Niko Pescador

Pescador
  • Total de itens

    764
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

5 neutro

Sobre Niko Pescador

  • Rank
    começando a responder

Informações Pessoais

  • Localização
    Rio de Janeiro
  • Sexo
    Masculino

Previous Fields

  • Nome Real
    Fabio Viana
  • Estilo de Pesca
    Mergulho, linha de fundo, praia

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Para ajudar: http://www.Pescaki.com/index.php?/topic/72513-25-festa-dos-450-anos-do-rio-de-janeiro/
  2. Roberto e meu amigo Robalo de praia, Temos um grande grupo no Rio, procure por pescaiaqueirosRJ.
  3. Obrigado JFlavio, Na verdade temos uns 5 anos de atividade, temos quase 4 anos de fórum pescaiaqueirosrj e 3 de CPCRJ. Muitos começaram aqui, mas acabamos fazendo um fórum pra falar entre nós que hoje tem mais de 1000 inscritos, que é muita coisa pra um fórum local. Vez em quando fazemos um encontro, um grande abraço.
  4. Prezados amigos, Estaremos em Junqueira nos dias 24 e 25 de Janeiro para festa de 3 anos do Clube de Pesca com Caiaque do Rio de Janeiro. Serão sorteados alguns acessórios, tais como iscas, varinhas e outras coisas mais, dentre eles 1 caiaque. Aguardamos vcs lá.
  5. Valeu Valter!!! Ainda busco tempo pra relatar o segundo dia!
  6. Pra quem não sabe, Representamos o Rio em Boiçucanga, tem uma galera ai que fez alarde, colocou nome em lista, disse que ia representar o Rio, mas esse ano não foi diferente, nós fomos o Rio em Boiçucanga e tivemos a oportunidade de mais uma vez mostrar nossa alegria. Nosso irmão Armaggedom nos deixou bem a vontade e de microfone na mão, o DJ era o nosso, o melhor do Brasil, Rubens DJ!!!! Não estou postando relato da viagem e sim do primeiro dia de festa, hoje tentarei postar o relato do segundo dia. 4° Encontro de Boiçucanga. Mais uma vez o evento bombou e mostrou que a modalidade pesca com caiaque é uma programação pra família, uma festa de amadores em pesca e profissionais em amizade, os caras são feras. A chegada ao evento foi como sempre, mesmo tendo visto o Armaggedom e a Beth no dia anterior, acompanhar a montagem das tendas, a chegada é a chegada, o coração dispara, a atmosfera se transforma, aquele monte de gente e todos com a mesma finalidade, passar um fim de semana especial. Chegando lá a gente já encontra as loiras da assinatura ( Simone C Pires e Elisabeth Araujo ), os sorrisos acolhedores e a gentileza e felicidade de sempre, nesse momento você já tem a certeza que está em um lugar especial com pessoas especiais. Armaggedom no corre corre de sempre, Emerson Antonio Azenha já sendo o centro das atenções, junto com seu anão Diego Bandeira Vaz, na verdade ele tirou maior onda com o cara, o Tarcisio Agapito que não vale nada, inventou que o Diego era um anão e era pro Emerson não tocar no assunto, o Emerson que se acha malandro encheu o saco do cara, disse que ia dormir na toca do anão, disse que ia dormir agarrado com o anão e na hora que viu o cara deu uma rachada kkkkkk, o cara é tão sortudo que como o meu irmão Cachorro Pescaiaqueiro Cpcrj fala, é tão sortudo que se ganhar um anão, o anão cresce, ele viu o anão dele crescer kkkk. Meu irmão RubensDj Santos saiu do Rio pra tocar em Boiçucanga, no maior amor do mundo, tornou o evento interessante, sonoramente falando kkkkk, demos abertura ao evento 10 horas e fomos ao sorteio do primeiro caiaque com 20 acessórios, era só o cara sair dali e partir pro abraço, estava mais do que preparado, estava na ostentação, com sonar e tudo! Dai pra frente foi um show, o mar não estava tão alto, mas foi o suficiente para garantir as vacas ao entrar na água, tinha até samurai remando deitado com a carona virada de costas kkkkkkkk. Tempo voou e já