Ir para conteúdo
Pescaki.com - O seu fórum de pesca esportiva.

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 28-08-2020 in all areas

  1. 6 points
    Voltei pela segunda vez hoje no Pesqueiro Alto da Serra, queria tentar pegar as carpas monstruosas que vi boiando na superfície quando fui há um tempo atrás, levei umas novas iscas para tentar (pão na superfície, massas com novos sabores, etc) mas a boa e velha massa Japonesa com paçoquinhas esmagadas foi a isca mais eficiente. A primeira monstra saiu logo pela manhã, uma briga bastante longa devido ao tamanho e peso da carpa (que eu calculei em cerca de 15 kg): Ela não cabia em meu passaguá, de forma que tive de ensacar a cabeça e puxar como deu... que dizer? Era a maior carpa da minha vida, já estava pulando de alegria... Continuei pescando e as ações foram constantes, mas apenas de peixes pequenos (saiu muitos carás grandes e acreditem, até uma pequena traíra comeu minha massa). Logo depois do almoço resolvi mudar de lugar, pois a miudeza estava incomodando. Fui para outro canto do lago onde me pareceu mais fundo que o primeiro. Uma segunda monstra atacou a massa: Incrível, essa era ainda maior que a primeira, creio eu que tinha entre 17-18 kg...muito grande e gorda! Foi muito tempo de briga novamente, pois não se pode forçar carpas muito grandes assim pois frequentemente rasga a boca e escapa... Continuei pescando e no fim da tarde tive mais duas ações de carpas boas, mas não consegui tirar nenhuma delas pois a boca rasgou e o anzol escapou...mas eram parentes dessas aí de cima, muito pesadas e briguentas... Lá pelas 5 horas, me dei por satisfeito...e voltei para casa, feliz que nem pinto no lixo... Obrigado quem leu até o final, e um abraço a todos.
  2. 5 points
    Saudações aos pescadores de plantão. No último feriado (07/09) fui pescar com um amigo na represa de Sergio Motta, próximo a Pres. Epitácio. Foi um dia pouco comum, a previsão era de vento e fomos apreensivos, pois era estreia do barco/motor do meu amigo. Logo de cara meu parceiro de pesca me deu uma ótima notícia, havia aceitado Jesus, havia se batizado no início do ano, e que honra saber que Deus me usou e pude ter uma pequena contribuição nisso. Oramos ao sair de casa, ao iniciar a pescaria e pedimos para nosso criador cuidar de nós, colocar seus anjos a nossa volta e se possível nos permitir pegar alguns peixes. Ao final de cada um dos dias agradecemos a Deus por tudo que nos proporcionou. Deus é tão grande e nos honrou de tal maneira que não ventou quase nada, apenas uma brisa boa para diminuir o calor. E ele ainda foi além, nos proporcionou a melhor pescaria de nossas vidas, pegamos por volta de 150 tucunarés em 2 dias e meio de pesca. Acertamos um cardume de azul onde pegamos muitos azulões de respeito, fizemos mais de 10 dublês nos 3 dias, sendo pelo menos 4 desses triplês, pois peguei com minhas duas varas. Tinham 5 ou 6 barcos onde estávamos acampados e nenhum deles tinha pego mais que 4 tucunarés no dia (pelo menos 2 pescadores por barco + piloteiro, inclusive com lambari), quando contávamos nossa pescaria parecia até conto de pescador, e isso se repetiu pelos 2 dias e meio que lá estávamos. Minha conclusão é que Deus é fiel com aqueles que são fieis a ele e aos seus ensinamentos. Realmente sinto como se Deus estivesse fazendo uma festa no Céu e nos abençoando por clamar o nome dele e agradecer em todos os momentos. Segue o primeiro vídeo:
  3. 5 points
