Pesquisar na Comunidade

Showing results for tags 'pesqueiro'.



More search options

  • Search By Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Search By Author

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Pesca
    • Bate Papo (novo)
    • Pesca em Geral
    • Relatos de Pescarias
    • Materiais e Equipamentos para Pesca
    • Trabalhos Manuais / Bricolagem
    • Avaliações,Testes e Lançamentos
    • Água Salgada
    • Pesca de Praia
    • Caiaque
    • Pesque & Pague
    • Espécies
    • Flyfishing
    • Legislação
  • Parceiros
    • Pousada Rio Suiá-Miçu
    • Bahia Sportfishing
  • Regionais
    • Pesca em Santa Catarina
  • Diversos
    • Termos e Regras
    • Dúvidas, Críticas, Dicas, Opiniões e Sugestões sobre o Pescaki
    • Café Pescaki
    • Ecologia e Ambientalismo, Ictiologia, Zoologia, Aquarismo, Botânica, etc.
    • Agenda Pescaki
    • Fotografia
    • Náutica e Técnicas de Navegação
    • Carabinas de Ar Comprimido
    • Classificados
    • "Causos" de Pescarias e Outros Textos
    • Gastronomia
    • Tecnologia

Find results in...

Find results that contain...


Data de Criação

  • Início

    End


Data de Atualização

  • Início

    End


Filter by number of...

Data de Registro

  • Início

    End


Grupo


MSN


Skype


Website URL


Localização


UF


Interesses Pessoais


Nome Real


Sobrenome


Estilo de Pesca

Encontrado 181 registros

  1. Ola, Bom dia! Sou novo na area de pesca, e tenho muitas duvidas, tenho pescado muitas tilapias, mas as vezes nao fisgo muitas, gostaria de dicas, em que poderia acrescentar ou concertar. Varas telescópicas 2.70 a 3.30, linha 0.28 e 0.35. Anzol Nº 6 e 12 boia Nº 2 girador pequeno massas carnivoras vermelhas e goiaba, minhoca e massa de panettone. o que eu poderia fazer ?
  2. Harllenalves

    Pesqueiro

    Bom Dia. galera de São Paulo, Quais pesqueiros indicaram para pescar? Pague e pesque ou pesque e pague ? Qual localidade fica aqui em SP?
  3. Como não aguentava mais de saudade do meu canto favorito, antes de viajar para passar a Pascoa com minha família, resolvi dar uma ida no Córrego, então mesmo sozinho, dia 23 a noite parti rumo a Glicerio. Fiquei no quiosque 2, pois como gosto de pescar ou no fundão ou no aterro então ali qualquer quiosque do lado restaurante já ajuda. Cheguei lá por volta das 23:30 hs descarreguei as tralhas e fui pescar. A noite foi muito produtiva, saíu muito tamba, mas nada muito grande, não tirei fotos de todos, pois estava sozinho então era ruim para tirar da água e fotografar: Durante o dia tive várias ações e perdi alguns tambas e tirei um panelão. Para quem acha que não precisa de quantidade linha no Córrego, perdi um tamba que tomou toda a linha da minha Venator vindo a estourar o nó final da carretilha, o peixe simplesmente correu reto em direção ao fundão, do aterro até lá são 254 metros de distancia, o peixe colocou a linhas nas costas e mesmo com carretilha travada e o dedo no carretel não teve conversa, tomou toda a linha e estourou. Os outros foram todos desse porte ou menores então nem fotografei
