Ir para conteúdo

Recommended Posts

ZZ TOP - Esses barbudos Texanos são feras... tocam e cantam muito!

 

  • Like 1
  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 2,2k
  • Created
  • Última resposta

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Sempre gostei muito de ouvir Alan Parsons, pra quem não conhece, foi o engenheiro de som de "The dark side of the moon" do Pink Floyd. Acho que é suficiente como referência né? Rsrsrs No começo n

E pensar que 3 caras faziam esse som... Mike Portnoy arrebenta mas não conseguiu tocar exatamente igual.  

Posted Images

Sensacional ! apreciei a concentração sincronizada  do baterista , além do visual , o som é muito show. eMULE salva a minha biblioteca, cada vez mais completa com essa bela pescaria que faço, graças aos amigos! 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, Renato Fisherman disse:

 

Um dos muitos sucesso anos 80...está na minha biblioteca, quanto ao ZZ TOP havia ouvido nas emissoras, mas não fiz nenhuma busca,...vou buscar!

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/03/2021 at 22:46, Renato Fisherman disse:

ZZ TOP - Esses barbudos Texanos são feras... tocam e cantam muito!

 

Muito, mesmo! Gosto muito! :clapping:

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/03/2021 at 22:46, Renato Fisherman disse:

ZZ TOP - Esses barbudos Texanos são feras... tocam e cantam muito!

 

Feras mesmo! Nos EUA são adorados de forma quase unânime pelos menos novos. Gosto muito do som deles, típico.

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, Roque Moraes disse:

Um dos muitos sucesso anos 80...está na minha biblioteca, quanto ao ZZ TOP havia ouvido nas emissoras, mas não fiz nenhuma busca,...vou buscar!

Bachman Turner não é da minha época...

  • Haha 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nem só de U2 vive a Irlanda. Essa banda irlandesa é um dos bons grupos de indie rock que já ouvi, já postei aqui antes mas estava ouvindo há pouco e achei esse vídeo ao vivo deles, provando que não são só de estúdio. E como canta essa vocalista!

Editando: numa pesquisa rápida descobri que a banda se separou em 2019 e alguns membros formaram o Soda Blonde, incluindo a vocalista.

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

O bom e velho jazz sempre rendeu vertentes fabulosas de música. Uma delas é o smooth jazz (já postei muuuuita coisa aqui) e esse cara é bom demais na guitarra: Russ Freeman, líder do The Rippingtons, dos EUA.

Aqui, ele e Craig Chaquico numa música bem latina:

 

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 15/03/2021 at 10:40, Fred Mancen disse:

Bachman Turner não é da minha época...

:rotfl2::rotfl2::rotfl2:... eu disse anos 80 amigão, nessa época voce cobiçava as menininhas na escola , lembra?...Fred renda-se , não há outro jeito.

  • Haha 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 18/03/2021 at 09:21, Fred Mancen disse:

Nem só de U2 vive a Irlanda. Essa banda irlandesa é um dos bons grupos de indie rock que já ouvi, já postei aqui antes mas estava ouvindo há pouco e achei esse vídeo ao vivo deles, provando que não são só de estúdio. E como canta essa vocalista!

Editando: numa pesquisa rápida descobri que a banda se separou em 2019 e alguns membros formaram o Soda Blonde, incluindo a vocalista.

A primeira vez que os vi foi no Jools Holland! São bons mesmo! :clapping:

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 18/03/2021 at 10:41, Fred Mancen disse:

O bom e velho jazz sempre rendeu vertentes fabulosas de música. Uma delas é o smooth jazz (já postei muuuuita coisa aqui) e esse cara é bom demais na guitarra: Russ Freeman, líder do The Rippingtons, dos EUA.

Aqui, ele e Craig Chaquico numa música bem latina:

 

Jazz é um estilo que não está entre minhas primeiras opções, mas inegável que há vários bons músicos, sobretudo guitarristas nesta área. No vídeo se percebe de fato o quanto Russ é virtuoso nas cordas. :clapping:

Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Domingos Bomediano disse:

Jazz é um estilo que não está entre minhas primeiras opções, mas inegável que há vários bons músicos, sobretudo guitarristas nesta área. No vídeo se percebe de fato o quanto Russ é virtuoso nas cordas. :clapping:

Herdei esse gosto de meu pai, que adorava jazz. Russ Freeman manda bem sim!