    Grande Adalberto, De fato, tivemos a aprovação de um Projeto de Lei em plenário na Câmara dos Vereadores de Paraibuna/SP, no dia 14/09, segunda-feira, que agora está em mãos do Sr. Prefeito para sanção. O texto do referido projeto seguiu uma tendência de algumas leis de municípios de outros Estados, cujos textos demandavam aperfeiçoamento e sustentação jurídica e, foi isso que fizemos, ajudando a refinar o texto incluindo melhor argumentação para favorecer a aprovação e restar menos conflitante com outras leis que regem a área ambiental. Parece certo que o Sr. Prefeito irá sancionar ainda esta semana, mas uma vez aprovada a Lei vem para criar novos canais de entendimento para a proteção de um peixe que, enfim, não faz parte da bacia onde está, de maneira que por certo no decorrer de sua vigência acabará por enfrentar algumas contestações, para as quais pensamos e esperamos estar preparados para o devido combate. Assim que sancionada, colocarei aqui no Pescaki seu inteiro teor, quando então se perceberá que não inclui "cota zero", razão pela qual editei o título de tua postagem e parte de teu texto. Se perceberá, por exemplo, que o transporte de peixe está proibido no Município, onde cuidamos de incluir todas as espécies para esta proibição e, esta, é uma das razões pelas quais vêm confundindo como "cota zero", mas está liberado o abate de dois peixes, somente para consumo local, na barranca do rio, ou represa. Agora, confiantes, toca a esperarmos os resultados. PS. Se já publicou desta forma em outros locais, solicito, por favor que edite lá para esclarecer que não se trata de "cota zero", pelo que restaríamos muito agradecidos.
  4. 5 points
    Cacilda! Uma das coisas que essa pandemia me mostrou (mais ainda) é como eu pagava caro para comer fora de casa. Coisa assim: não apenas um pouco mais caro, muuuito mais caro ! Caramba, era sair com a cara metade e pagar cinquenta paus por um parmegianna com arroz? O que era isso? E não venham os donos de restaurante me falar que eles tinham (têm) muitos custos, funcionários, impostos, etc. Cobravam muito caro, sim. E as bebidas então? Uma cerveja honesta que sai por 4 no supermercado me cobravam 12 ou até mais! E os restaurantes conseguem preços até melhores nessas coisas, pois compram em quantidade. Não me cobravam um pouco mais, nem o dobro, cobravam o triplo! Somente os descolados não reclamavam. Sinceramente, fico com um pouco de pena pela quebradeira que se seguiu. O pobres funcionários são quem pagaram o pato. Mas não sinto nem um pouco de pena pela economia que fiz. E, mais que redescobri minha cozinha. Eu já cozinhava pontualmente mas agora redescobri o que é cozinhar diariamente, quais alimentos prontos são simples de guardar no freezer, como se planejar para uma semana, quais tapoés () são os melhores e mais jeitosos para cada item, como usar as melhores ofertas do dia para pratos deliciosos. Ein? O quê? Se a raça humana que habita este País vai mudar seus hábitos depois dessa onda? Sinceramente... sim. Pelo menos, um pouco. E por algum tempo. Depois, voltaremos todos a ser os otimistas inconsequentes de sempre...
  5. 5 points
    "Muito estranho esse mundo novo. Muito mesmo". Pensava o Antenor em silêncio, diante de seu computador. Em seu dia de folga, vai olhar o Facebook e se sente pobre, feio e mal amado: todo mundo é o oposto lá! Chateado (mas não vencido) vai dar uma olhada no feed do Instagram. Piorou... Agora, a mulher dele já não parece tão bonita, a cerveja dele é um lixo, o carro nem se fala. Atordoado, se cadastra no Twitter - como lá devem ser mais textos, deve se safar. Descobre então que não entende nada de política, tá por fora de tudo que é importante na vida e não entende 38% das gírias que são usadas. Desolado, vai até a geladeira e pega uma daquelas latinhas de lixo pra beber algo gelado. Não importa se não é a cerveja artesanal do Uzbequistão... é a que ele tem naquela hora e vai cair bem. Até tava descendo macio, foi ligar a TV num desses programas de culinária e constatou que todo mundo é chef de cozinha entendido em temperos, carnes, técnicas e tradições gastronômicas! Aquela picanha que ele fazia aos domingos já não vai impressionar mais (isso se ele conseguir dinheiro pra comprar uma picanha). Deu um estalo! - Já sei... vou me redimir no LinkedIn! Afinal, são mais de 30 anos de engenharia bem executada, vou atualizar meu perfil pra ficar mais ou menos atualizado. Foi então que a casa caiu! O homem descobre, assim de sopetão, que todo mundo que tá no LinkedIn é fera em um monte de coisa! Certificado voando pra todo lado, foto de crachá de feira na Romênia, Turquia, EUA, Japão, premiação