  4. Dia 19/03 fui a convite do meu amigo Gabriel de SP conhecer o pesqueiro Castelinho, 350 km daqui da minha cidade, sempre gosto de sair sexta depois nas 18:00 da casa, mas como não conhecia o caminho, optei por sair no sábado de madrugada para chegar na cidade do pesqueiro com o dia já claro. Cheguei no Castelinho por volta das 7 da manhã é fui muito bem atendido. Quanto a Estrutura do Pesqueiro: E um pesqueiro simples nada de luxo, mas nada de mal cuidado também, muito pelo contrário, local é bem limpo, boa estrutura para que está acampando, banheiros externos limpos, chuveiro quente bem para tomar banho bem tranquilo. No Restaurante comida boa também, restaurante bem arejado ao com deck em cima do lago bem gostoso. Na pousada os quartos são simples poderem bem gostosos, só a piscina que estava um pouco suja. Na MINHA OPINIÃO para que vai só pescar não compensa ficar na pousada pois é longe demais do lago principal, carregar as tralhas toda vez de ir dormir não é nada aconselhável, se tiver em mais pessoas para cuidar das tralhas ai tudo bem se não é bem complicado. Armemos um acampamento em um quiosque, coloquemos churrasqueira, redes, perto da lanchonete da entrada, próximo ao bambus, lugar com bastante sombra. Quanto aos logos: Todos lagos possui uma grande quantidade de peixes, além das já famosas pirararas gigantes, e tambas de bom tamanho, todos os lagos são infestados de Tucunarés, o mais legal e que estão se reproduzindo muito. No dia que estava lá lidei para pega-los mas como a maioria deles estavam cuidados dos ninhos então não estavam nem um pouco ativos O Lago principal é de bom tamanho, dá para pescar tranquilo, mas tem bastante estrutura, como os deck, só é permitido 3 varas por pescador sendo que apenas uma com boia, as outras tem que ser de fundo, isso ajuda, pois mesmo com o pesqueiro cheio, linha de fundo enrosca bem menos. Quanto ao peixes o dia que fui estava parado, vi sair 2 piras no lago, bem pequena 12 kg mais ou menos, e mais nada, tambas também estavam parados cevamos mais nada, perdi um que escapou na Deli Dog furadinha, e um na antena que estourou minha linha. Tentemos de tudo, mas infelizmente são saiu nada Mas no geral valeu muito apena, gostei bastante do local, pesqueiro dentro da cidade, com muita natureza, super tranquilo, lembra muito o Córrego das Antas meu pesqueiro do coração. Com certeza irei voltar lá mais vezes. Demos muitas risadas, assamos carnes, contemos muitas mentiras, e como sempre é pautada minhas pescaria, fiz muitas amizades Nem sempre a gente ganha, tem dias que são dos peixes, mas isso que me apaixona, a vontade de voltar e fazer a revanche no Castelinho! Único moicano que saiu no jig head
  5. Gabrielhara