era hora do almoço, churrasco demorou um pouco e quando saiu o prato sumiu, coisas de Boiçucanga, até o errado dá certo, a carne deliciosa e o Emerson comendo linguiça empurrado, Tarcísio roubando o juízo dele, depois do capote ele tirou o caiaque da água e conseguiu colocar o motor pra pegar, amarrou o Eduardo Ávila na traseira e foi embora pra ilha dos gatos, chegou roxo de fome e num fogo danado, depois da chegada do prato e tudo normalizado aconteceu o segundo sorteio do dia, passado o sorteio de brindes fomos até a primeira surpresa do dia, dei uma intimada num amigo pra resolver um Kaô lá na frente no microfone e o Kaô era um pedido de noivado, passou o susto, todos recompostos e vamos a palestra do Ozório... mas não sem antes haver uma outra surpresa, o DJ com minha digníssima loira e junto com a loira do Geddom e Cia, fizeram um vídeo com algumas fotos do ilustre Paulo Armaggedom, com bolo e tudo, era surpresa de seus 51 anos de idade, algumas lágrimas rolaram e degustamos aquele bolo maravilhoso acompanhado de muita informação sobre segurança no mar; terminada a palestra, partimos para o sorteio do segundo caiaque do dia, o Fagner foi o grande ganhador e acho que até agora não acreditou, assim terminou o primeiro dia de evento, com muita alegria, muitas surpresas. Nesse primeiro dia agradecemos aos fornecedores por estarem ali pra ouvir criticas e necessidades, aos consumidores em falar sobre suas expectativas e chamamos isso de evolução de mãos dadas, criticar algo ao fornecedor é meio que dar consultoria gratuita e receber de brinde uma solução para seu problema, foi de grande valia essa interação, absorver conhecimentos do Danilo por exemplo é magnífico, o cara fala fácil sobre técnicas e vivências, isso é fantástico! Assim terminamos o primeiro dia, com nossa galera na água se divertindo, pegando Jacarétui (mistura de jacaré com Tatuí, tivemos que desenterrar uns dois com enxada). Em um próximo texto relatarei o segundo dia... https://www.facebook.com/video.php?v=619441184833998&set=vb.100003043665413&type=2&theater¬if_t=like
  7. Galera, Essa semana estarei em Sampa e quem quiser estar será uma bela oportunidade de curtir a atmosfera que há em um encontro de pescadores de caiaque. Abri um tópico na agenda para estar dentro das regras mas faço questão de estar aqui em local específico para convidar os amigos, estarei lá com certeza em Boiçucanga e espero vocês lá, segue o tópico que abri em agenda http://www.Pescaki.com/index.php?/topic/68911-boicucanga-2014-encontro-de-caiaques/ Na festa serão sorteados 3 caiaques e diversos brindes, churrasco e muita diversão!!!
  8. Meus parabéns meu irmão, Arrebentaram no peixe! No dia anterior tomei um susto tbm em Junqueira. Grande abraço. Niko PescaiaqueirosRJ
  9. Helmar, estou nesse caminho tem alguns anos e Vitórias eu já vi de monte sendo relatada. Valeu o seu comentário!
  10. Valeu galera! Relatar esse tipo de coisa mantem todos alertas, isso é nem importante, principalmente aos iniciantes. Marcão, Estamos nos programando pra ir ai. Você tem previsão para vir ao Rio?
  11. Prezados amigos, Esse Sábado resolvemos de última hora dar uma caída em Junqueira, eu fiquei de ir levantar uma situação referente ao problema com a rede e depois iríamos dar uma caída na Ilha da Madeira, dar uma caída de baixo do píer que seria uma condição mais segura diante da grande variação climática da última semana, como somos apaixonados por Junqueira acabamos caindo por lá mesmo. Chegamos por volta das 7 horas e devagar fomos descarregando o carro, já tinham uns pescaiaqueiros na água e aos poucos chegavam mais, o amigo Jeferson acabou entrando na água antes de nós e retornou perguntando se tinha um remo