Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation on 18-02-2013 in all areas

  1. 1 point
    Olá amigos ! Quem pratica a Pesca de Arremesso ( Praia ) sabe o quão é detalhada esta modalidade ! A quantidade de variáveis a determinar são inúmeras como: em que distância o peixe está, tipo de isca que ele quer, modelo e tamanho do anzol, comprimento e altura da pernada, entre tantas outras ... Porém são esses detalhes que tornam a modalidade tão fantástica! Então venho apresento-lhes um "Abecedário" da Pesca de Arremesso, mostrando as iscas mais utilizadas, os modelos de anzóis, acessórios, caniços, molinetes, montagens, linhas, etc ... Vamos começar por algo que faz totalmente o diferencial na pescaria, a isca ! Pois o peixe não vê vara, molinete, nem a cara do pescador. ISCAS mais utilizadas ! Camarão (a isca universal): Existem inúmeras espécies deste Crustáceo, como o Branco, Sete Barbas, Ferrinho e Pitú. São usados principalmente mortos, mas os vivos também apresentam resultados expressivos, principalmente com o Robalo. Iscada : retire toda sua casca ( compre ele com casca e cabeça) e corte em dois pedaços, gerando duas "postas". Depois corte a posta pela metade, gerando 4 "filezinhos". Pode-se usar esse filé inteiro ou dividi-lo em até 3/5 iscas. Corrupto : Crustáceo capturado na beira da Praia com o auxílio de uma bomba de sucção durante a Maré Baixa. Uma isca formidável, principalmente para as grandes capturas. Ele pode ser usado vivo, desidratado, inteiro ou em pedaços. Iscada: esse tópico do Vladimir Ferreira será muito mais esclarecedor do que qualquer explicação - http://www.Pescaki.c...42781-corrupto/ Tatuí ou Tatuíra : também é um Crustáceo capturado na beira da Praia, mas este não necessita de nenhum tipo de "apetrecho", pode ser capturado com as mãos. Deve-se observar a volta da onda, pois nesse momento eles se enterram na areia, cava-se com a mão e retira-os. Iscada : também é um pouco complicado de explicar, novamente indico o tópico do Vladimir Ferreira - http://www.Pescaki.c...tui-ou-tatuira/ Sarnambi: recebe outros nomes como sernambi, moçambique, dente de cavalo, etc ... Para sua captura basta esperar a onda descer e os pegar na areia. Iscada : quebre a concha (cuidado para não se machucar) e tire a "lesminha" . É só passá-lo 2x no anzol e se quiser passe o elastricot. Existem outras iscas utilizadas, como Sardinha, Lula, Filé de Peixe, etc ... Porém não são muito utilizadas. Vamos para outro item que faz todo o diferencial, pois ele terá que fisgar sozinho o peixe. Modelos de ANZÓIS mais utilizados ! Maruseigo : um dos modelos mais utilizados, principalmente pelos iniciantes na modalidade. Possui uma curvatura diferenciada do anzol tradicional. Recomendo os tamanhos 6,8,10 e 12. Akita Kitsune : Recomendo os tamanhos 3,3.5,4,5,6,7,8,9. VMC : um modelo mais difícil de encontrar, que utilizei com sucesso na SOJOPA 2013. Indico as lojas de pesca em Joinville/SC. Recomendo os tamanhos 10,12,14. Hansure : outro modelo também muito utilizado, principalmente em competições. Tamanhos: 2,4,6,8,10. Shiro Kitsune : Recomendo os tamanhos 10 ,9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1 e até mesmo o 1/0 (pesca de lazer ). Recomendo os anzóis da Gamakatsu, Sasame, Owner e Marine Sports. Modelos de Chumbadas mais utilizados ! Este objeto é "responsável" por levar a isca ao ponto desejado. Pirâmide : Uma ótima opção para a beira, onde existe a forte ação das ondas. Para longos arremessos não funciona, pois não é aerodinâmico. Pião : ótimo modelo, pois garante boa fixação e não cria resistência na hora de recolher como a Pirâmide. Na minha opinião é o melhor modelo de chumbada. Beach Bomber : modelo totalmente Aerodinâmico que garante longos arremessos e boa fixação. Ele pode ou não possuir haste.. Chumbo com Garra : modelo usado somente em ocasiões "especiais", como : ventos fortíssimos, muita correnteza lateral, etc ... O tempo que nenhum pescador gosta. Existem infinidades de modelos, mas com os citados você não terá problemas. Agora vamos a outro item de extrema importância, a LINHA ! Atualmente as linhas de pesca apresentam uma grande tecnologia, mesmo com bitolas super finas são resistentes. Há pescadores que usam Monofilamanto, Multifilamento ou até mesmo a "mistura" entre as duas, a Nanofil. Mas o mais importante, é que seja uma linha de baixa bitola, extrapolando em 0,25 mm. "Mas o por que disso ?" Para que a linha não crie resistência no ar, ganhando mais distância nos arremessos e garantirá uma sensibilidade muito maior do que teria, por exemplo, com uma linha 0,35 mm. A linha fina também resulta em baixa resistência na água, fazendo com que a linha não "corra" lateralmente e nem venha para a beira. Vou deixar a sugestão de algumas linhas com excelente custo x benefício. Monofilamento : S Force XPS - Trabucco, SS - Maruri, Red Dragon - Colmic. Multifilamento: Power Pró, Berkley e Triumph. Nanofil : Berkley. Temos outro item que também entra nessa categoria de linhas, o Arranque ! Ele nada mais é do que 10/15 m de linha mais grossa na ponta, para que linha principal não arrebente quando o arremesso for efetuado. Também auxilia na captura de grandes peixes, pois a briga na beira sempre é maior. Existem arranques hoje em dia que começam, por exemplo, em 0,20 mm e ele acaba em 0,52 mm, ou seja, uma linha cônica. Ele é indicado para quem quer alcançar grandes distâncias. Vou deixar algumas sugestões de arranques já prontos e de linhas para fazê-los. Monofilamento : Super Raiglon. Arranques Cônicos : Speed Master – Shimano, T Force XPS – Trabucco, e mais em conta temos o da Asso. Linha Cônica : Taper Line XPS – Trabucco Nós para União : Nó de Sangue, Albright ou Double Albright ( principalmente para Nanofil). Agora vamos falar do “material” ! CANIÇOS ! É, na minha opinião, o material que mais “sofre” na Pesca de Praia ! Pois ele tem que suportar fortes arremessos com chumbos para mais de 100 gr e também são bastante forçados durante o recolhimento. O seu tamanho varia entre 3,3 m e 4,5 m. A escolha do tamanho da vara depende de muitas variáveis, como : em que tipo praia será a pescaria ( rasa ou tombo ), em que distância pretende pescar ( beira, média distância ou “lá fora” ), entre outras. Outro fator importante na escolha de uma vara, é o seu Casting, ou seja, sua capacidade de arremesso. Quando uma vara apresenta Casting 100-200 gr, quer dizer rende bem com chumbos de no mínimo 100 e no máximo 200. Mas deve-se ter um limite de 10/15 gr do limite máximo. Para achar o peso de chumbada com que a sua cana rende mais existe apenas uma maneira, testando! Só assim descobrirá. Vou deixar algumas sugestões de caniços para quem está iniciando. Custo x Benefício : Katarina – Sumax, Game Surf – Marine Sports, Surf Leader – Tacom, High Lander – Albatroz ( Mosca Branca já ). Tops : Strike Air – Marine Sports, Zero Seven – Colmic, Surf Leader AX/BX– Shimano, Spin Power – Shimano. E para formar conjunto com o caniço, precisamos de um, MOLINETE ! Ele é o responsável por armazenar toda a linha e também por recolhê-la. Os Molinetes mais indicados para Pdp são aqueles modelos Long Cast ! Onde o carretel é mais raso e alongado, proporcionando maior distância nos arremessos. Alguns modelos ainda contam com um sistema Twist Buster, onde a torção de linha é praticamente anulada. Os Molinetes devem ser de tamanhos grandes, variando entre 4000 e 10000. Assim como fiz com os caniços, vou deixar a sugestão de alguns Molinetes. Custo x Benefício: Altima – Marine Sports, Orion 5000 Plus – Marine Sports, Regal – Daiwa, Legalis – Daiwa. Tops : Swingcast – Shimano ( sem fricção, especial para competições ), Basia Air QDX – Daiwa, Ultegra – Shimano, Aero GT – Shimano. Agora