VictorEdson

Pescaki V.I.P
  • Total de itens

    4.489
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    3

Tudo que VictorEdson postou

  1. Pescaria de meia-água, cerca de 60m. A batida de peixes como Pampos, Betaras e Carapicus é bastante nítida. Com a Sea Master ainda não medi em cancha. Já com a Game Surf de 3,90 m, em cancha, o arremesso chegou a 145 m.
  2. Paulo, vai depender do tipo de pescaria que pretende fazer e do local da pescaria. Caso seja uma praia com pedras por perto ou em praias de tombo em que há um barranco na beira, deve-ser utilizar linhas mais grossas. Caso seja uma praia sem ondas, as pernadas podem ser mais curtas e por aí vai. Atualmente sigo este esquema. Para uma pescaria de curta distância, até 15/20 m, com chumbos de até 50gr: Linha do chicote : Super Raiglon 0,26 mm Linha da pernada : Fluorcarbon 0,25 mm Comprimento da pernada : 40 cm Pescaria de Meia-Água : Linha do chicote : Super Raiglon 0,33 a 0,405 mm Linha da pernada : Fluorcarbon entre 0,28 e 0,42 mm Comprimento da pernada : 60 cm a 1 m Pescaria Fora/Longa Distância : Linha do chicote : Super Raiglon 0,405 a 0,47 mm Linha da pernada : Fluorcarbon entre 0,28 e 0,42 mm Comprimento da pernada : 80 cm a 1,2 m Sobre o comprimento da pernada. Quanto maior a pernada, maior o raio/alcance que ela tem, porém é maior o gasto em linha para confecção de pernada e há maiores chances dela se embolar. Quanto mais curta ela, menor a chance dela embolar, porém é menor o raio alcançado por ela, sendo algumas vezes esta a diferença entre pegar e não pegar o peixe. Então, pode ser que um dia você pegue na pernada longa e em outro somente na curta,e é isso que torna a pesca de praia tão complexa e atrativa, não é uma receita de bolo, onde sempre devem-se seguir os mesmo passos.É sempre uma aprendizagem contínua. Abraços
  3. Tenho e uso ambos caniços. A Game Surf é mais fina, desde o pé até a ponteira, mais leve, porém mais rígida, o que não dá tanta sensibilidade a ela. Já utilizei chumbadas de até 140 gr. A Sea Master tem ação bem mais parabólica, é mais pesada, porém tem passadores KW (que em carretilhas não deve influenciar muito, creio eu). Uma vara com boa sensibilidade. Também utilizei chumbadas de até 140gr. PS: quando refiro-me ao quesito de sensibilidade, falo na pescaria feita a média distância, pois acima dos 120/130 m apenas as varas mais top possuem.
  4. Ávaro, a multifilamento só é utilizada em praias mais "fechadas", ou quando não se tem tanto vento pois o arrasto dela comparada com a mono é muito maior. E ela deve ser de no máximo 0,15 mm (prefiro mais finas, como a 0,10), pois acima disso fica inviável. Para o Okuma DS 60 200 m são o suficiente, mas primeiro deve se fazer uma "cama" de linha, para que não haja atrito da linha com a borda do molinete. Siga esse tutorial. O Fluorcarbono é utilizado principalmente para a confecção das pernadas, não como arranque. Existem diversas marcas de Fluorcarbono. Vexter, Vicious, Sunline e Seaguar são as que utilizei e aprovei. O arranque é um pedaço de linha mais grossa ( entre 8 e 15 m) que é emendada na linha principal, para que se possa arremessar chumbadas de 120 gr ou mais sem o risco da linha arrebentar, além de transmitir uma maior segurança na beira quando se tira um peixe de maior porte.
  5. Álvaro, até o valor proposto (R$ 350) sugiro o seguinte conjunto: Vara Marine Sports Game Surf 3,6 m ou 3,9 m (vai depender do tipo de praia e do tipo de pescaria que pretende realizar) Molinete Marine Sports Altima 4000 Este equipamento possui um ótimo custo x benefício e lhe atenderá muito bem, mas caso possa investir um pouco mais, pegue este outro conjunto, pois tanto a vara como o Molinete são muito bons (é o que atualmente uso). Vara Marine Sports Sea Master 3,90 m Molinete Okuma Distance Surf 60 Como linha principal utilize uma Super Raiglon de no máximo 0,24 mm ou, se encontrar, uma Maruri SS nessa mesma bitola. Mas, como disse anteriormente, se puder investir um pouco mais, compre as linhas da Trabucco, são fenomenais e pouca coisa mais caras (no final das contas vale a pena). De arranque uma Super Raiglon 0,405 dá conta tranquilamente. Porém antes de pensar em comprar equipamento, me atentaria à correta montagem do material, como chicotes, pernadas e iscadas, sendo esse o grande diferencial para obter sucesso na praia, pois o peixe não vê vara e molinete, não é mesmo ? Eles servem para trazer conforto ao pescador. E digo isso com extrema convicção, já que venho me dedicando quase que inteiramente à pesca de praia. Caso tenha dúvidas, coloco-me a disposição para ajudar. Abraço PS: Todos os materiais você encontrará na Tucunaré Pesca para venda, loja parceira do Fórum.