    Pesqueiro Pantanal

    Eae galera sou novo aqui no forum A alguma semanas quando fui ao pesqueiro Ichiban passei na frente de outro pesqueiro chamado Pantanal..Curioso fui pesquisar sobre o pesqueiro mas nao consegui chegar a nenhuma conclusao.... relatos bons e ruins... algumas pessoas relatam que os peixes morreram todos la e que agora nao pega mais nada, ja outras falam que pegaram muitos tambas la Gostaria de saber se algm pode me dar uma resposta definitiva...Vale a pena ir ate la ou nao? Vlw eh nois
  6. Bom sábado de Aleluia a todos os pescadores... E desde já, boa páscoa amanhã! É o seguinte, hoje saí dar uma volta e passei no Taquari... Como sempre faço fiquei lá olhando, dando uma volta no lagão. Ontem fui com um amigo pescar num pesqueiro que ele achou por aqui e os lagos eram bem pequenos, bastante atividade, mas uma coisa meio sem contexto, pelo menos pra mim. Eu costumo levar muito em consideração o local como um todo, a fauna, a flora e se tiver peixe grande ótimo! Mas a proposta aqui é: os amigos preferem pescar em lagos grandes com menos atividade (já fui em pesqueiro com 100 mil m2 de espelho d'água, ou lago pequeno, quadrado onde pega uma atrás da outra... ? Espero as opiniões! Abraços!
  7. Olá pessoal alguém já foi nesse pesqueiro? Pelas fotos o lugar é muito bonito e agradável, mas pessoalmente como é? Vi que tem tambas e piras pequenas, o carro chefe são os Dourados, possui lagos que podem pescar de artificial e até embarcada. Minha intenção é ir em um lugar tranquilo que eu possa levar minha filha de 3 anos, dessa vez não quero pescar panela, quero apenas pegar uns peixes e mostrar pra ela, ir almoçar sussegado, não levar as tralhas que geralmente levo, nem ter que levantar as 5:00 da manhã para pegar lugar. Minha maior intenção mesmo, fazer minha esposa pegar uma pira e eu pescar umas traíra e tucunas, só para Gabi ver mesmo, acho que nem tamba vou querer pegar. Vi que lá não tem hospedagem então se for ficar mais de um dia ficarei em hotel mesmo, por isso pretendo levar poucas coisa.
  8. Boa tarde galera! Eu estava devendo um relato sobre o Primavera desde que fui na noturna. Domingo passado voltamos lá e tivemos até alguma sorte... Não estava ventando muito e o sol resolveu aparecer depois de vários dias de chuva. Chegamos cedo e não demorou muito para vermos algumas atividades, saíram algumas tilapias e um mandi amarelo nas varas lisas. Meu primo logo começou a ter sorte com os redondos e pegou três seguidos e depois uma carpa. Do outro lado um amigo também fisgou um redondinho. Eu por minha vez custei a ter sorte (já tinha pego o mandi e tilapias), mas a sorte veio meio azarada logo de cara, pois quando menos esperava uma vara lisa minha foi puxada para dentro do lago! Correria, puxa molinete, lança molinete, mas consegui pegar a linha e brigar com um pacu na vara lisa. Depois disso ainda saíram mais dois bons redondos no fundo, e carpas cabeçudas e capim menores, mas ainda quero um catfish grande, pois sabemos que há vários lá. Enfim, o pessoal é muito bacana lá e apesar da simplicidade do pesqueiro é sempre um prazer estar com eles!
  9. Bom dia pescadores!!! Eu havia lido alguns relatos aqui no forum sobre hoteis para pescadores.... eu queria viajar com a familia e aproveitar para pescar! Uns amigos deram a dica do Hotel fazenda Dois Palmitos em Juquia-SP e nós fomos..... Ali é um paraiso para os pescadores... são varios laguinhos cheios de peixes enormes, mtas vezes voce olha pro lago e não acredita que tem tanto peixe e daquele tamanho. e tem o lagão principal, também abarrotado de peixe.... Eu e meu filho fizemos um video que mostra um pouco (de forma bem resumida para não ficar mto longo) de como foi a pescaria! Espero que gostem!
  10. O que é mais importante, uma boa briga ou o peixe na mão para tirar aquela foto? Assistam a este video e vejam quem saiu vencedor destas batalhas, um verdadeiro cabo de guerra!
  11. Pessoal, bom dia. Permitam uma breve apresentação: Meu nome é Victor, tenho 21 anos, resido na cidade de Osasco - SP e, logicamente, sou apaixonado por pesca. Embora, infelizmente, não possa estar pescando com a frequência que gostaria. Surgiu a idéia de tentar reunir um pessoal e montar um grupo de pesca. Imagino que, assim como eu, muitos deixam de pescar com mais frequência por as vezes não possuir condução, não ter amigos próximos que gostem de pescar, distância, etc. Imagino que em equipe, tudo passa a ser mais fácil ou no mínimo, menos complicado. Não tenho noção alguma de como funciona um grupo de pesca. Se alguém se interessar, podemos marcar uma pescaria, bater um papo e ver se o negócio "vai pra frente". Caso alguém se interessar, se manifeste aqui no tópico e/ou podemos conversar pelo whats app. (11) 98314-1354. Abraços.
