar arremessando um peixinho de madeira ou uma minhoca azul de plástico kkkkkk num texas rig qualquer.

Que tinha muito robalo no mangue, que tinha Bass nas represas daqui....., e acredite, tinha até tabarana na atualmente poluída Represa Guarapiranga que abastece a cidade.

E concordo, muito bom pescar, escutar a fricção cantar, acertar o local do arremesso....

Grande abraço.e boas pescarias.

 

 

  • Like 1
  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
35 minutos atrás, Tanikawa disse:

Pescar pra mim amigo Alexandre é um pouco mais que o esporte. Traz lembranças de mais décadas de pessoas amadas como meu avô e alguns tios (que não estão mais entre nós), que se não pescavam, sentavam-se a beira dos riachos torcendo pela fisgada de um grande lambari  e lugares que não existem mais, muitos deles assoreados pelo pastoreio e pela erosão. Também adoro pescar com artificiais, inclusive sou da época em que o Dr. Maurício Hu  batia carteirinha na APIA aqui em S.Paulo kkkkkk e que éramos até motivo de piadas na beira dágua por ficar arremessando um peixinho de madeira ou uma minhoca azul de plástico kkkkkk num texas rig qualquer.

Que tinha muito robalo no mangue, que tinha Bass nas represas daqui....., e acredite, tinha até tabarana na atualmente poluída Represa Guarapiranga que abastece a cidade.

E concordo, muito bom pescar, escutar a fricção cantar, acertar o local do arremesso....

Grande abraço.e boas pescarias.

 

 

Eita! Isso foi na década de 80, kkkkk. Rua Berta, Vila Mariana. Era perto de casa e eu ia a pé. Abria um dia da semana. Era mantida por meia dúzia de aficionados, que bancavam o aluguel e as despesas, pois mensalidades mesmo saía pouco. Se você foi nessa época, deve ter me visto por lá, junto com o Waldyr, outro doido. A APIA foi mesmo um lugar de aprendizado. Me encarregaram, à época,  de recepcionar os visitantes e lhes mostrar os vídeos de pesca.  Hoje, na TV a cabo passa de montão. Consegui comprar vara e carretilha de pesca adequados depois de algum tempo, mas enquanto isso usava o que eu tinha no rio Itanhaém, com iscas compradas do Gregório e conseguia pegar uns robalos mesmo assim. Lembro que meu pai ficou admirado pois ele só usava iscas naturais. :joia:

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Tanikawa disse:

Pescar pra mim amigo Alexandre é um pouco mais que o esporte. Traz lembranças de mais décadas de pessoas amadas como meu avô e alguns tios (que não estão mais entre nós), que se não pescavam, sentavam-se a beira dos riachos torcendo pela fisgada de um grande lambari  e lugares que não existem mais, muitos deles assoreados pelo pastoreio e pela erosão. Também adoro pescar com artificiais, inclusive sou da época em que o Dr. Maurício Hu  batia carteirinha na APIA aqui em S.Paulo kkkkkk e que éramos até motivo de piadas na beira dágua por ficar arremessando um peixinho de madeira ou uma minhoca azul de plástico kkkkkk num texas rig qualquer.

Que tinha muito robalo no mangue, que tinha Bass nas represas daqui....., e acredite, tinha até tabarana na atualmente poluída Represa Guarapiranga que abastece a cidade.

E concordo, muito bom pescar, escutar a fricção cantar, acertar o local do arremesso....

Grande abraço.e boas pescarias.