  6. Valeu, Tito! Show de bola! Nos vemos lá, então. Abraço Valeu, Maquart! Poxa, que pena ... Essa é a época, pelo menos por aqui, em que há a maior atividade dos peixes. A propósito, vai para o Brasileiro ? Com certeza, são momentos de descontração que devem fazer parte do nosso "calendário". Eu, por exemplo, não pescava de lazer desde Abril do ano passado Abraços Valeu, Maurício. Dessa eu não sabia, valeu o toque! Cara, quando os Baiacus aparecerem e não der pra fugir deles, use uma pernada mista de fluor/naylon + cabo de aço, é infalível. Gosto de utilizar o anzol Maruseigo 16 e camarão com casca para capturá-los. No final deste vídeo dá para ver o sistema. Abraço
  7. Valeu Jorgito! Pois é, cara, ontem fez 1 ano que entrei no mundo da pesca de competição. Falta muito chão até lá Abraço parceiro!
  8. Eu "tive" que aprender o Limitado ano passado para poder participar da prova do Piratas da Ilha, onde mescla-se Pesca e Lançamento. E como não tive muitos treinos, apenas 3, este era o arremesso em que o risco de erro era baixo e o tiro saia na faixa dos 140m. Este ano sim, pretendo melhor a explosão, as passadas e o giro de tronco e cintura, que o Auro mencionou. Muito obrigado, Abraço
  9. Show de vídeo e captura! Parabéns Esse peixe é muito esportivo, ainda mais quando pego no material leve Abraços
  10. Muito obrigado pelas dicas, Auro. Em breve pretendo retomar os treinos de Limitado lá no Jockey e com certeza vou tentar realizar as mudanças que você propôs. E a propósito, comecei a utilizar o Kinovea e gostei muito, baita de um programa. Valeu, Abraço Vladimir, obrigado por mais uma aula! Essa é uma das coisas mais legais da pesca de praia, estamos sempre em constante aperfeiçoamento e aprendizado. O único detalhe do "meio OTG" é que deve-se estar muito bem treinado para utilizar em competições, já que a chance do tiro sair para os lados é alta. Um grande abraço e obrigado novamente. Pretendo sim, Maurício. Mas especificamente de competições de Lançamento Limitado, onde utilizam-se caniços de 3,5m (como o do vídeo), linha 0,28 mm e arranque 0,60 mm. Uma modalidade que parece um tanto quanto "entediante" a primeira vista, mas que é realmente muito bacana. Ao deixar o caniço com a ponta rente ao chão, o atrito da linha com a ponteira é maior, fazendo com que percam-se alguns metros de distância. O melhor a se fazer é largar a linha e deixar o caniço em 45°, onde alcança-se uma maior distância, fisicamente falando.
  11. Grande Christian, muito obrigado! Abração Valeu, Anderson! O mais legal desse tipo de pescaria é o dinamismo que ela proporciona, além de ser um excelente "medidor" de agilidade. Abraço Valeu, Paste! Cara, meu pai também curte tirar umas fotos "diferentes", essa em especial ficou muito bacana. Impressionou-me a variedade que capturamos também, foi show de bola. Grande abraço Valeu,Jaison! Vai para a prova da CIVA ? Abraço Bastante mesmo, Romano ... Valeu! Muito obrigado, Mauricio. Valeu, cara! Abraço
  12. Valeu, Ricardo ! Abraço Obrigado, WIlson! Abraço Valeu, Marcio ! Esta placa, colocada pelo Corpo de Bombeiros, simbolizava uma área perigosa para o banho, ou seja, um local fundo em que o risco de afogamento é maior. Pescamos nestas áreas pois é justamente onde não tem banhistas, teoricamente, já que volta e meia aparece um na frente. Abraço
  13. Saiu bastante mesmo ... Valeu! Obrigado,Robson! Abraço Com certeza, parceiro. O Festival do Peixe-Rei acontece no dia 8 de Março, Sábado, no período da tarde. Como disse anteriormente, é na Praia do Capri. É uma prova totalmente diferente das outras, vale a pena ver! Abração Obrigado, Eliseu. Pode deixar, vou editar direto no tópico.