disso, daquilo... "Como pode o Brasil ter tanto gênio e ser tão incompetente pra um monte de coisa?" Pensou, num muchocho lamentoso. Deixando a tecnologia de lado, resolve pegar sua bicicleta com 18 marchas pra dar uma pedalada. Chegando na esquina, desiste, depois de ver um grupo vestido a caráter, pedalando as bikes mais impressionantes que faria até a Nasa sentir inveja. Manteve os olhos no grupo que, mesmo sem um grito sequer, fazia estardalhaço na rua com aquela aparência de cavalo de cigano - badulaques e apetrechos de cores variadas pendurados de cima a baixo. Comprou 2 pãezinhos, ia esperar a patroa voltar do cabeleireiro, fazer um café e aproveitar a folga da tarde. Era mais seguro. Voltou empurrando a bicicleta numa mão, enquanto segurava o saquinho de pão e mortadela na outra. Dona Nice entra em casa toda satisfeita, olha pro marido que colocava a água pra esquentar e sacudindo um pacote na mão exclama: - Larga esse pó de café barato pra lá meu bem, tem que ver o café gourmet que a manicure me vendeu... Atônito, sem dizer uma palavra, esperou Nice entrar no banho, desligou o fogo da água que esquentava, passou a mão na vara de bambu e foi pra beira do rio. Lá, estava certo, o lambari viria na ceva de fubazão e o mundo ainda não parecia tão estranho.
  6. 4 points
    FOI APROVADO PROJETO DE LEI, QUE INSTITUI PROTEÇÃO AO TUCUNARÉ NA REPRESA DE PARAIBUNA 10 X 0 A VOTAÇÃO PREFEITO JA MANDOU AUDIOS , INFORMANDO DO INICIO DAS FISCALIZAÇÕES. AO AMIGO DOMINGOS BOMEDIANO, GRANDE AGRADECIMENTO PELA AJUDA, SEI QUE VC PARTICIPOU ATIVAMENTE NESSE PROCESSO. ABRÇS A TODOS AMIGOS DO FORUM
  7. 4 points
    Anatomia de peixes e arraias:
  8. 4 points
  9. 4 points
    Pra quem anda com a auto estima baixa: pense na nota de R$ 200,00, que também é feia mas tem valor.
  10. 4 points
    Senhores, Nem sou tão novo nesse fórum mas esse é meu primeiro tópico sobre um relato bem legal sobre pescaria. Sou bem cru nesse papo de pesca com artificial, sempre pesquei com vara de bambu e minhoca hehe (ainda pesco e gosto muito), mas eu já há alguns anos tenho um equipamento composto por uma vara de 30 lbs e um molinete 4000, ambos da Saint Plus. Mas confesso que nunca havia pegada NADA com essa tralha de molinete hahaha. Eu comprei na época pra ir no pesqueiro Maeda. Eu sempre vou em pesqueiros, mas nunca tenho sucesso com esse trem. Estou aprendendo ainda haha. Em julho fui para um Hotel em Monte Sião (Hotel Guarany), durante minhas férias com a família. Eu nem fui pra esse lugar com o intuito de pescar e nem sabia que lá tinha um lago, mas como sempre ando com a tralha no carro resolvi arriscar. Tinha um pessoal pescando tilápia com ração e massa, mas o cara me disse que tinha traíras... No primeiro dia fiquei umas 4 horas na beira do lago, com a vara de mão, anzolzim e ração furadinha que eu tinha na caixa que sobrou de um pesqueiro que fui outro dia. Esperava pegar alguma tilapinha, mas nada, até que engatou essa coisinha aqui que eu guardo no meu coraçãozinho, minha primeira traíra na vara de mão: Aí eu animei, bixo! Se tinha traíra mesmo, pensei em arriscar a montar meu desacreditado kit de vara e molinete e iscar uma soft que eu tinha na caixa sabe lá Deus o por quê. Nem anzol offset eu tinha (só fui pesquisar como se usava a soft depois), e logo no primeiro arremesso, peguei essa doida aqui: Fisgou por baixo ainda! Logo depois veio essa bitela que tá até na foto do perfil agora, tinha 50 cm fácil. Peguei umas 4 ou cinco e ainda perdi mais uma meia dúzia, até perder minha isca campeã para o enrosco de fundo. Essa filhota acima foi a última que peguei antes de perder a isca. No último dia ainda peguei a maior tilápia que eu já pesquei na vara de mão, entortou o canisso!: Depois desse dia resolvi que agora serei um pescador de Traíras hahah, já tô me achando! Pesquisei bastante, vi os programas e videos do Edu Monteiro e tal, o cara manja! Comprei umas tralhas novas (vara 6-14 lbs, iscas softs criatura e shad e linha multifilamento entre outras coisas) e agora vamos à caça das bocudas!!!