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Fred Mancen disse:

Herdei esse gosto de meu pai, que adorava jazz. Russ Freeman manda bem sim!

Jazz e Blues aprecio muito conforme o ambiente local, o jazz pelo instrumental que lhe é peculiar e o blues pela sua melancolia, geralmente um retrato de um fato triste acontecido.

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Roque Moraes disse:

Jazz e Blues aprecio muito conforme o ambiente local, o jazz pelo instrumental que lhe é peculiar e o blues pela sua melancolia, geralmente um retrato de um fato triste acontecido.

Grande Roque,

Aprecio teu gosto. Quanto ao Blues, de fato, marcou mais em razão de ser um estilo que veio para mostrar e deixar gravado todo o sofrimento de um povo, bem como para firmar-se como, talvez, a maior forma de expressão musical, até porque do Blues surgiram muitos outros estilos.

Eu gosto muito de um vídeo que sintetiza isso: 

Connie Williams, de quem muito pouco, quase nada, se sabe, interpreta uma canção (não é de sua autoria) de cunho religioso que é um grande e perpétuo sucesso no mundo do Blues. A letra também mostra um personagem sofrido, que cansado, esgotado, não vê outra saída que pedir ao poderoso Deus em que acredita que se lhe ampare. É algo simplesmente maravilhoso! :ok:

 

  • Like 1
  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Domingos Bomediano disse:

 A letra também mostra um personagem sofrido, que cansado, esgotado, não vê outra saída que pedir ao poderoso Deus em que acredita que se lhe ampare. 

Blues é basicamente de um cunho religioso e de exaltação e louvor ...

A primeira imagem que me vem à cabeça , quando assisto filmes americanos de época e que há trabalhadores negros em campos de algodão , é aquela canção ritmada , poderosa e de alívio da alma ... fascinante e contagiante !

 

* dias desses , assisti um documentário no History , da história das guitarras ...  aliás, sou um inveterado devorador de tudo que me fascina ... 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um desconhecido para muitos .... mas um dos maiores blues que conheço ... o Diabo do blues ...

Tem um documentário dele na netflix ...

 

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Armando Ito disse:

Blues é basicamente de um cunho religioso e de exaltação e louvor ...

A primeira imagem que me vem à cabeça , quando assisto filmes americanos de época e que há trabalhadores negros em campos de algodão , é aquela canção ritmada , poderosa e de alívio da alma ... fascinante e contagiante !

* dias desses , assisti um documentário no History , da história das guitarras ...  aliás, sou um inveterado devorador de tudo que me fascina ... 

É isso tudo aí, mesmo, Grande Ito! :clapping:  Eu também assisti ao documentário sobre as guitas. :comemorando: 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
35 minutos atrás, Armando Ito disse:

Um desconhecido para muitos .... mas um dos maiores blues que conheço ... o Diabo do blues ...

Tem um documentário dele na netflix ...

 

Qualquer coisa que se escreva sobre ele, vai ainda restar incompleta e não render, com justiça, a honra e louvor que merece! 

Vi e li muita coisa sobre ele e, um dos comentários mais fantásticos foi de Eric Clapton contando uma passagem/lenda que se deu no dia em que Robert esperava em uma sala apartada, alguém que estaria na sala ao lado conversando com o diretor da gravadora sobre seu trabalho. Naquele dia ele gravaria pela primeira vez! Conta a lenda que, enquanto conversavam, Robert resolvera passar o tempo de espera, tocando seu violão. Ao ouvir aquele som único e ainda desconhecido no mundo musical, o diretor perguntou ao seu interlocutor quem mais estaria tocando com Robert. Ao receber a resposta de que ele estava tocando sozinho, o diretor mandou entrar para gravar imediatamente.

