Ir para conteúdo

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 08/22/21 in all areas

  1. Pessoal na atual situação onde tudo está subindo de preço eu testei esse protetor solar + repelente um ótimo custo&benefício em torno de R$25~R$27 e só achei em lojas de ferramentas e construção civil. -Não fica melado e escorrendo. -Não tem cheiro forte,segundo a esposa tem um leve cheiro parecido com creme Nivea. A esposa e filhas também se renderam pelo produto barato de trabalhador braçal tudo porque tem repelente junto com a composição do protetor solar,fica a dica.
    4 points
  2. Muito legal a dica! E deve funcionar bem melhor que outros conhecidos. Esse lance de EPI é muito interessante; quando eu tava procurando um óculos pra mountain bike, somente pra proteger os olhos de insetos, poeira, essas coisas, eu vi um tanto de modelos de marcas variadas, com preços que iam de 60 reais a até quase 200 pilas! Fui em uma loja de EPI e comprei um muito parecido com os que vi, com proteção UV e que me custou a fortuna de R$ 19,90!!! Já o uso há cerca de um ano e meio e continua como novo, lentes sem manchas, me protegendo e sem incômodo algum ou desgaste. Sem contar que esse é todo preto, discreto, ao passo que os que eu vi eram coloridos, horrorosos... Daqueles que o caboclo sai pra andar de bicicleta parecendo uma mula de mascate, cheio de coisa chamando a atenção.
    4 points
  3. Tentou passar despercebido, mas não teve jeito. Ouviu do grupo sentado na mesa do bar: - Osvaldo? Não teve jeito. De certas coisas ninguém escapa e uma delas é ser reconhecido por um grupo barulhento de mesa de bar. - Cara! Vem cá, meu. Onde é que você estava, sumiu por meses! - Bem, eu estava fazendo um serviço pela firma. Me mandaram para um lugar distante, uma ilha nos mares do Pacífico Sul. - E..? - Bom, era um lugar muito atrasado. Mas os nativos eram amistosos. Depois de um tempo, eles começaram a me convidar para as festas locais. Eu sempre tentei me integrar nos grupos e acho que eles gostaram de mim. Até que acabou que eles me convidaram para um ritual antiquíssimo. - Conta aí! - Bem, o ritual consistia em um banquete, onde todas as virgens da aldeia tinham de comparecer e dançar. Elas não eram acostumadas a usar muita roupa, praticamente uma saia e um tapa seios de palha. Até que a mais bela delas começou a dançar na minha frente. Ela tinha um corpo incrível. Morena, cabelos negros e longos, quadris largos, seios que parecia montanhas. E conforme a música aumentava de ritmo ela começou a ficar cada vez mais frenética. Então ela me puxou pelas mãos até o centro e começou a tirar as peças de roupa, uma a uma. Primeiro os tapa seios. Depois o saiote. Depois ela me olhou bem no fundo dos meus olhos e me empurrou para a esteira que estava no chão. - E AÍ!!!! - Bem, nada demais. Pegamos ela e jogamos em um vulcão.
    3 points
  4. Eu não sabia onde enquadrar esse post, pois tem de tudo, pescaria em água doce e salgada/salobra, dependendo da maré, e também tem dica de passeio, mostrando informações sobre o local. O vídeo dessa semana é de uma pescaria e passeio em um local muito pitoresco: Ilha do Mauricinho, em Itanhaém! São 2 vídeos em 1 - na primeira parte a pescaria, e na segunda parte mostro a ilha, cardápio, informações etc! Ficou grande, com 24 minutos, mas existe a possibilidade de assistir em velocidade até 2x, vá nas opções do player. Também dividi em capítulos, basta ver na descrição do vídeo qual parte deseja assistir. Falando aqui da pescaria, um ótimo local pra brincar de material UL, com pequenos plugs, batem saicangas, robalos e xareletes. Na isca natural grande chance de pegar bagre, mas tem até tilápia e amborê. Melhores dias pra ir são durante a semana, pois fds a partir do meio dia tem muito movimento de pessoas e jet ski, mas eu pesco assim mesmo rs, Divirta-se com essa historinha, abraço!!!