que já temos uma noção do material, vamos às peças com que faremos as montagens. Snap ou Grampo – é onde se engata a chumbada. Pode-se usar girador acoplado ou não. Rotor – é onde se coloca a pernada. Serve para evitar a torção da mesma, pois ela girará pelo próprio eixo, evitando embolamentos na linha. Eles podem ser de engate rápido ( eu prefiro pela praticidade) ou não. Nó de Correr – ele é feito na linha do chicote, para segurar as miçangas, evitando que o rotor fique totalmente solto na linha. Girador – tem a função de amenizar a torção da linha. Miçanga – tem a função de facilitar o giro do rotor e evitar que ele trave em cima no nó de correr. Montagem do chicote/rabicho ! - Separar entre 1 e 1,5 m de linha para montagem do chicote. Pode usar Fluorcarbon ou Monofilamento. Recomendo Super Raiglon 0,405/0,47 mm. - Primeiramente amarrar o Snap com o nó de sua preferência, eu uso o Nó Único com 5 voltas. - Fazer o Nó de Correr na linha do chicote, que deve distar entre 3 e 8 cm do Snap. - Passar a 1ª Miçanga pela linha, que deve ser do menor tamanho possível e transparente, na sequência o Rotor de sua preferência, e então a segunda Miçanga. - Fazer mais um Nó de Correr, este entre 0,5 e 1,0 cm de distância da segunda miçanga. - Medir entre 60 e 80 cm de distância do 1° Rotor e faz o 2° Nó de Correr. - Passar se a 3ª Miçanga pela linha, o 2° Rotor, e por fim a 4ª e última Miçanga. - Fazer o último Nó de Correr para fechar o sistema, seguindo a mesma regra de 1 cm de distância. - Para finalizar, amarrar o girador na ponta que sobrou. O sistema deve ter ficado parecido com este! Essa foi a montagem tradicional do chicote/rabicho, que pode ser montado com 3 ou mesmo 1 rotor. Nessa montagem, o Nó de Correr pode ser substituído por um Stopper. Fará a mesma sistemática, somente introduzirá essa “borrachinha” para travar a miçanga. O porquê de usar um Nó de Correr? Dessa forma você poderá subir e descer os rotores, até encontrar em que altura o peixe está comendo. Confecção de Pernadas! A pernada é o “pedaço” da linha em que se ata o anzol e que se engata no rotor. Para confeccioná-la pode-se usar linhas Monofilamento ou as de Fluorcarbon, está última apresenta resultado muito superior. Sua confecção é muito simples, basta cortar um pedaço de linha do comprimento desejado e amarrar o anzol de preferência. Se usar Rotor de Engate Rápido, faça o seguinte: na outra ponta da linha, dê um nó cego com 5 passadas e corte o excesso. Assim basta passar o nó pelo sistema de engate rápido e travar o nó. Se usar outro tipo de Rotor, faça o seguinte: passe primeiro a linha pelo “buraco” do rotor, e depois faça o nó, para que fiquei travado. Observações : - O comprimento da pernada de cima não pode exceder a distância entre os rotores; - A bitola da pernada varia muito, dependendo do tamanho do anzol, espécies a serem capturadas, arrebentação na praia, etc... Recomendo para não ter “emboladas” nas pernadas uma Super Raiglon ou Dourado 0,40 mm e se optar pelo Fluor use entre 0,26 e 0,30 mm. O 0,26 funciona perfeitamente em situações “normais” de praia ( sem muito vento, corrente lateral fraca, etc ... ), já o 0,30 mm nas situações mais adversas. - No final do arranque costumo utilizar um Snap ( sem girador ), para que facilite a troca entre chicotes, pois dessa forma pode-se trocar o chicote por inteiro, o que auxilia muito durante competições. Vamos agora aos objetos que nos auxiliam na pesca ! ACESSÓRIOS - Elastricot – item indispensável na pescaria, pois sem ele não conseguimos firmar a isca no anzol. - Tesoura – é outro item fundamental, pois sem ela não se consegue cortar bem as iscas e fazer uma boa iscada. Também ajuda se precisar cortar as pernadas e refazê-las. - Alicate de Bico – muito útil para retirar anzóis sem se machucar. - Desembuchador de Anzol ou Tesoura Porta Agulha – como na praia é comum