Atilio Valnez

Pescadores
  • Total de itens

    202
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    2

Atilio Valnez last won the day on May 24

Atilio Valnez had the most liked content!

Reputação

114 Ótima

Sobre Atilio Valnez

  • Rank
    Já estou me enturmando!
  • Data de Nascimento 20-03-1993

Informações Pessoais

  • Localização
    Alta Floresta
  • UF
    MT
  • Sexo
    Masculino

Previous Fields

  • Nome Real
    Atilio Valnez
  • Sobrenome
    Texeira
  • Estilo de Pesca
    Baitcasting. Caiaque.

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Não consegui ler essa parte sem ouvir mentalmente cocô..
  2. Outra coisa muito importante: Prender o corta corrente no pulso ou no colete, cansei de ver piloteiro velho nunca nem usar isso, fica enrolado do lado do motor. Quero ver se cair do barco o que vai fazer. Inclusive eu admito que quase nunca usava, mudei minha visão em um curso que fiz a pouco tempo com a marinha.
  3. Esse é muito top, mais é meio salgadinho tb kkkk. Dei uma pesquisada e acho que um modelo mais simples me atende bem, quero mais pra ver a profundidade pra achar alguns poços. Aqui navegamos com o motor destravado e no visual mesmo, nossas embarcações são pequenas, o problema é quando o piloto não conhece a região, ai tem que ir devagar. Sempre assim na nossa região, só na época da cheia que é diferente. O caseiro la da ilha avalia um piloto pelo estado da hélice do motor rsrs.
  4. Caramba, que legal esse sonar. Sou totalmente leigo no assunto, como ele funciona? ele mostra o que está embaixo do barco? ou tem como "regular pra mostra a frente"? Me interessei nisso, ele detecta cardumes também?
  5. Cara pra rebocar um tamba desses que a galera posta só com uma linha de 2mm e uma senhora carretilha kkkkk, um equipamento proporcional da esportividade sim, mais claro a emoção que deve ser ver a linha do molinetinho UL deve ser demais. Isso é em todo lugar, ninguém esta nem ai pro próximo, só quer saber do próprio nariz. Com certeza, em ambientes confinados assim quando mais esportividade melhor, eu com certeza focaria em material leve se tivessem pesqueiros aqui onde moro. Mais ainda fico encucado com a linha pegando as dos outros rsrs, o povo adora uma briga por qualquer coisa, eu gosto é de correr dela kkkkk.
  6. Uma pergunta pessoal, essa modalidade de pesca não atrapalha quem esta pescando em volta? o peixe sai rebocando metros de linha e no caminho ele não pode pegar a linha de alguém? Só uma curiosidade de quem nunca pisou em um pesqueiro.
  7. Rapaz... O Batistinha já está mandando muito bem... já pode comprar um conjunto novo pra ele kkkkk, mais pra frente outro caiaque rsrs.
  8. Aqui no norte frequentemente os tucunarés simplesmente aparecem nos tanques de criação de peixes. Eles comem os alevinos e disputam com as espécies que estão sendo criadas. É bem comum pegarem todos e de todos tamanhos e abaterem, inclusive nos chamam pra pescar nesses tanques e levar todos os tucunarés. Não sei se isso se aplica ao caso relatado pelo amigo Roque.. Mais torço para que seja.
  9. Show de boa batista. Essas cabeleiras assustadoras foram um dos motivos que me fizeram passar a usar molinete rsrs.
  10. O Baca postou um vídeo esses dias tirando um pirarucu gigante na natureza com uma vara de 20 lb. Concordo com você, num ambiente confinado como o mostrado não precisa de uma tralha tão pesada.
  11. Boia de arremesso Batista?? Que p... é essa? kkkkk ta traindo o movimento?
  12. Minha fala foi um pouco generalista, e com certeza se eu morasse ai minha escolha seria um pesqueiro assim. O ser humano ama uma confusão, já quase arrumei briga até na natureza. Uma vez estávamos eu e um amigo pescando em um poço de corvinas, estavam saindo uma ou outra. Quando menos esperamos um barco parou perto, eles viram que estávamos pegando e apoitaram o barco do lado do nosso, acabando com nossa privacidade. Meu amigo queria discutir e arrumar briga, eu simplesmente falei que não valia a pena liguei o motor e sai dali, fomos pescar em outro local. Quando vou pescar quero esquecer os problemas do dia dia, não quero esquentar a cabeça.
  13. Eu acho a pescaria na natureza incomparável. Contudo, pra quem mora nos grandes centros ou em locais difíceis de se achar pontos para se pescar na natureza o pesqueiro é a solução. Também tem o fato de que no pesqueiro você tem a possibilidade de pegar um gigante, o que é bem difícil na natureza. Por outro lado, vendo vários relatos negativos sobre pesqueiros aqui no forum (fila, brigas, confusão com proprietário, venda casada e etc..) eu prefiro mil vezes pegar lambaris na natureza que enfrentar algo assim.
  14. A cota zero implantada já é um primeiro passo. Mas concordo com você, se não forem tomadas ações mais incisivas logo não teremos mais peixes. Uma coisa que eu acredito que teria um bom efeito é multar as peixarias que comprarem peixe sem nota e procedência.

Parceiros: www.petsEXPERT.pt