    3 points
  5. Faaala Tanikawa, eles já estão acostumados com a barulheira rsrsrs, claro que seria melhor sem o movimento. Qualquer hora vou tentar pescar mais lá pra barra, mas gosto mais ali dos flutuanes. Saiu agora um Familia Nakamura como Tatem. tem o Guia Bruno Oliveira e o Wallace também. Valeu, abraço!!! Fala Mauricio, elas estão por lá, inclusive ali no Rio Preto, passando o Country Club, o pessoal tem pego umas grandes, veja o canal Pesca Com a Gente 2, no youtube, tem vários vídeos pegando tilápias lá, e elas se adaptam muito bem à salinidade, aqui em Santos elas estão na água salgada já, e já invadiram os riozinhos pé de serra como Jurubatuba, Quilombo etc! Olha essa que peguei faz uns meses lá no Mauricinho, abraços! Muito Obrigado, Bomediano, abraços!!!
    3 points
  6. É chamada truta marrom na Argentina e no Chile chamam de truta Fario. É muito desejada sua captura, mas não tem a esportividade de uma truta arco-íris, que salta muito mais e dá largas corridas.
    3 points
  7. Ele é o meu gato. Ele está em cima do sofá agora, lambendo as patas e fingindo que nada ao seu redor o atinge. Parece um gato normal. Olhando daqui, eu diria que é um gato normal. Mas ele não é. Ele nunca me enganou: ele é um gato que fala. Não que eu o tenha ouvido alguma vez. Ou que ele tenha contado para mim a história de sua vida. Ou que tenha comentado a Ilíada. Ou uma ocorrência na rua. Ou que ele tenha apenas uma, e uma única vez, me dito bom dia quando eu acordei. Ele nunca demonstrou para mim mais do que alguns miados. Miados fingidos, eu sei. Afinal, ele é um mestre da farsa. Pois eu sei que ele é um gato que fala. Mas também sei que é um gato com senso de ridículo. Quero dizer, ele não se esconderá de olhares quando usar a caixa de areia. Ou até se ele não a usar, como sói. Mas ele nunca irá me dar o prazer ou a surpresa de eu o ouvir dizer: - O que está olhando? Porque ele é um gato com um extremado senso de ridículo. E o que seria mais ridículo do que ouvir o seu gato conversar com você? Valeria realmente a pena para ele provocar o próprio dono (se é que os gatos consideram ter donos) ? Valeria a pena ver o rosto de surpresa, espanto e, por fim, uma idiota alegria na cara daquele que se sabe possuidor de semelhante raridade? Ou que, mais provavelmente, já chegou ao fundo do poço da esquizofrenia? Não, ele nunca faria isso. Ele tem bom senso. Eu acho. Mas ele é um gato que fala. Sem dúvida ele se entregaria se minha vida fosse diferente. Se a vida de todo e qualquer ser humano não fosse essa confusão de certezas, desesperos, alegrias, tristezas, céu e inferno, o fundo do poço e o alto da montanha. Uma loucura. Então, por que ele se daria ao trabalho de conversar com malucos? Por que não apenas soltar alguns miados quando se está com fome, ou quando se quer uma carícia, ou apenas quer ficar no meu colo enquanto eu digito mensagens curtas, bobas, divertidas e inúteis no celular? Já tentei falar com ele. Parei logo no começo da idéia. Afinal, me senti ofendido. Se ele nunca iria me responder mesmo podendo fazer isso, porque eu teria que me humilhar dessa forma? Não teria eu algum senso de justiça restando nesta carcaça velha? E, afinal, o que ele poderia me dizer? Que eu estou gastando a minha vida esperando por coisas que nunca se realizariam? Ele olharia bem no fundo de meus olhos e me perguntaria: - O que você está fazendo? Se eu preferia não ouvir conselhos nem de meus próprios semelhantes o que diria de um simples gato? Afinal, por terem vindo de tão inusitada fonte