os peixes engolirem os anzóis, um item como esse é fundamental. - Iscador – sem ele, a iscada não fica boa e precisa. Um item que também, se esquecer, complica demais a pescaria. - Espera ou Calão – eu não consigo mais pescar com a vara na mão, tenho uma sensibilidade maior com ela no calão. Então torna-se outro item indispensável. - Secretária – adquiri uma faz pouco tempo e não sei como pescava sem este item. Ajuda, e muito! - Cronômetro – item indispensável na Pesca de Competição, onde tempo = resultados! Quem pensa que esta modalidade é uma receita de bolo, onde existe um padrão a ser seguido, está totalmente equivocado! E não atingirá bons resultados se continuar com esta filosofia. Então pessoal, com este tópico deu para ter uma boa noção da complexidade que é a Pesca de Arremesso. Agradeço a todos que tiveram a paciência de lê-lo por inteiro. Abraços Fonte das imagens ( na sequência ). http://pr.quebarato....as__3B5AE5.html http://www.guiapesca...r/corrupto.html http://www.revistape...muito-eficiente http://www.cearapesc...todasdunas.html http://papasiri.com/...ruseigo-1_1.jpg http://www.pontaldap...dutoservico=161 http://papasiri.com/...754ps-3021.html http://www.imperioda...l=5&IdProd=2652 http://www.boaisca.c...09&tipo_cat=109 http://boaisca.com.b...=185&tipo_cat=0 http://www.cearapesc...mbada_piao.html http://www.chumbadao...nox-145gr_41xJM http://boaisca.com.b...=185&tipo_cat=0 http://www.Pescaki.c...tipos-de-snaps/ http://www.Pescaki.c...ge__hl__rotores http://www.revistape...e.com.br/?p=574 http://www.planetasu...RADOR REFORÇADO http://www.nathaliab...7343-286873.htm http://www.lojaacqua...8&g1=88&gbt1=62 http://www.pescadepr...php?f=20&t=2826 https://www.veals.co...-line-3643.html http://produto.merca...mento-pesca-_JM http://www.centertel...codi_pro=UTI382 http://www.pescadepr....php?f=5&t=5447 http://www.guiapesca...br/iscador.html http://produto.merca...iton-airbox-_JM http://www.sportsvol...br/cronometros/
  2. 1 point
    Olá, Sou o mais novo integrante do grupo de caiaqueiros, HuHuuuuu! Há tempos queria ter um, mas estava difícil, e agora com o fim da faculdade resolvi encarar a compra de um caiaque, e após dezenas de finais de semana trabalhando, resolvi fugir este, hehe. Nesta sexta, passei na Buriman para retirar, o trânsito estava bravo, muita chuva, mas estava louco para estreiar no sábado em Ibiúna. Então, sai da loja depois das 19:00 hs rumo ao interior, muita chuva pela estrada, um guarda parou para dar uma checada (tudo normal), mas para compensar e brindar a estréia, o sábado amanheceu ensolarado, um lindo dia. Havia descarregado, tirado da embalagem e carregado novamente e as primeiras impressões foram: Grande (3,80 mts) e pesado (30 kilos), carregamos de dois, mas como fui sozinho para represa, era bom aprender a carregar e descarregar só, mas esse não foi um problema. Agora, já sentido à diversão, uma ponta da represa de Itupararanga, o local escolhido de saída foi o Chalé de Ibiuna, um local tranquilo e seguro e com uma bela paisagem (quem quiser descer barco, sussa também). Já descarregado (foi moleza, hehe): As primeiras remadas, e as efetivas primeiras impressões quanto ao caiaque Explore Fishing da Brudden. Achei sensacional, com uma estabilidade invejável, com minha pouca experiência, nem sequer passei medo de virar, além de que, com seus três metros e oitenta, a facilidade em remar foi incrível, ele desliza sobre a água, fiquei impressionado. Uma vista em 180 graus da represa: Essa pedra fica no meio da represa, mais para ponta, é uma pequena laje. É... o passeio foi ótimo, mas, acabou, fica para próxima, e o convite para quem quiser conhecer e remar no local, peixes não garanto muito não, a não ser com uma boa ceva, mas para passear, é muito bom, o local tem piscina e churrasqueiras para quem quiser passar o dia. Abs e até a próxima. Att MSantos.