  11. 3 points
    Boa noite, pessoal, Reparei que muitas imagens de tópicos antigos não estão mais disponíveis. Estou montando uma biblioteca de imagens educativas interessantes que gostaria de compartilhar aqui. Conforme eu for encontrando mais, vou postando mais.
  12. 3 points
    Estrutura da vara de pesca de praia: Chicotes comuns para pesca de praia (observação: pelo que entendi, as medidas não são uma regra e podem variar de acordo com a vontade/técnica do pescador) Chicote curto: Chicote longo:
  13. 3 points
    Nós para anzóis: Nó Midnight (nó meia-noite): Utilizado para atar linhas de diferentes espessuras OBSERVAÇÕES: Passo 2: Faça 10 voltas afastadas Passo 3: Faça 5 voltas juntas Passo 7: Faça 10 nós Passo 11: Faça 10 nós Nó único para terminais:
  14. 3 points
  15. 3 points
    Tipos mais comuns de iscas artificiais:
  16. 3 points
    Peixes comuns de água salgada: Peixes comuns de água doce:
  17. 3 points
    Grande Bomediano, Soube através do Marcão, dos teus esforços em prol da regulamentação da pesca esportiva aí em Paraibuna e aproveito para te cumprimentar pelas grandes contribuições que tens dado ao longo da tua vida para a pesca amadora também. Deu para notar que os envolvidos nesta grande conquista, de certa forma, tem algumas preocupações com eventuais contestações de desavisados que tem pouca ou nenhuma consciência em relação a conservação dos estoques pesqueiros, que dirá da conservação do Tucunaré considerada até agora como espécie alóctene na bacia hidrográfica. De minha parte, fora a alegria em ver que ainda existem pessoas que se preocupam com o futuro embora todas as adversidades existentes, tenho a tranquilidade de afirmar que existem os que fazem as coisas acontecer e outros que ficam teclando contra tudo que é construtivo para a conservação da natureza. Estes últimos, felizmente só teclam mas acabam por não fazer nada, razão pela qual não espere qualquer contestação judicial. Já passava de hora para que algum município tomasse a dianteira e proporcionasse a discussão sobre a proteção ao tucunaré dos nossos reservatórios, porque só assim teremos a oportunidade de esclarecer definitivamente qual o real poder municipal no que se refere ao direito de legislar concorrentemente ou supletivamente em questões ambientais e de ordenamento pesqueiro. Em minha modesta opinião não tenho a menor dúvida de que é assegurado aos municípios não só o direito, mas talvez até do dever de eles proporcionarem aos seus cidadãos a defesa de seus direitos difusos e coletivos, protegendo a natureza nos seus limites de ação e proporcionando a geração de emprego e renda através do turismo sustentável. Caso uma eventual discussão evolua para um litígio judicial, o que duvido muito, somente o Senado da Republica teria o poder de revogar uma lei municipal, coisa que em toda a história da nossa política jamais aconteceu! No máximo houve a correção de algum artigo que eventualmente não tivesse considerado a superveniência de uma norma maior... Entretanto, considerando a remota possibilidade de alguém se dispor a quebrar a cara no judiciário, lembro que a discussão (ganha de pleno) passaria por uma avaliação sobre o poder originário dos municípios (dentre outras alegações) que iriam consolidar a vigencia da nova lei. Por fim, caso haja necessidade de defesa judicial me coloco ao inteiro dispor dos interessados sem nenhum ônus, para o que for possível contribuir. Parabéns e um grande abraço Kruel
  18. 3 points
    Obrigado pelo esclarecimento Domingos, grande abraço ja estava tão feliz que não podiam mais matar tucunare.............. dói no coração quando vou no mercadão de Taubate, Caçapava, e vejo aquele monte de tricks sendo vendidos por miseros R$ 15,00. Mas ja é um começo. sucesso para todos nós
  19. 3 points
    Olá pescakianos! Após muito tempo sem pescar, tivemos um ótimo domingo em família. Desta vez, minha filha bateu o recorde do dia logo no começo da manhã. Depois, ficou batendo artificial o dia todo, experimentando várias iscas, percorrendo todos os lagos, hehe. Um belo almoço e encerramos a pescaria com um belo por do sol!