eu daria mais ouvidos? Eu diria: - Mas que milagre!, e por aí eu valorizaria tanto a ocorrência que mudaria minha vida? Aplicaria meu dinheiro nas ações recomendadas? Me divorciaria e escolheria outra mulher? Viajaria para lugares indicados? Venderia meu carro? Ou mais provavelmente, depois de um espanto inicial, olharia para o teto e pensaria, rindo: - Um gato que fala! Mas o que sabe um gato? Bom, vamos ver o que tem na geladeira. E ele por fim se calaria, definitivamente, em um ambiente repleto de olhares de desprezo e insignificância. Um esforço inútil. Eu continuaria sempre com meus próprios erros, sempre minhas próprias idéias. Sim, por que ele perderia seu tempo? Uma ida à caixa de areia seria muito mais proveitosa. Estamos nos olhando agora, neste momento. Não, você não me engana. Eu sei que você fala. Ele nem precisa me dizer o que acha de mim. Não pararia de rir por pelo menos cinco minutos. Então eu o olharia no fundo daqueles olhos de pupilas fendidas e lhe diria: - Nem perca seu tempo. 30/08/2021
    3 points
  8. Que escorpião? O bicho aguenta muito tempo sem comer nada, mas o que estava no bolso dele já morreu de fome a uns 15 anos atrás, nem traça o coitado encontrou para comer!
    3 points
  9. Caramba Maurício! Falta colocar um motor kkkkkkkkk Quer comprar, vendo o meu barquinho... modelo Lego Chinês, ano 2018.
    3 points
  10. Há 30 anos atrás o Pearl Jam lançava sua obra prima "Ten". Três décadas depois esse álbum ainda poderia ser lançado hoje que faria muito sucesso! Não se vê todo dia um álbum de estréia nesse quilate... Minha preferida deles é "Even flow" (o que é aquela linha de baixo???? ), mas a música de abertura é uma porretada no queixo pra quem ouve pela primeira vez esse sensacional trabalho: E pra não perder o ritmo, minha preferida: Amigos @Domingos Bomediano, @GMarux, @Armando Ito... isso é soundtrack pra pescar anchova de pencil popper no mar batido!
    3 points
  11. Esqueceu o dínamo para a luz!
    2 points
  12. Mas como é que o caboclo foi lembrar duma coisa dessa???
    2 points
  13. Se não soubesse, não tinha comentado (agora eu entreguei a idade também)!
    2 points
  14. Nessa ilha passa barco toda hora mesmo. Mas sempre saem alguns peixes interessantes. Agora, tilápia no rio Itanhaém para mim é novidade...
    2 points
  15. Caramba Danilo, eu já almocei lá kkkkk mas pegar no plug um robalinho nos trapiches, é de pasmar. Quando passa embarcação assusta bastante os peixes lá kkkkkkkk Sinal que o trabalho do plug foi bastante efetivo !!!! Parabéns. Eu levei meu barco para Itanhaém. Estão saindo bons peixes por lá, principalmente pescadas grandes! Mas saem pevões de porte muito bom. Para os amigos que se interessem por pescaria lá : pescacombill.com.br (O Bill tem uma operação lá, saindo da Marina São Pedro) tem os guias Tatem e o Passarinho também. Grande abraço a todos!
    2 points
  16. Boa noite pessoal, Há tempos vejo alguns videos no youtube de cameras de trilha, eu como pescador sempre vi alguns rastros nos locais que costumo pescar e como não entendo nada de nada de rastro de animais, sempre fiquei pensando o que poderia ser. Criei coragem e comprei uma camera de trilha para tentar saber quais animais frequentam o local que costumo pescar na minha ausencia. Irei armar ela ainda, pois ainda estou aprendendo a mexer nela e escolhendo qual seria as melhores configurações para gravação. Se alguém souber como camuflar ela melhor me avisa e se tiver algum dica, fico agradecido. Fiz esse video para mostrar o menu dela.