  12. Pessoal bom dia. Alguém aqui tem o contato do pesqueiro Lambari, ali na estrado do lambari atras da Chery em Jacareí? Ou sabem se está funcionando ainda?
  13. Olá pessoal para encerrar nossas férias resolvemos conhecer o tão famoso e falado Centro de Pesca Taquari Partimos de Ibaiti dia 03 depois do almoço e no final da tarde já estamos lá, apesar de pegarmos um longo trecho da Raposo que não é duplicada e está bem esburacada a viagem foi tranquila na medida do possível. Chegamos ainda com sol mas resolvemos apenas sentar e descansar para pescar a mais noite. Fomos muito bem recebidos pelo Sr. José Roberto e pelos funcionários. Nem vou descrever o que é o pesqueiro porque simplesmente é TOP demais, um conforto e uma limpeza agradável aos olhos. Pescamos quarta a noite e quinta o dia inteiro até a meia noite. Durante a noite foram muitas ações, muitos tambas de bom porte e muito pequenos, gostamos de registrar todos, mas dessa vez a noite nós estamos sozinhos só nós 2 no pesqueiro então as vezes estamos os dois com peixes, então os menores a grande maioria soltemos sem foto mesmo, ainda pelo fato de ter acabado a luz e demorado para voltar ai ficou um breu impossível de tirar foto. Durante o dia foi difícil amanheceu meio frio um vento muito forte, clima estranho digno de inverno, além do pesqueiro estar lotado, na parte da tarde tivemos muitas ações mais perdemos muitos tambas na beirada, tava uma zica monstra kkkkkkkk A noite novamente foi bem produtiva até as 00 hs. Na sexta acordemos umas 10 horas da manha e retornemos para casa. Lugar é show, e fomos muito bem atendidos
  14. Olá pessoal, esse video é da última pescaria que fiz de traíiras aqui na minha cidade, foi dia 02/02 em um pesqueiro daqui. Apesar de ter a Gopro já há algum tempo, nunca tinha gravado e editados videos de pescaria. Não gravei todos os ataques, pois infelizmente a bateria acabou!
  15. Faaaala galera!!!! Fiquei sumido um tempo mas voltei pra mais um relato! Dessa vez fui conhecer o Pesqueiro 3 Irmãos, em Peruíbe, SP, famoso por ser o lar de grandes tambas que amam uma anteninha kkkk Na companhia do Vinicius, chegamos no pesqueiro as 5h40 da manhã, e apenas 3 carros estavam na nossa frente! Fomos para um lugar bom que o Vini recomendou, e começamos a fazer nossos arremessos! No início da manhã, apenas tilápias e carpas subiram na ceva, mas a partir das 9h da manhã, os tambas começaram e não pararam até o final do dia! O Vini engatou o primeiro do dia, um peixe já de respeito, que explodiu na sua ceva! Lá no 3 Irmãos os peixes comem direto na bóia, por isso utilizamos chicotes de 40 cm. Os peixes do 3 Irmãos tem a característica de serem muito largos e muito fortes! Eu , pra variar. estava com um baita azar, e perdi dezenas de peixes! Eles vinham até a beira e escapavam Mas não desisti e fui atrás do meu! Com anteninha branca e miçanga preta, esse belo tamba bateu! O calor estava infernal, mas mesmo assim, os tambas não paravam! Lógico que saíram nas mãos do Vini kkkk todos com miçangas claras! E pra finalizar, o Vini engatou outro tamba muito bom! Dessa vez na miçanga clara! Infelizmente, nesse dia, os tambas nos venceram... Foram muitos peixes perdidos, mas o lugar mostrou ser realmente o paraíso da cevadeira! Aconselho a todos que gostem de percar nessa modalidade! O vídeo dessa aventura pode ser acessado aqui : https://www.youtube.com/watch?v=1bEhOyHqNw8 Espero que tenham gostado do relato! Em breve volto com um novo! Valeu galera!!
  16. Fala meus amigos; mais uma pescaria no pesqueiro do jango, olha só a arrancada do tamba no fly, mesmo assim ele escapou!!! E depois tirei outro pra alegria. Foi um dia muito produtivo!!!