  20. 3 points
  21. 3 points
    Meu Deus! Faltam-me coragem pra ficar numa situação igual ao do personagem do livro kkkkkkk Tenho medo até de pegar robalo flecha grande num caiaque kkkkkk Linda imagem.
  22. 3 points
    O Velho e o Mar, um clássico, assisti ao filme e li o livro.
  23. 3 points
    KKKKKKK prefiro 2 peixes de 100,00 kkkkkk pelo menos lembro de pesca e faz volume na carteira kkkkkkkkk
  24. 2 points
    Excelente post.... Supertramp é uma das minhas bandas preferidas ... Roger Hodgson é genial!!!
  25. 2 points
    Meus sentimentos a todos familiares, e que seja ele mais um anjo pescador, ao lado de Deus! Miguel, que Jesus o receba e o conforte.
  26. 2 points
    Parabéns, felicidades, saúde e paz a todos !!!
  27. 2 points
    Como é formidável ler um S.O.S aqui nestas paginas e num clarão de raio uma chuva de postagens de pessoas com profundo conhecimento no assunto e notadamente sempre numa especialidade que poucos possuem. Parabéns senhores mestres do saber.
  28. 2 points
    Nada,l isso é manhã de sexta! SEXTOUUUU!
  29. 2 points
    Que Deus o receba bem e conforte sua família. Realmente uma pena !
  30. 2 points
    Fico sem palavras tb. Meus sentimentos!!!
  31. 2 points
    Nem de andar de caiaque eu gosto!!!
  32. 2 points
    Um "animal" interpretando a música de outro "animal"...
  33. 2 points
    Fora a quantidade de casos com relatos de amigos que trincaram o Blank da vara justamente por causa do Streamer super lastreado. Existe uma tendência bastante fora do conceito do mundo do Fly Fishing que são pessoas que sobrecarregam o lastro de peso do Streamer com a finalidade de oferecer a isca mais ao fundo. Fazer isso é um conceito de desinformação, pois o sobrepeso só atrapalha e na verdade se torna um desespero, principalmente a bordo de um bote inflável ou barco. O conceito que deve ser ensinado é que existem linhas apropriadas para levar a mosca para profundidades maiores, porém mesmo assim há limites para tudo. Se o pescador que ultrapassar esses limites, é melhor voltar a pescar de Bait e deixar o Fly Fishing. As linhas mais amigáveis para oferecer a isca mais fundo são chamadas Sink Tip onde pode ser uma linha Floating onde somente a ponta afunda ou uma linha Itermediate que também sua ponta afunda. A parte de trás de tais linhas podem ser 100% flututantes (Floating) ou parcialmente afudantes (Intermediated). Com essa combinação a ponta da linha afunda e leva consigo o Streamer. Com esse recurso o pescador terá mais facilidade nos arremessos e apresentará a isca melhor. Fica a dica para assim evitar o errôneo uso de iscas pesadas com equipamento de Fly Fishing.