    2 points
  17. ...mas neste cara está faltando Bome, olha só quantas "coisinhas" ele tem para batucar, quantos os normais tem apenas tres ou quatro instrumentos
    2 points
  18. Bravissímo! Procuro reler as revistas de pescas antigas que possuo, com isso, sempre vejo algum detalhe que passou desapercebido e também quando posso, sempre escuto atentamente o quadro de Rubens Almeida Prado da Fish TV, na verdade, me encanto com qualquer coisa que é feita com arte e capricho, não jogo pedras nos apelos comerciais, pelo contrário, eles são excelentes e gosto de vê-los, mas somente uma uma vez!
    2 points
  19. Penso que a criança apenas descarrega o strees acumulado pela vivencia com os adultos que são insuportaveis quanto ao respeito a individualidade de cada um, inclusive de uma criança.
    2 points
  20. Instinto incendiário?
    2 points
  21. Normal nessa idade,eu colocava fogo nos meus carrinhos.
    2 points
  22. É necessário que todo homem tenha pelo menos um lugar para onde ir... Pois há momentos em que é absolutamente necessário ir pelo menos a algum lugar! Mas é inevitável parafrasear Dostoevsky: "As vezes, é difícil suportar a felicidade de um homem...."
    2 points
  23. KKKKK Então... a coisa foi quente kkkkkkkkkk
    2 points
  24. Que relato bacana. Eu tive alguma sorte para ver bichos, mas quase todos na infancia, já tenho meus 40 anos e a maioria dos bichos que vi foi a mais de 30 anos com meu finado pai, quando pescavamos de barranco em mata fechada. Entre eles, cobras, irará, tatu, tamandua mirim com filhote nas costas, veado, jacaré, cachorro do mato, lobo guará, cutia, ariranha, capivaras, muitos macacos prego e até vi um urutau, que ficava imovel em uma arvore. A primeira onça que vi na vida foi uma pantera(onça preta), cruzou a pista na beira de pequeno rio, foi nas eleições de segundo turmo de 2018 por volta das 16hs, já tinha visto rastro na beira do rio que meu pai mostrava na infancia, mas somente com 38 anos que vi essa por alguns segundos cruzando a pista, estava sem coleira de GPS. Quase todos os bichos a decadas eu nunca mais vi, ficando apenas na lembrança, vejo raramente algum veado hoje em dia e algum bando de capiravas. Triste essa situação, de extinção real das especies. Essas capivaras só vejo por causa de um drone que comprei, se alguém tiver curiosidade eu posso postar no canal do youtube a filmagem, alias eu fico caçando bicnhos com o drone, fico voando baixo na mata e tentanto achar algum, mas se restou algum ainda, ele devem se esconder com o barulho do drone.
    2 points
  25. Já vi alguns videos no Youtube de pesca de trutas arco-íris e esta marrom na região do National Parks Lago Puelo e do parque Los Alerces, do magnifico ao surreal.
    2 points
  26. 2 points
  27. Se for aquele aborrecente que citei no tópico, não tenho duvida Bome, além de aguçar minha intuição como pescador, esse gato falante com esse amor desinteressado...hummm, aguarde que logo saberemos o resultado desse vicio oculto.
    2 points
  28. Fred deve ser vicio incorporado. certamente quando ele era um aborrecente, as menininhas da escola o chama de gatinho.
    2 points
  29. Parabéns mestre literário, sempre nos alardeando com insigth prazeirosos...mas cá entre nós: - se esse gatinho estiver gordinho...huuum! jã pensou ele falando...vai me lembrar a letra do raul seixas - metro linha 743 onde o trecho diz : quem será esse desgraçado dono dessa zorra toda...essas são as palavras pensadas pelo cerebro ao ser servido ao vinagrete.