  17. Olá pessoal, aqui vai mais um relato, desta vez nos 3 irmãos em Itariri, litoral sul de SP. Saímos no domingo de manha de Ibaiti no Paraná, viajamos o dia inteiro 600km com uma chuva descomunal, viagem tensa, estrada tava um perigo, barreiras caindo, pistas interditadas, mas Graças a Deus por volta das 17:40 hs estavamos no pesqueiro. Ficamos meio que incrédulos, quando subimos a estradinha que dá acesso ao pesqueiro, mas quando entramos no portão a sensação de paz e tranquilidade foi absurda, falei pro meu irmão "Que lugar é esse meu Deus". Estacionamos e fomos muito bem recebidos pelos funcionários do pesqueiro, descemos até o lago e ai que ficamos mais encantados ainda com o local, simplesmente fantástico! Desde que liguei para reservar os quartos, os funcionários foram sinceros comigo, o quarto é bem simples, não tem TV não tem, ar condicionado, é bem simples, falei para ela no telefone "Minha querida eu quero pescar tendo um chuveiro e um tapete pra mim já tá bom, mas para minha surpresa entre nos quartos, realmente bem simples, mais cheiroso, limpo, e organizado, banheiro bem limpinho e cheiroso, em fim pra mim não precisa de mais nada. Em fim o local despensa qualquer tipo de comentário e o atendimento que tivemos foi excelente. Lá só funciona celular da vivo, TIM e OI não pega. Tem Wi Fi e aceita cartão de débito e crédito, tem lojinha com várias coisas boas, inclusive a ração furadinha que faz tempo que estava procurando! Todos os dias que estivemos lá, não posou ninguém lá só nós, então podemos sempre ficar no morrinho e não desarmar as tralhas já que o guardião super gente boa, cuidava para nós. O clima estava tenso, chuva sem parar na segunda, já na terça ficou um pouco sem chover, mas com vento e depois das 16 horas, mais chuva, até com um pouco de raio. Os tambas estavam bem pouco ativos, e não subiram praticamente nada, desde sábado, domingo também não subiram, ninguém pegou nada, mais nossas esperanças era que o jogo poderia mudar, então fomos a luta! A volta também foi tensa, BR 116 fechada, Anchieta fechada, todos subindo pela imigrantes, até uma mão da castelo teve rodovia desmoronada, acessos a Ibaiti quase todos prejudicados, mas graças a deus, quarta feita 18:00 hs já estamos em casa. RESUMINDO, foi uma viagem mais louca que já fiz, e a pescaria mais desafiadora também, no final valeu cada km e cada centavo gasto, vai ficar guardada pra sempre em nossas memórias. Chega de blá blá blá e vamos as fotos Não reparem na minha barriguinha sexy kkkkkkkkkk Em fim foi um excelente pescaria com muito outros tambas não registros a noite e devido a eu ou meu irmão estar tirando outro. Até um Jundiá na cevadeira saiu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
  18. O que é para ser não tem como, quando ir para pegar o telefone para cancelar nossa ida pra lá meu irmão me liga dizendo que conseguiu resolver tudo e que estava vindo! Então saímos de Ibaiti domingo após o almoço viagem tranquila até Glicério, chegamos descarregamos as tralhas lá descansamos, fomos assar uma carne e tomar uma gelada, depois partimos para pescaria! Ficamos no quiosque na frente do restaurante, mas a noite sempre pescamos no nosso lugar preferido o açude. As piras dessa vez não estavam nem um pouco ativas, pegamos poucas já os tambas estavam bem ativos. No Domingo e na segunda conhecemos um pescador de Minas Gerais, 2 de Barueri e um de Campinas. Ali começou um verdadeiro show de companheirismo e amizade foram dias de muitas risadas, um diversão espetacular que quando se despedimos o sentimento era até estranho, ninguém queria ir embora. Assemos carne, tomamos umas geladas e contemos um monte de mentira kkkkkkkkk Foi a pescaria mais gostosa que já fiz, nem tanto pelos peixes mais pelas amizades que fizemos. Quanto ao Córrego está funcionando assim: Cevar de barco, somente meio saco de ração por pescador apenas na segunda, terça, e quarta, o restante da semana está proibido. Foi tirado sexta passada mais 1 tonelada de tilápia, mas ainda tem absurdos. O ontem estavam cortando o mato do lago, já que com as chuvas cresceram muito. Victor que arrenda o pesqueiro é gente boa demais. Os peixes Semana passada estava saído muita pira, mas de sabado em diante sumiram, não sei se a mudada para lua cheia influenciou, pois de noite estava clara demais, quase um dia! Os tambas saíram semana passada até agora absurdamente, Vinicius e o Henry pegaram em 6 dias mais de 70 tambas, sendo mais de 20 verdões gigantes. O pesqueiro esta com muito ação, vários tambas pequenos, mas está tendo muito ação e dá para se divertir tranquilo. Esses dias que fiquei foi a vez que mais vi sair peixe, até na cevadeira os tambas estavam subindo, saiu até verdão no EVA, foi show! Foram vários tambas sem registro, muitos escaparam, muitos a noite, sem celular e sem camera, uns 4 estouraram as linhas, em fim muito ação! Segue as fotos da pescaria: E assim foi nossos dias no Pesqueiro Córrego das Antas