sobrando, um amigo que sempre cai com ele tinha virado e perdido algumas coisas, inclusive o remo (este remo deveria estar amarrado). Aguardamos o amigo entrar na água e percebemos que a maré estava enchendo com força, eles deram uma sofrida mas logo chegaram bem com a missão de comprar um remo em Mangaratiba e voltar, conversamos sobre a necessidade de estar com sistema de poita pela frente no caso de muita correnteza e sobre o perigo de cair sozinho, principalmente em Junqueira. Depois de tudo pronto fui pegar meu mosquetão e não achei, como mais de uma vez isso aconteceu e resolvi com um pedaço pequeno de corda fazendo uma alça, usei mais uma vez a técnica. Resolvido o problema e partimos pra água, remamos para os pilares, mais ou menos para a metade da ponte, tirei umas cocorocas e dá-lhe telefone tocando, peguei o caniço e enfiei na caixa, como não tinha espaço nos canos e na certeza que ali estava seguro fui atender o telefone, de repente dá uma pancada e vejo meu caniço mergulhando, como foi em direção a corda da poita do meu pai, sabia que ia enroscar, como eu estava no telefone a Simone recolheu a corda e de repente perguntou se meu pai estava com linha na água, como não estava ela achava que tinha pescado a corda, e tinha mesmo, era uma corvina que rebocou tudo, desliguei o telefone e linha na água, de repente meu pai fala que pegou algum peixe grande e que estava rebocando o caiaque, logo Simone disse que era uma Raia e era mesmo, retirou da água e tirou o ferrão, jogou pra cima e resolvemos lanchar, apoitei mais perto dele e dos pilares, novamente meu telefone tocou, percebi que a correnteza estava muito forte, o caiaque apoitado corria de um lado pra outro, não mantinha uma linha em relação a corda da poita, aquilo já denunciava o quanto estava forte, desliguei o telefone e percebi que entrava um vento muito forte, como Simone estava apoitada no meu pai eu pedi que ela se adiantasse, nesse momento percebi que o gatilho que fiz tinha dado problema, um nó que estava na corda passou da alça e não retornava, peguei a corda pela lateral e comecei a recolher, nesse momento o caiaque rodou e a corda esticou, soltei a parte que tinha recolhido e o caiaque disparou, como o sistema de poita tinha falhado e o caiaque estava de lado, acabou travando no nó e eu fui literalmente catapultado, ao bater na água já percebi a velocidade da correnteza, nadei em direção ao pilar e quase que não consigo alcançar, ao bater nela havia uma condição ainda pior, uma correnteza rodava nos pilares e dificultava até se segurar, éramos 3 e todos com experiência, eu tenho bastante experiência no mar e nado relativamente bem, naquele momento não existia um risco de vida, no ruim de tudo iria me soltar do pilar e deixar a correnteza me levar na expectativa de alcançar a praia da Guaíba, tinham dois caiaques para me ajudar que estavam se desembaraçando, o da Simone já livre e o do meu pai preso também pela poita dele, provavelmente em algum cabo submerso, nesse momento vejo Simone se comunicando por gestos com uma lancha da Valle, eles chegaram perto e nadei em direção a lancha alcançando pela popa, desligaram o motor e eu consegui subir pisando no leme e puxando o guarda corpo. Nesse momento as coisas estavam bem mais sobre controle, meu pai tinha cortado a corda dele e já tinham atrelado meu caiaque no dele, Simone veio até a lancha e colocamos eles pra cima, os amigos da lancha foram muito pacientes e prestativos, safaram a todos e rebocamos o caiaque do meu pai e o meu, o da Simone colocamos pra cima, o saldo foi de 1 raia, 2 corvinas, alguns bagres e micholes soltos e muita adrenalina, saímos da água e encontrei com o D'Babas também saindo, organizamos tudo e fui no