    2 points
  30. 2 points
  31. comprou?...noutros relatos tu demonstra se "munheca" e lego é muito caro, ou ganhou antecipadamente o dia das crianças.aniversário,indendence day...
    2 points
  32. Comprou, mas não veio completo... tem de complementar com o motor de popa e o elétrico, uai!
    2 points
  33. Vamos viajar no som de Andy Timmons? @Domingos Bomediano @GMarux @Armando Ito @Roque Moraes
    2 points
  34. Maurício, Parabéns. Seus textos estão cada vez melhores! Abs
    2 points
  35. Obrigado por mais esta pérola Maurício!
    2 points
  36. hehehehe... amigo Roque, eu estou mais pro lado do Bomediano: tem é que sobrar... já tentou alguma vez brincar numa bateria de verdade? Eu já, e afirmo que ao mesmo tempo que é (pra usar uma palavra da moda) empoderador, é muito mais intimidador ainda! Encaixar o quadril numa posição ergonômica, pegar nas baquetas com o mínimo de técnica e elegância, acertar o tempo entre pedais de bumbo e contratempo, um simples rufar de caixa quase ao mesmo tempo em que bate de leve num prato de condução... Vou te falar: eu fui mal, bem mal... apesar de ter ouvido do próprio amigo baterista dono do instrumento que maltratei que eu levava jeito. Tocar um instrumento desses exige coordenação, ritmo, ouvido apurado e muita técnica pra aguentar duas horas de apresentação. É por essas e outras que bateristas do naipe do Neil Peart (que tocava durante 3 horas em média por show) são raros, alcançar a técnica e potência que esses músicos alcançam não é pra qualquer músico. Mas, entendi o que quis dizer e creio que no fim das contas é o mesmo que eu escrevi acima: é para poucos! Por isso sou um eterno admirador confesso da destreza do Neil Peart! Vejam esse vídeo de um show de 2015 (da turnê de despedida dos palcos da banda), pouco antes de Neil descobrir o câncer no cérebro que o levou embora no início de 2020. Essa música é "Subdivisions", do álbum "Signals", de 1982, e que foi a que me fisgou como fã de Rush quando eu tinha 12 anos, ouvindo o disco novinho, que veio importado para um amigo do meu irmão. A filmagem é do show ao vivo, mas antes da música começar, o editor do vídeo inseriu a música original de estúdio, pra mostrar como o Neil era um verdadeiro relógio suíço em termos de precisão. Ele "zera" a música sem errar uma nota sequer!!! Era quase sobre-humano o que ele fazia na bateria... Por isso, recebeu o apelido de "The Professor". Um monstro criativo que infelizmente partiu cedo.
    2 points
  37. Ou, pelo contrário, o que estaria sobrando, grande Roque
    2 points
  38. Maurício, você já percebeu que nas pescarias que passamos os maiores perrengues são as que mais lembramos? Parece que aquelas que dá tudo muito certo não tem graça!
    2 points
  39. Muito bom mesmo, Grande Fred! Uma soundtrack para enfiar o pé no acelerador de um carrão mundão afora também rssss
    2 points
  40. Acho as músicas deles muito longas, sempre. E não gosto quando tem vocais... Já do Liquid Tension eu gosto, por terem músicas menos longas e somente instrumentais. Mas são muito feras!
    2 points
  41. Grande Fred, Realmente a competência é inegável e o som é bem legal! Eu gosto!
    2 points
  42. Por isso mesmo é que tenho medo de ficar velho, saber de cor os medicamentos é preocupante em partes, pois pelo menos o "alemãozinho" ainda não agiu! Prefiro saber das marcas de cerveja, por enquanto!
    2 points
×
×
  • Criar Novo...