  3. 1 point
  4. 1 point
  5. 1 point
    Preservação? Assinado.....
  6. 1 point
    Tentarei explicar passo a passo. Vc precisará de um pedaço de cano de ferro de 1/2 Polegada com dez centímetros. Vergalhão 3/16 ou 1/4. Tubo de pvc de 3/4 em pedaços de 1,20m. Prenda um ferro da mesma espessura do cano de ferro e juntamente com esse ferro prenda tambem o vergalhão, para isso usando uma morsa ou torno. Enrole cerca de duas e meia a tres voltas batendo com um martelo. Em seguida dê uma volta e meia em forma de espiral. Tem que ter um tubo ou tarugo de de 6 a 7 contimetros de diâmetro. Vá enrolando o vergalhão em forma de mola ate atingir cerca de 17 a 18 cm de comprimento, usando esse tudo preso na morsa.. Vá batendo com um martelo para ficar bem redondo. Introduza o pedaço de cano na parte que vc enrolou num ferro de 1/2pol e solde. Faça um furo no cano com uma broca de 4mm. Esse cano cabe dentro do tubo de pvc. faça um buraco da mesma espessura no tubo de pvc marcando de acordo com o furo do tubo de ferro de1/2pol. coloque um parafuso para fixar. Os pedaços de tubo de pvc, devem ter rosca e uma luva para poder emendar. Eu sempre levo tres pedaços de 1,20m. Para usar como salva isca é só pegar a linha e colocar na mola e rodar ate a linha ficar dentro dela. Quando atingir a isca é só forçar para baixo que solta, ou na pior das hipóteses, vc conseguira prender a mola numa das garatéias. Nesse caso vc vai puxar para cima e sai na marra, rsrsrs. Não sei se deu para entender. Mas qualquer coisa estamos ai. Abraços. P.S. Vc pode enrolar o vergalhão bem juntinho e depois vc estica. Nesse caso use tubo ou tarugo de 7 cm de diametro.
  7. 1 point
    Buenas gurizada, vou começar o relato de pescaria, depois a gurizada acrescenta o que faltar! Após a troca de 115 perguntas e respostas, combinações e etc... no tópico "Bombas e Bombinhas - SC" iniciado pelo Marcos (MARSUB) de uma forma discreta e singela, com interesse apenas de arrecadar informações sobre a piscosidade do local, onde se transformou em um mini encontro de caiaqueiros de Pescaki de 3 estados diferentes, São Paulo (Marcos e seu irmão), Santa Catarina (Gabriel e seu amigo) e Rio Grande do Sul (eu - Fabiano), enfim conseguimos marcar data, hora e local. Final da Praia do Canto Grande, as 6 horas do dia 12 de janeiro. As 5h30 recebo uma mensagem do Gabriel, pois estava chegando em Porto Belo, e a chuva começando a engrossar, querendo saber se vocês vão encarar, pois eu topo todas por uma pescaria... como assim encarar??? É pescaria, e pescaria sempre se encara!!! "Vamo bora" As 6 horas, após o nosso amigo Gabriel ter discretamente se perdido em Mariscal, com algumas informações de bebuns da madrugada e ajuda por celular (como se eu tivesse muito conhecimento... hehehehe) chegamos os 5 pescadores ao ponto de encontro. Como o acesso à praia da Tainha é muito ruim, eu fui na frente com a camionete, e a gurizada encontrou um pescador, que levou eles rebocados da praia do Canto Grande até a praia da Tainha (foto abaixo) Em vermelho: Percurso que Gabriel e seu amigo, Marcos e seu irmão fizeram rebocados por um barco de pescador Em amarelo: percurso que eu fiz de carro do Canto Grande até a praia da Tainha (realmente não estava boa a estrada, se