Sergio levantar a questão da rede, foi passado pra mim que era um equívoco e o responsável por aquilo era um cachaceiro que estava fazendo gracinha, mesmo assim aguardei o Lula que é administrador regional para conversar e estou aguardando um retorno se só foi papo de maluco ou se houve algum fundamento. Nessa caída alguns procedimentos se mostraram ter sido desprezado e aproveito para reafirmar a importância, são eles: -Nunca deixar de usar sistema de poita, estar bem posicionado em relação a correnteza é fundamental pra evitar o pior que é cair na água. -Evitar usar corda com nó, mesmo usando mosquetão, pode travar e seu sistema se tornar falho. -Manter sempre uma faca a mão, se houver qualquer embaraço com a poita, o melhor é perder a corda (já perdi algumas vezes). -Manter a calma e perceber se vai conseguir vencer aquela correnteza, não vale brigar e se cansar, isso só vai diminuir sua chance em nova tática. -Eu estava de colete, pra nadar foi dificultoso, mas na pilastra evitou de me ferir, fiz alguns cortes na mão, mas se estivesse sem colete teria cortado o corpo. -Colete não ajuda a nadar, mas te ajuda a flutuar e em determinado momento isso é o que pode te salvar, flutuar na hora certa pra guardar forças pra hora de nadar. -Meus telefones estavam em um balde com tampa e tinha deixado o saco estanque no carro, é sempre importante ter um telefone funcionando, eu estava com o cartão do taxi boat, mas meus telefones beberam água. -Evitar pescar sozinho, o amigo entrou mais cedo sozinho e por sorte o companheiro dele chegou depois e ajudou a safar, se na queda que tive do caiaque tivesse um choque térmico ou batesse nas pilastras poderia ter sido trágico. Esse tipo de relato é muito importante para os menos experientes conhecer o esporte e para os experientes verificarem os procedimentos, contar derrota é a forma mais eficaz de salvar vidas, a vitória só engrandece a quem conta, as experiências negativas alertam a todos. Naquelas condições não conseguiria de forma alguma subir no caiaque, geralmente subimos no caiaque com pouca ou nenhuma correnteza, naquelas condições aonde mais parecia estar em um leito de Rio, o melhor seria fazer do caiaque uma bóia e em um local mais calmo tentar fazer a tarefa, porque ali seria impossível de fazer. Outro fator de complicação foi estar com o corpo quente e bater na água gelada, a adrenalina que já seria uma descarga grande foi potencializada, tive que me controlar e pensar muito rápido, se vacilasse não alcançaria o pilar. Obrigado a todos e vamos replicar essas informações. Foto da danada:
  12. Galera, Buscando apoio para sorteio de brindes, assim fica mais legal a brincadeira!!!
  13. Resolvido! O encontro será em Adão e Eva. Ponto de encontro Posto da PRF após o pedágio da ponte, descida para Niterói, lado Direito de quem desce. Horário. 5:30/6:00- Ponte 6:00/6:30 Praia Depois da pescaria faremos um churrasco, os interessados como de costume, levar bebida que pretende consumir e 500 Gramas de carne por pessoa e preferência.
  14. Amigos, Dia 17 de Setembro vamos fazer 3 anos do fórum pescaiaqueirosRJ, vamos fazer um encontro como os das antigas no dia 28 de Setembro , junto comemoraremos com os aniversariantes do mês. Estou na dúvida entre Adão e Eva e Urca, sendo assim, vamos juntos decidir. Nos dois casos o estacionamento é o ponto fraco, mas chegando cedo e com paciência resolvemos o caso, sendo em Adão e Eva se torna um pouco mais simples. Vamos que vamos!!! Contamos com sua presença! Praia de Adão e Eva 1 Niko 2 Simone Praia da Urca
  15. Cuida bem dos meus meninos! Os caras desbravaram, agora quem sabe as visitas não aumentam?! Tenho certeza que será um sucesso!

Parceiros: www.petsEXPERT.pt