Nilson..

Pescadores
  • Total de itens

    53
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    2

Nilson.. last won the day on May 12 2019

Nilson.. had the most liked content!

Reputação

44 Ótima

Sobre Nilson..

  • Rank
    Posso pescar por aqui?
  • Data de Nascimento 17-12-1900

Informações Pessoais

  • Localização
    Rio de Janeiro
  • UF
    RJ
  • Sexo
    Masculino
  • Interesses Pessoais
    Aprender a Pescar e fazer novos amigos.

Previous Fields

  • Nome Real
    Nilson
  • Sobrenome
    Miranda
  • Estilo de Pesca
    Esportiva, puça, covo, caiçara, pesca de praia, vara de barranco

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Puxa vida, meu amigo, que pena! Então, @Bernardino faria junior, vale muito a pena pescar em Três Marias, lá a pescaria vai te agradar muito. @Geobg, ouvi que haverá torneio na Represa em 2020, fica aqui a dica para você ir pescar os belos azulões. @Domingos Bomediano "O Mosqueiros do Rio é um dos grupos mais atuantes, tanto na prática quanto na difusão da modalidade no nosso país. Parabéns! " Suas palavras me deixam muito feliz, pois esta é a minha escola. Sou muito grato a todas as oportunidades que eles me deram e dão. Brevemente estaremos mostrando aqui boas pescarias iguais e até melhores do que esta minha. Um grande abraço!
  2. Nunca vi o CLUBE PESCAR cheio, @Korch, aquele pesqueiro é fantástico por isso e por permitir a pescaria 24 horas por dia lá. Vale muito a pena!
  3. Foi uma experiência sem igual, que tive em meio ao grupo Mosqueiros do Rio, passamos três dias em Três Marias - MG, onde pescamos tanto no Rio Sâo Francisco, quanto na Represa. Foram dias incríveis que eu trago em breves imagens para você. Um forte abraço!
  4. Muito obrigado amigo Vitor Cedro, @vrcedro, que legal que tenhas gostado, um grande abraço!
  5. Obrigado @Fraus, realmente a pescaria de tucunarés é empolgante mesmo, nesta época que eu fui, achei o clube mais vazio do que antes, mas não chega a ficar tumultuado de cheio, a gente sempre consegue pescar numa boa. @Bernardino faria junior, @Domingos Bomediano e @Vini Campi, obrigado por terem curtido, vocês me motivam a ir atrás dessas pescarias bacanas.
  6. Olá amigos, como vão vocês? Estive em viagem por diversos lugares e em um desses lugares, tive a grata satisfação em capturar alguns tucunarés e também algumas pirararas, que registrei em filmagem e trago para vocês assistirem. Um grande abraço!
  7. É verdade @Rafael Takahiro, a alegria de estar entre amigos é muito grande, o Pesqueiro também ajuda pela quantidade de peixes, obrigado pelo comentário que me impulsiona a fazer vídeos dessas pescarias.
  8. @Fraus, @Sabotagem, @Mauricio. e @Domingos Bomediano estou mostrando em meus vídeos, o potencial do meu estado nos pontos de pesca, estou catalogando eles e oportunamente os mostrarei aqui.
  9. Obrigado cavalheiros @Sabotagem, @Fraus, @Mauricio. e @Domingos Bomediano; em breve estarei postando novas aventuras piscosas aqui, um forte abraço em todos vocês e o meu muuuuito obrigadooooooooo!
  10. Olá amigos pescadores, como vão vocês? Estou de volta aqui para trazer mais uma opção de ponto de pesca no estado do Rio de Janeiro, o Restaurante e Pesque Pague Vale das Palmeiras, localizado em Miguel Pereira, um município do estado do Rio de Janeiro, localizado no centro-sul fluminense e situada a 618 metros acima do nível do mar, com um clima tropical de altitude a cidade esta sobre a Reserva Biológica do Tinguá. O Lugar dista 7,5 Km de distância do centro da cidade, tem um restaurante que serve um delicioso cardápio bem variado e tem dois lagos, sendo o maior voltado para o pesque e pague e um menor com peixes proporcionalmente menores para a pesca esportiva, não é cobrado ingresso para entrar e o funcionamento é das 09:00 às 18:00. O que eu mais gostei foi do ambiente familiar que tem, seus funcionários são muito prestativos e o lugar é muito tranquilo, mesmo com toda barulhada que a criançada faz. Este vídeo mostra bem como é lá e algumas tilápias rendallis que eu consegui tirar no lago, mesmo sendo em dia de inverno e com água fria. Um forte abraço e até a próxima!
  11. Realmente é uma cidade encantadora, @Fred Mancen, acho que o vídeo ilustra melhor.
  12. @Domingos Bomediano, acho que ficou bem melhor com esse vídeo curioso para muitos.
  13. Sim @Korch, isso não é legal, vou me policiar da próxima vez, um forte abraço meu amigo.
  14. Olá amigos, tudo bem com vocês? Eu volto a escrever sobre minhas pescarias em lugares fantásticos, desta vez a aventura foi na cidade de Quatis, no sul do estado do Rio de Janeiro. Durante a semana eu havia planejado com o amigo Raphael para irmos ao Pesque Pague Toca do Tucunaré, onde faríamos capturas de tucunarés no fly fishing. Partimos pela manhã bem cedo do RJ pela Via Dutra no sentido São Paulo, no meio do caminho paramos na cidade de Nova Iguaçu para embarcarmos o amigo Bruno, também mosqueiro, onde completamos a equipe e seguimos viagem rumos ao nosso destino. Chegando lá, montamos os nossos equipamentos, onde cada um tinha o seu e trocamos algumas técnicas a fim de instruir ao colega de jornada e fomos para o lago. Nas primeiras horas os peixes estavam apáticos, dormentes, vagarosos, desanimados, esmorecidos, lentos ... entendeu? Estava frio e a água estava do mesmo jeito, a medida que ia esquentando o dia, as ações começaram e os peixes pareciam acordar. Comecei usando uma das melhores moscas para o tucunaré, a clouser minnow, pouco demorou e já estava sendo seguida por um bocudo, que não a atacava, apenas a seguia como se quisesse espantá-la, então, troquei por um streamer branco, muito semelhante ao lambari, no tamanho, e logo o bocudo que estava escondido na loca, abocanhou a mosca e começou aquela briga que todo tucuneiro conhece: QUEEE DELÍCIAAAAA!!!!! Eu estava com um equipo #4, bem light na modalidade, parecia que eu estava laçando um touro, impressionante, maravilhoso, magnífico. O dia seguiu e logo o amigo Raphael, engatou o dele, igualmente grande como o meu, o amigo tinha um sorriso mais brilhante do que o sol refletido no espelho d’água, do outro lado, na ilha, o Bruno engatava um Pacu e estava radiante. Foram momentos muito felizes. No final do dia havíamos contabilizado dois tucunarés para cada pescador com um pacu de vantagem para o amigo Bruno, ainda na saideira engatei uma matrinxã que não me deu chance de tirá-la da água, por causa daqueles dentes que romperam a linha facilmente, mas valeu pelo susto – devia ser das gigantes que tem lá. Terminamos a jornada felizes e recompensados pela boa pescaria e já fazendo planos de voltarmos em breve. É isso aí pessoal!

Parceiros: www.petsEXPERT.pt