  19. Olá caros pescadores e pescadoras é com grande alegria que venho dividir com vocês está história fantástica de uma pescaria em um lugar que é um verdadeiro paraíso, um oásis em meio ao deserto. Pescaria esta que aconteceu nos dias 08 e 09 de novembro de 2014 . Chegamos ao nosso destino tão esperando por voltas das 9 horas, que lugar lindo, me senti tão próxima da natureza, que até de lembrar arrepio-me, e sim este é um verdadeiro oásis, um lugar sensacional. Então fomos à recepção demos entrada no pesqueiro e pegamos as chaves dos quartos, guardamos as malas e juntamos as tralhas de pesca e borá pescar, que muitos, mas muitos peixes nos esperavam. Iniciamos nossa pescaria no lago de baixo, primeiramente observando como era os sistemas usados pelos demais pescadores que ali estavam; iscas que estavam usando e também observamos as atividades dos peixes no lago. Começamos testando a pesca de superfície com uso da boia cevadeira e ração na pinga. Como também sabíamos que no lago havia pirararas e outros peixes de couro, deixamos uma vara de espera alternando salsicha e mortadela e outra vara de espera com massa, a fim de capturar os tambas que estivessem comendo no fundo. Neste paraíso também há vários pirarucus - peixe pré-histórico, cobiçado por pescadores mundo a fora e claro também um sonho dos pescadores do Já Fisguei pegar um bitelo desse. E ao chegarmos fomos presenteados com belos exemplares deste lindo peixe passeando pelo lago, nos deixando ainda mais encantados com este lugar maravilhoso. Neste dia estava ventando muito e devido a este fator as ações no lago estavam muito devagar, tivemos pouquíssimas ações, ao final da tarde tivemos alguns ataques na salsicha de fundo, no entanto, sem excito. Portanto, com o cair da tarde subimos para lago 01 (localizado próximo a recepção), onde acontecia a pesca noturna até as 22 h, nos organizamos e arruamos nossas varas e iniciamos a pescaria neste outro lago, como o vento já havia diminuído bastante, foi possível ver que a movimentação dos peixes na superfície estava bem maior que estava no lago 2, assim, resolvemos continuar com a utilização da boia cevadeira e ração na pinga como isca, e utilizando um chicote de uns 2 m, regulando a altura da isca, com a boia guia, buscando compreender a que altura os peixes estavam comendo. Logo nos primeiros arremessos obtivemos algumas ações, mas acabamos perdendo o peixe. Observando a ação dos pirarucus na superfície se alimentando eu resolvi arremessar próximo de onde eles estavam subindo para comer um pedaço de geleia, e mal caiu na água a geleia desapareceu, e minha linha também e logo vimos a nossa frente uma onda imensa se abrir e um lindo salto do pirarucu, mas infelizmente não tive nem tempo de fisgá-lo e ele se soltou do anzol e eu fiquei apenas com a sensação de que seria uma briga épica, e com a emoção de ter tido por alguns segundos bem ali na ponta minha linha o meu sonho, mas fica o desejo de uma revanche, afinal o final de semana estava apenas começando e eu ainda teria muito tempo para poder tentar fisgar este peixe novamente. No finalzinho da tarde vendo os lindos pirarucus novamente comendo na superfície nosso companheiro de pesca Ademilson, resolveu arremessar um pedaço de geleia bem ali no lugar onde eles subiam, e podemos desta vez presenciar de perto o pirarucu em ação, eis que vimos a hora exata em que ele veio em direção a geleia e a sugou para fundo em um ataque inesquecível, ficamos todos com o coração acelerado e vibrando para que desta vez este bitelo saísse para fotos. Foram uns 30 min. de briga intensa em que o Ademilson mal tinha chance de recolher a linha e o pirarucu lhe tomava metros e metros de linha sem modéstia, sem cerimônia. Mas com muita calma e suor o nosso companheiro conseguiu trazer este belo troféu para fotos e nós vibramos e nos alegramos junto com nosso amigo, afinal pescaria é também alegrar-se com a conquista do companheiro de pesca como se fosse nossa. E depois de tanta alegria e euforia por este lindo peixe fisgado, voltamos a pescar e ali entre uma conversa e outra e muitas risadas a noite chegou, e a hora de dar uma pausa para jantar também. Há e tenho que dizer que comida gostosa que é servida neste pesqueiro, só de relembrar, hum! da água na boca, é perceptível que é preparada com muito amor. Então a galera desceu para jantar e ficamos eu e meu esposo pescando mais um pouco e olhando as coisas até alguém voltar. E claro não perdemos tempo e continuamos pescando e como estava a noite optamos em utilizar somente as iscas de fundo, assim, meu esposo arremessou uma salsicha bem a nossa frente e não foi uns 2 min. e sua vara envergou toda e sabíamos que havia entrado um peixe