continuasse a chover, provavelmente os guris não conseguiriam sair da Praia neste dia...) Em verde o percurso de pesca que fizemos, estávamos pensando em ir mais adiante, mas o mar não estava tão traquilo assim e tinha um temporal se armando no horizonte que nos fez desistir. Ficamos a maior parte do tempo pescando no buraco quadrado, onde a estava bem calmo. Montado o equipamento na praia da Tainha, uma prai muito pequena, de poucas ondas. Agora é só esperar a gurizada rebocada! Os rebocados Praia paradisíaca, e mesmo assim sempre encontramos restos de passagem do homem, contraste natureza e o velho e bom lixo Remamos até chegar próximo do ponto de pesca, e logo de saída, no corrigo o Marcos fisga no Plug um espada, que deu trabalho pra tirar do anzol, e na saída deixou uma lembrança do seu pé com um dentada de leve!!! (foi chingado até a 5a. geração... @%&%@#$%¨*¨$#$¨¨&##@!@%$#%&*), neste momento já estavamos imaginando quem seria o pescador mais sortudo do dia... hehehehehe Só pra terminar o papo e começar a postar as fotos dos peixes... Pescaria de poucos peixes, porém foi muito divertida, muito legal arrumar estes novos companheiros de pesca. A gurizada nota 10 em simpatia e pescaria. Pena que o tempo não ajudou muito, mas o resto todo estava muito bom. Outra intercorrência que atrapalhou a minha pescaria, foi o meu caiaque que encheu de água, tive um trabalho danado pra trazê-lo de volta, pois além de mais pesado, perde muito o deslizamento na água, com ondas altas, foi um sufoco. Acredito que tenha sido algum rebite que está soltando e mal vedado, já pequei as dicas aqui no forum e vou arrumar. Saída do Canto Grande da esquerda para a direita: Marcos (Marsub), Gabriel, irmão do Marcos, amigo do Gabriel (Me mandem o nome que eu arrumo) As artificiais que mais tiveram exito, foram camarão artificial, JJ prateado de +/- 25 grams, plugs, e o irmão do Marcos com as iscas naturais. Algumas fotos que eu tenho, a gurizada deve ter mais algumas, posta aí... os nomes dos peixes vou deixar para os pescadores de mar, pois fora a garopeta não lembro o nome dos outros... (isso que dá levar pescador de Bass para o mar...) Um dos primeiros peixes, o mais valente... nome??? nome??? alguém??? Logo depois eu fisguei esta garopeta no camarão Maré, branco com cabeça vermelha. Após o marcos tirar o troféu da pescaria com um JJ prateado, eu me obriguei a colocar esta isca, e arranquei dois peixes na sequencia, uma garopeta e um outro... nome??? nome??? alguém??? olhem o que é a agua deste lugar!!! simplesmente fantástica. Neste ponto a agua estava muito calma, ficando muito bom da dar os pinchos e trabalhar as iscas Sem sacanagem gurizada, eu juro por tudo que é pescaria que eu irei fazer na minha vida, eu tentei ligar pra voces pra gente se encontrar na pousada BadenBaden, liguei para vocês me ajudarem com este camarão e a bohemia que estava gelada demais!!!! Mas o Marsub não atendeu o telefone, e o Gabriel estava fora de área... fazer o que!!! fica a foto para degustarem Um grande abraço e parabéns a esta gurizada de fé, que mesmo com o tempo ruim, conseguimos fazer um encontro muito legal, usando o Pescaki como uma ferramenta de informação e novos companheiros de pesca.

Parceiros: www.petsEXPERT.pt