  34. 2 points
    Andei testando uns streamers atados somente com lã sintética e eles podem ajudar pra treinar também. Não precisam de lastro pra afundar, são facílimos de atar, facílimos de separar as fibras e em qualquer lugar acha lã super fácil, das mais variadas cores. No meu caso, minha mãe faz crochê e sempre tem sobra de lã dando sopa por aqui, aí decidi começar a usar, principalmente pra dubbing.
  35. 2 points
    Grande Roque, fui seco lá pra ver a bagaça, uai!
  36. 2 points
    Mulher nua é confundida com onça parda https://www.uol.com.br/nossa/natureza/mulher-nua-e-confundida-com-onça-parda/
  37. 2 points
    kkkkkk Só faltava o gato estar pescando com uma Alvey kkkkkk
  38. 2 points
  39. 2 points
    A nova administração não permite mais a entrada de veículos, porém existem 2 entradas 1ª portaria e pelo bairro do Morro grande porém sem autorização não passa, 2ª portaria pelo Caputera divisa de Cotia e Embu das artes, lá a porteira foi retirada e a estrada está praticamente fechada, sendo impossível entrar com veículos, somente a pé, bicicleta ou de moto, a estrada é de terra e como qualquer uma se estiver chovendo é melhor ir de 4x4, mas tempo seco qualquer carro chega lá. Quanto aos peixes antigamente tinha, mas agora é muito difícil pescar algo grande, só lambari e kará de 10cm, mas teve um morador que levou um de . Estive lá dia 07/09/2020 obviamente entramos sem autorização pela porteira do Morro grande depois de 2:45horas de caminhada, nos deparamos com bastante gente, pois hoje se tornou uma rota dos ciclistas e corredores devido a retirada do portão do Caputera e pela distância ser menor por esse lado, se tornou um local de nado em dias de calor onde as pessoas acessa pelo portão 2. no link abaixo tem a página do bairro do morro grande, lá tem algumas fotos da represa e da estrada e uma foto de novembro de 2019 onde um morador pescou um peixe grande parecendo um dourado. https://www.facebook.com/groups/1681516122102299/?ref=share
  40. 2 points
    Os tópicos nunca morrem, apenas descansam até haver trabalho!
  41. 2 points
    Ter a frente um individuo que diminui a velocidade indicando alguma ação ao invés de usar a sinalização veicular ainda consigo sacar o lance antes dele acontecer, mas duro mesmo é aquele que não se contenta com os vidros originais de fabrica - esverdeado - e reveste tudo com um tal de insulfilm baratinho enegrecendo tudo e fica numa espera para ingressar na via na qual você está, sem sinalizar nada e de repente entra ou cruza na sua frente, como se fosse eu um advinho para saber que há um idiota prestes a fazer kka.
  42. 2 points
    Sou do tempo que tinha de tirar o braço pela janela pra sinalizar kkkkk Estas porcarias tecnológicas só aumentam o preço do carro kkkkkkk
  43. 2 points
    Mas seta indicativa tem em todos os carros? Pensei que eram só em alguns modelos!!!
  44. 2 points
    Já soltei muitos palavrões por conta da falta de uso desse equipamento, hoje estou mais tranquilo
  45. 2 points
    Amigão ... desenterrou bem desenterrado mesmo hein ... ... Topico de 2014!
  46. 2 points
    E animal em extinção. Como o dinheiro no nosso bolso.
  47. 2 points
    uheuhueheu .... a região de Ubatuba e São Sebá são as melhores pra robalar .... kkkk
  48. 2 points
    Belo texto para refletir.... estamos convivendo atualmente com muita falsidade e futilidades, principalmente nas redes sociais, onde quase todos só postam que são felizes e levam uma vida perfeita e maravilhosa.... se a pessoa estiver nesse meio e não tiver discernimento, fica maluca e até deprimida!!!
  49. 2 points
    Fora a amizade que tinha nos campinhos de terra, ode quem era destro usava o pé direito do calçado e quem era canhoto usava o esquerdo, e de-lhe bicuda com um pé descalço e outro calçado.
  50. 2 points
    Cacilda! Depois de tanta decepção que ele passou, no último parágrafo eu imaginei uma violência conjugal.
www.petsEXPERT.pt
×
×
  • Criar Novo...