bem grande, e este bitelo foi tomando sua linha sem modéstia e meu esposo teve que ir dando volta no lago seguindo o gigante que havia fisgado, e até que vimos ele subir na superfície era um belo pirarucu, quanta emoção e eu até parei de pescar e fui acompanhando meu esposo para ajudá-lo no que fosse possível para tirarmos este gigante para as fotos. E assim, andando de um lado para outro o seguindo para que não corresse risco da linha arrebentar a briga durou cerca de 30 min. até que aquele gigante lindo se entregou quanta alegria dois peixes pré-históricos no mesmo dia é realmente um presente para qualquer equipe de pesca. Fizemos todos os registros fotográficos e o devolvemos para água que é seu lugar, para que ele possa continuar crescendo e para que possa fazer a alegria de outros pescadores que assim como nós, possam vibrar ao fisgar este rei do pesqueiro. Então depois de fisgar este lindo troféu, fomos apreciar o delicioso jantar que nos esperava, jantamos e voltamos para junto da galera, e como estava muito frio decidimos ir dormir, pois no domingo era cedo novamente na beira do lago. No domingo eu e meu esposo acordamos cedo, e fomos até o lago de cima deixamos nossas tralhas, organizamos o as coisas, deixando tudo preparado para iniciamos a pescaria assim que voltarmos do delicioso café da manhã. Enquanto organizávamos tudo o nosso companheiro Clayton, iscou um pão de queijo e em poucos minutos fisgou um belo Tambacu. Depois desta bela captura fomos bem animados para nosso café da manhã. Retornamos do café animadíssimos para mais um dia de pesca, porém passamos uma manhã com poucas ações e alguns peixes perdidos. E após o almoço meu esposo vendo a movimentação dos peixes que estavam subindo na ceva preparada pelos funcionários do pesqueiro, na qual utilizavam de uma espécie de "bolas de ração" - feitas com ração de ceva. O seu instinto foi logo colocar um anteninha marrom (cor de ração) e arremessar exatamente no ponto em que os peixes subiam, e claro o resultado não podia ser diferente e logo ele fisgou um belo troféu, um lindíssimo Tambacu de 20 kg, o qual foi retirado do lago sob os olhares atentos de uma família russa, que acompanharam entusiasmados toda a ação, falando o tempo todo em seu idioma; não entediamos nada, mas pela euforia deles vimos que eram palavras de admiração e entusiasmo. Então assim, neste clima de alegria, euforia, e muita amizade, passamos este final de semana maravilhoso neste local, acolhedor e com clima incrível de família, que nos recebeu muito bem chamado Hotel Fazenda Point da Pesca, localizado em Alexânia - GO. Ao longo das minhas pecarias tenho aprendido que pescar é muito mais que fisgar o peixe, a pescaria nos possibilita um encontro conosco mesmo. Permite-nos olhar com atenção para as pequenas coisas da vida, que se tornam essências, nos faz ver detalhes mínimos em cada ação. A pescaria nos possibilita conversar com os amigos sem estar atento ao relógio, sem nos preocupar com o andar das horas, nos permiti viver a vida sem presa, olhar as coisas e as pessoas com demora, ou simplesmente ousaria dizer que a pescaria nos possibilita apreciar a arte de viver. Portanto, alegria, a amizade, o amor, a fraternidade, o compartilhar de experiências e conhecimentos, estão sempre presentes numa boa pescaria, fazendo com que tornemos eternos estes momentos, os registrando no livro da vida. Finalizo esta aventura em que tivemos a oportunidade de estarmos frente a frente com grandes gigantes, e fico também com o desejo de uma próxima vez, para que eu possa ter assim, a oportunidade de ter na ponta da minha linha o meu peixe dos sonhos "o senhor pirarucu". E claro, deixo aqui minha recomendação para vocês pescadores e pescadoras que ainda não conhecem este paraíso vale muito a pena passar um tempinho neste lugar mágico. E para vocês que apreciam boas histórias de pescaria e quiserem ler mais um pouquinho, deixo o link do meu blogger: vida-de-pescadora-pescar-minha-paixao.blogspot.com.br
  20. Olá pessoal, gostaria de saber como é o castelinho compensa uma visita lá? Sei que bem conhecido pelas piras, mas e os tambas? quase não acha relatos na internet. Como é a hospedagem lá? Caso queira levar minha esposa e minha filha que tem 3 anos vale a pena? Ou me indicam outro lugar? Estava tudo certo para ir no córrego segunda que vem, mas acho que meu irmão não vai poder ir, então lá com criança pequena é osso, agora estou a procura de outro lugar, analisando prós e contras. Vou dia de semana mesmo!
  21. andremprs