  14. E aí pessoal, tudo tranquilo ? Semana passada passei 10 dias na praia e aproveitar o momento, claro, para pescar e treinar bastante! Foram excelente pescarias, com uma grande quantidade de capturas, chegando a passar de 40 em alguns dias. Fomos "mal intencionados", com anzóis e iscas grandes, mas os pequenos também entravam. Logo no primeiro arremesso triplê ... de Bagres A diversão na beira com anzol pequeno era garantida a todo momento. Meu pai tira o troféu da pescaria, um Robalo de quase kg! Detalhe, veio um pequeno Bagre de dublê Riscadinho. Dublê de Pampo e Betara. Pampo caprichado. No material leve é um espetáculo. Robalinho aparecendo pra animar. Com arremessos de 10 m vinham destes. O nascer do Sol na praia é algo incrível, só quem já presenciou sabe o que é. Pampo-Galhudo. Bagre um pouco maior. E dá-lhe dublê! Pampo e Riscadinho. Mais um filhote de Robalo. Aproveitei o bom poço de beira para treinar a pesca de pampinho. Este rendeu uma boa briga na beira. E dá-lhe pampinho. Dublê de Bagre. Outro. Até Peixe-Rei apareceu ... e dos grandes! Mais pampinho. Local de pescaria. Betarinha que rendeu uma boa briga na beira. E pra variar, pampinho ... Uma linda Betara, pega a cerca de 15m de distância. Bagre maiorzinho. Era Pampo que não acabava mais. Grande companheiro de clube, Marcelo Ekuni, com uma boa Betara. Peixe-Rei de tamanho nada comum ao litoral paranaense. (Reparem no tamanho do lagamar que estávamos pescando). Ekuni com mais uma grande Betara. Meu pai e Marcelo. Para mudar, fomos até a praia de Caieiras, na saída da Baia de Guaratuba. E para minha felicidade encontrei um cardume de Peixe-Rei! Então não pensei duas vezes, remontei o material, com pernadas bem curtas e anzol Sode 1. Já que em Março existe uma competição voltada para a pescaria desta espécie, o Festival do Peixe-Rei, na Praia do Capri, em São Francisco do Sul. Pampinho intrometido. Para quem não sabe, o Peixe-Rei é uma espécie que exige extrema técnica e agilidade do pescador, pois quando ele se sente preso ao anzol, debate-se até conseguir sair. Então existem muitos macetes neste tipo de pescaria, ainda mais nesse caso em que o tamanho deles era de cerca de 5 cm. Enquanto eu treinava, meu pai tirava Carapicu atrás de Carapicu, alguns, como esse da foto, bem grandinhos. Saiu também uma Betara com má formação. Resultado da pescaria de Peixe-Rei e Carapicu Para finalizar a jornada fomos até a praia de Itapoá, em Santa Catarina, mais precisamente na boca do Rio Saí Mirim, um local extremamente piscoso, principalmente se falando de Robalos. Não achamos os Robalos, mas pegamos muitos peixes! Pampo nos primeiros arremessos. Betara pouco maior. Agora veio uma Betara enorme! Nada comum para o nosso litoral ... Realmente um lindo exemplar, que rendeu uma boa briga na multifilamento. Guaivira/Salteira, nunca havíamos capturado delas. Na enchente as Betaras aproximaram. Outra Guaivira, esta um pouco maior. Um bonito Baiacu-Arara. Uma Betarinha pra fechar a pescaria. Equipamentos utilizados Vara Marine Sports Sea Master 4,20 m Molinete Okuma Distance Surf 60 Linha Colmic Axial 0,18 mm Linha Power Pro 0,10 mm Vara Albatroz High Lander 3,30 m Molinete Daiwa Regal 3500 XiA Linha Maruri Pearl Invisible 0,18 mm Linha Caperlan 4x4 0,20 mm Vara Mustad Iron Sport Fishing 2,70 m Molinete Altima 1000 Linha Trabucco S Force XPS Sea Hi-Viz 0,18 mm Carretilha Lubina GTO Tournament by JH Linha Toray Sea Bass 12 lbs Para pescaria na meia-água e fora utilizamos anzóis Keiryu 11 e 13 da Pinnacle e para pescaria de beira Sasame Yamame 9 e Akita Kitsune 5 da Gamakatsu. Na pescaria de Carapicu foi utilizado Akita Kitsune 9 da Owner e para o Peixe-Rei o Sode 1. Pescamos em diversas marés, porém, sem sombra de dúvidas, obtivemos mais produtividade na enchente (maré bem alta), porém nem sempre era possível pescar na hora da mesma. De isca utilizamos única e exclusivamente o camarão Sete-Barbas, sem nenhum tipo de conservantes. Cada camarão rendia em média 3/4 iscas grandes. E é isso aí, foram dias fantásticos na companhia de amigos e família! Um grande abraço a todos.
  15. Um pequeno vídeo mostrando alguns arremessos meus e do meu pai, tanto na praia como em treinos no seco. Fiz justamente para a auto-correção e também para ver a flexão/torção do blank na hora do lance. Espero que gostem. Abraços
  16. Show galera ! Mesmo com tempo horrível conseguiram tirar uns peixinhos Ah, como estavam fazendo para pescar com camarão vivo ? Montagem tradicional ? Abraço
  17. Vladimir, Um Natal repleto de paz, amor e felicidade para o Sr e para toda a sua família. Que 2014 repleto de realizações e conquistas. Abraço.
  18. Muito bacana, Maurício ! Valeu pela dica
  19. Show rapazeada ! Detonaram Entre dia 7 e 17 de Janeiro vou estar em Guaratuba, vamos marcar uma pescaria por lá ! Abraços
  20. Muito bacana ! Belas capturas Sempre é bom estar com o pé na areia
  21. Baita capturas! E ainda comprovando a eficiência das iscas by Jorel Parabéns pessoal

Parceiros: www.petsEXPERT.pt