 

 

Depois que vir para Pederneiras , Sr. Tanikawa achei essa alegria , tenho meu riachinho publico que passa dentro da cidade embora seja limpo, contaminação somente das ruas ,... me desloco para o canavial onde me reencontro na simplicidade que ora  estamos evidenciando. quando vou para casa em São Paulo região do Capão Redondo, dos muitos locais do passado hoje me resta o rio São Lourenço, nos municípios de São Lourenço/Juquitiba pela BR 116...ali eu e o compadre nos entremos entre uma lasca de carne assada no improviso e uma bicada na branca e na loira gelada enquanto ficamos atentos na expectativa desse:- o maior lambari afundar a boiazinha... voltamos ao principio de tudo como criança! 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Mauricio. disse:

Eita! Isso foi na década de 80, kkkkk. Rua Berta, Vila Mariana. Era perto de casa e eu ia a pé. Abria um dia da semana. Era mantida por meia dúzia de aficionados, que bancavam o aluguel e as despesas, pois mensalidades mesmo saía pouco. Se você foi nessa época, deve ter me visto por lá, junto com o Waldyr, outro doido. A APIA foi mesmo um lugar de aprendizado. Me encarregaram, à época,  de recepcionar os visitantes e lhes mostrar os vídeos de pesca.  Hoje, na TV a cabo passa de montão. Consegui comprar vara e carretilha de pesca adequados depois de algum tempo, mas enquanto isso usava o que eu tinha no rio Itanhaém, com iscas compradas do Gregório e conseguia pegar uns robalos mesmo assim. Lembro que meu pai ficou admirado pois ele só usava iscas naturais. :joia:

Viu como o mundo é pequeno Sr. Mauricio!...como é bom e gostoso sermos surpreendidos nesses relatos que nos marcam positivamente...nem precisou de padre para sabermos do intimo revelado com o tempo, bastou abrir o baú de relíquias, nesses tempos as dificuldades foram nossa sala de aula, hoje o mundo tecnólogo copia para ensinar aquilo que a medida revelamos.   

  • Like 1
  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É de fato muito prazeroso uma pescaria mais tranquila com uma varinha de mão e uma latinha com minhoca. Só não sinto tanta saudade porque nunca a abandonei completamente.

 

  • Like 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Alexandre Fishing disse:

E de fato muito prazeroso uma pescaria mais tranquila com uma varia de mão e uma latinha com minhoca. So nao sinto tanta saudade porque nunca a abandonei completamente.

 

Eu então nesse paraíso que é a sua região grande Alexandre, só queria os lambaris...fico cá imaginando a carne queimando porque não conseguia eu nem largar a varinha para saboreá-la.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 horas atrás, Domingos Bomediano disse:

Poxa, pensei que vinha um relato de uma jornada no Casqueiro, eh! :coolio: 

Não deixa de ser grande Bone, como nosso amigo postou noutro tópico , a falta de tempo o fez valer uso deste recurso no Ap mesmo.

  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Roque Moraes disse:

Eu então nesse paraíso que é a sua região grande Alexandre, só queria os lambaris...fico cá imaginando a carne queimando porque não conseguia eu nem largar a varinha para saboreá-la.

Vou atrás deles em breve Roque, tem um córrego uns 7 km daqui chamado castata, lá tem uns lambaris normes. Como minha paixão são as artificiais vou levar meu kitzinho de tenkara improvisado com linha de fly e lançar umas mosquinhas pra atiçar os bichos.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, Tanikawa disse:

Ai uma criança vira e fala....pra esta pescaria estou usando uma vara 1 lb de bambu da marca Zeca do lago, uma linha multifilamento da marca Barbante e estou com a camisa xadrex da Monstro 5y kkkkkkkk

Eita diversão boa kkkkkkk 

Nos anos 70 caminhava uns dois km até o ponto de onibus , varinhas de bambus de até dois mts ou mais, onibus lotado varinhas ao alto até chegar a porta traseira, descia antes de chegar no Embu-Guaçu, na ida todo limpinho e organizado com as tralhas, na volta, sujo e atrapalhado com as tralhas sempre levado numa sacola de feira, nunca faltou carne, linguiça e pao..voltava sujo, onibus lotadíssimo de rapaziada indo para os namoros de sabadão, quando entravamos ...rapidinho abriam-se o corredor para os sujos passarem com as varinhas elevas acima da cabeça...e vamos nós! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 09/06/2019 at 12:21, Alexandre Fishing disse:

É de fato muito prazeroso uma pescaria mais tranquila com uma varinha de mão e uma latinha com minhoca. Só não sinto tanta saudade porque nunca a abandonei completamente.