    Pontos GPS pesqueiros Robalos

    Dai galera! Sou mais um no time de viciados na pesca de robalo, tenho que admitir que o negócio é bom demais! haha ;P Moro em Torres- RS e aqui, principalmente no Rio Mampituba se pesca muito robalo, seja embarcado ou não. Bom, e qual meu propósito para nós? Eu pesquisei e não encontrei, então achei interessante nós criarmos um mapa com os locais de pesca do Robalo, seja aqui no sul ou qualquer outra região. Nas minhas pesquisas achei bastante pontos (latitude longitude) de São Paulo, mas acredito que aqui para o RS e SC também temos muitos pontos e muitas pessoas interessadas em compartilha-los (afinal esta é a ideia do fórum). Como iria funcionar? Eu criei um Mapa no Google Maps que qualquer um pode acessar, e vamos postando os pontos aqui e adicionando lá. Acho interessante conter o nome do colaborador. Cada um pega as coordenadas do local de pesca, se possível tire uma foto, fala sobre o local, qual especie que é pescado lá (peva ou flecha), qual maré é melhor (cheia ou vazante), e a gente juntos vamos criando um mapa super completo para todos. O que acham da ideia? Vai pra frente? Fico no aguardo pessoal, grande abraço
  22. Fala galera!! tudo bem com voces ?? Vamos pra mais um relato? Dessa vez a pescaria foi no Recanto do Pacu, em Sousas - Campinas, lugar de gigantes pirararas e de tambaquis também (os legítimos verdões da Amazônia)!! Chegamos cedinho no Pesqueiro e fomos o terceiro carro. Logo nos instalamos em umas das beiradas do lago, e lançamos a iscas na água. Nosso foco esse dia eram as Pirararas e os Tambaquis, portanto utilizamos Mussarela, Salsicha e Pão. O dia estava muito quente, e não chovia há muito tempo na região, por isso os peixes estavam meio parados, mas mesmo assim, conseguimos alguns! Para nossa alegria, o primeiro peixe do dia foi uma bela Pirarara, que pesava em torno de 25kg, pega na Mussarela! No Recanto do Pacu existe um enorme cuidado com o peixe, com funcionários treinados para auxiliar o pescador na retirada e devolução do peixe! Por isso, os peixes de lá são extremamente briguentos e conservados! Logo após soltar essa bela pirarara, pegamos uma Pincachara no queijo também! Após algumas horas sem nenhuma ação das Piras e dos Verdões, fizemos um dublê! O Álvaro pegou uma bela carpa, e eu peguei a minha Pirarara Um pouco menor, mas mesmo assim, brigou muito! Ao final da nossa pescaria, mais uma Pincachara apareceu! Comedora de mussarela kkkk E assim foi nossa pescaria! Esperávamos mais peixes, mas realmente a falta de chuva atrapalhou muito! Mas sem problemas, porque o que vale é estar na beira do lago, né? Essa pescaria completa vocês podem conferir aqui: https://www.youtube.com/watch?v=Ck-wrHChmNk Abraços a todos!
  23. Bom passado as festividades de final de ano, hoje já de volta em minha residência, vou postar a última pescaria do ano de 2015, local escolhido foi o Pesqueiro Stella, fui lá no começo de novembro e o Maércio já estava me cobrando uma visita lá kkkkkkk Então pegamos a estrada e partimos, como eu e meu irmão já estávamos de folga, decidimos por pescar domingo e segunda feira. No domingo a pescaria foi bem difícil os tambas não queriam nada, usemos tudo quanto é isca, e tudo quanto é sistema com muita insistência sai 4 tambas apenas, e perdi 1 pira. Já a noite foi insana, conhecemos o André que esteva a primeira vez no pesqueiro, pegamos 12 piras, sem contar as perdidas. Segunda das 6 da manha até as 9 horas os tambas subiram e fizemos a festa na anteninha. Pescamos até às 13:00 horas e retornamos para casa, satisfeitos. Agora a primeira pescaria do ano de 2016, vai ser em um pesqueiro que não conhecemos ainda, provavelmente será nos 3 irmãos nos dias 11/12 e 13 (segunda, terça e quarta)
  24. Faaaaala ai rapazeada! Tudo bem? To aqui de volta pra mais um relato! Junto comigo, estavam Lopão, Maicon, Álvaro e Tokio! Dessa vez, o destino foi o Parque Maeda, onde se encontram diversos tanques de pequeno porte que garantem uma bela brincadeira! Optamos por fazer a pescaria noturna, até as 23h30, e foi um show! Muito peixe e muita risada! Nessa pescaria utilizamos material Ultralight, estes fabricados pela Amental Fishing (equipamento top demais galera!) e como isca a Massa Japonesa! O pessoal que foi junto chegou as 7h da manhã e ficaram até o final, enquanto eu cheguei por volta das 16h e fiquei até as 23h30! Antes da minha chegada, a galera se divertiu com cabeçudas e tambas! Depois da minha chegada, já no final da tarde, os peixes começaram a ficar muito ativos, e era um atrás do outro! Em alguns momentos, fizemos dublês com as próprias varas! E era comum dublês entre nós! Deixamos uma vara armada com salsicha em um dos tanques, e logo na caída da noite um belo pintadinho deu as caras! Após esse pintado, os peixes não deram trégua! O arremesso curtinho era fatal para as cabeçudas, enquanto os arremessos longos traziam muitos tambas e patingas! Até uma bela curimbá apareceu pra foto! Tokio finalmente parou de ser sapateiro! E assim vai mais um relato, com muito peixe na linha e muita risada! Espero que tenham gostado! Esse dia foi frenético!! Essa aventura completa você encontra nesse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=NnnuYIgmli0 Valeu pessoal! Até a próxima! Grande abraço!!

Parceiros: www.petsEXPERT.pt