 

Teve uma época amigo Alexandre, que eu usava capa de fio vermelho no anzol e algumas miçangas, arremessadas em linha na latinha de guaraná para pegar tilápias kkkkk Acho que era uma forma pré histórica de baitcasting kkkkkk 

Aqui na Capital, tive de deixar de pescar da forma mais artesanal por força da violência na beira das represas que cercam o ABCD (Guarapiranga e Billings) kkkkkk

Mas com certeza, o que vale é pescar!

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 09/06/2019 at 12:48, Roque Moraes disse:

Nos anos 70 caminhava uns dois km até o ponto de onibus , varinhas de bambus de até dois mts ou mais, onibus lotado varinhas ao alto até chegar a porta traseira, descia antes de chegar no Embu-Guaçu, na ida todo limpinho e organizado com as tralhas, na volta, sujo e atrapalhado com as tralhas sempre levado numa sacola de feira, nunca faltou carne, linguiça e pao..voltava sujo, onibus lotadíssimo de rapaziada indo para os namoros de sabadão, quando entravamos ...rapidinho abriam-se o corredor para os sujos passarem com as varinhas elevas acima da cabeça...e vamos nós! 

KKKKK ia no Embu Guaçu atrás dos lambaris Roque? Talvez a gente tenha se esbarrado em alguma pescaria kkkkkk

Verdade....pesquei bastante usando a "condução" (forma popularesca de falar ônibus) kkkkkkk E realmente, acho que se fosse hoje a turma ia nos linchar dentro do ônibus.

Bons tempos kkkkkk 

Grande abraço!

  • Thanks 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 09/06/2019 at 09:58, Mauricio. disse:

Eita! Isso foi na década de 80, kkkkk. Rua Berta, Vila Mariana. Era perto de casa e eu ia a pé. Abria um dia da semana. Era mantida por meia dúzia de aficionados, que bancavam o aluguel e as despesas, pois mensalidades mesmo saía pouco. Se você foi nessa época, deve ter me visto por lá, junto com o Waldyr, outro doido. A APIA foi mesmo um lugar de aprendizado. Me encarregaram, à época,  de recepcionar os visitantes e lhes mostrar os vídeos de pesca.  Hoje, na TV a cabo passa de montão. Consegui comprar vara e carretilha de pesca adequados depois de algum tempo, mas enquanto isso usava o que eu tinha no rio Itanhaém, com iscas compradas do Gregório e conseguia pegar uns robalos mesmo assim. Lembro que meu pai ficou admirado pois ele só usava iscas naturais. :joia:

Eu sou primo do Mauro Inoue kkkkk que batia ponto lá kkkkkkkk

Eu mesmo, só ouvia os causos que ele contava e ficava babando vendo as rapalas que imitavam lambari kkkkkk

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, Tanikawa disse:

KKKKK ia no Embu Guaçu atrás dos lambaris Roque? Talvez a gente tenha se esbarrado em alguma pescaria kkkkkk

Verdade....pesquei bastante usando a "condução" (forma popularesca de falar ônibus) kkkkkkk E realmente, acho que se fosse hoje a turma ia nos linchar dentro do ônibus.

Bons tempos kkkkkk 

Grande abraço!

Certamente Sr. Tanikawa, certamente. inicialmente na ponte saindo para os bairros Cipó/Parelheiros e antes da cidade no bairro Val Flor durante mais de três décadas , além de vez ou outra a exploração de outros locais... Infelizmente tudo acabado pela poluição e a marginalidade que depenam os veículos deixados a poucos metros. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou me lubrificando nas juntas com WD40, sabadão promete temperatura aquecida:smiley-sport041:, meu riachinho me espera! ontem fui buscar agua para o aquário, bom nível e transparência, bom antes de chuva e contaminação dos agro no canavial.:ok: 

  • Like 1
  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


Parceiros: www.petsEXPERT.pt