Era isso mesmo, nós que gostamos e até dedicamos algumas dedilhadas e palhetadas nas cordas de uma guitarra conseguimos entender com mais facilidade o porquê da alegação fantasiosa de que Robert tinha um pacto com o diabo rssss, pois parece impossível uma pessoa tocar daquela maneira, sobretudo estando sozinha, sem acompanhamento. Obviamente que hoje, depois dele ter mostrado a técnica há muitos guitarristas que o fazem, mas na minha opinião, o maior de todos os louros é para quem cria a coisa e não para quem tem capacidade para copiar! :wub:

Por isso, ainda que não tenha sido o "Pai do Blues", como normalmente costumam afirmar, foi um de seus criadores e aperfeiçoadores, mas sobretudo foi único em técnica e performance, além de ainda ter sido prolífero compositor. :iCo01:

  • Like 1
  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pra não falarem que eu sou Jurássico e só posto velharias aqui...:assobiando:rsrs.... segue um som de uma mulecada, que das bandas novas acho q é uma das melhores....se pesquisarem outras musicas deles vão ver q lembra uma mistura de Led Zeppelin e Rush.

 

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, Domingos Bomediano disse:

Qualquer coisa que se escreva sobre ele, vai ainda restar incompleta e não render, com justiça, a honra e louvor que merece! 

Vi e li muita coisa sobre ele e, um dos comentários mais fantásticos foi de Eric Clapton contando uma passagem/lenda que se deu no dia em que Robert esperava em uma sala apartada, alguém que estaria na sala ao lado conversando com o diretor da gravadora sobre seu trabalho. Naquele dia ele gravaria pela primeira vez! Conta a lenda que, enquanto conversavam, Robert resolvera passar o tempo de espera, tocando seu violão. Ao ouvir aquele som único e ainda desconhecido no mundo musical, o diretor perguntou ao seu interlocutor quem mais estaria tocando com Robert. Ao receber a resposta de que ele estava tocando sozinho, o diretor mandou entrar para gravar imediatamente.

Era isso mesmo, nós que gostamos e até dedicamos algumas dedilhadas e palhetadas nas cordas de uma guitarra conseguimos entender com mais facilidade o porquê da alegação fantasiosa de que Robert tinha um pacto com o diabo rssss, pois parece impossível uma pessoa tocar daquela maneira, sobretudo estando sozinha, sem acompanhamento. Obviamente que hoje, depois dele ter mostrado a técnica há muitos guitarristas que o fazem, mas na minha opinião, o maior de todos os louros é para quem cria a coisa e não para quem tem capacidade para copiar! :wub:

Por isso, ainda que não tenha sido o "Pai do Blues", como normalmente costumam afirmar, foi um de seus criadores e aperfeiçoadores, mas sobretudo foi único em técnica e performance, além de ainda ter sido prolífero compositor. :iCo01:

Robert era um fenômeno,  cresceu na mesma região que Muddy Waters e Albert Collins. Área prolífica essa, hein...rsrsrs... adoro essas histórias! 

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 20/03/2021 at 22:43, Renato Fisherman disse:

Pra não falarem que eu sou Jurássico e só posto velharias aqui...:assobiando:rsrs.... segue um som de uma mulecada, que das bandas novas acho q é uma das melhores....se pesquisarem outras musicas deles vão ver q lembra uma mistura de Led Zeppelin e Rush.

 

Esses meninos ainda devem crescer nos próximos anos,  precisam é achar o caminho deles. Eu já escrevi aqui antes, tem potencial, mas não fazem a minha cabeça. Ainda...

Espero deles um amadurecimento, não sei...ainda me soa como se fosse banda cover, não sei descrever direito.

Os primeiros trabalhos eram LZ na veia. Essa música em especial remete aos álbuns do Rush "The Spirit of radio", "Caress of steel" (cordas e vocal), muito mais do que ao Led.

Uma coisa não se pode negar: bebem nas melhores fontes! Mas eles possuem talento, sem dúvida.

Deve ter visto já o som que postei muito tempo atrás, do Rival Sons... esses são bem mais "ferozes", me soam mais autênticos.

  • Like 3
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 20/03/2021 at 22:43, Renato Fisherman disse:

Pra não falarem que eu sou Jurássico e só posto velharias aqui...:assobiando:rsrs.... segue um som de uma mulecada, que das bandas novas acho q é uma das melhores....se pesquisarem outras musicas deles vão ver q lembra uma mistura de Led Zeppelin e Rush.

 

Muito bom, mesmo! :clapping:

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 20/03/2021 at 22:43, Renato Fisherman disse:

Pra não falarem que eu sou Jurássico e só posto velharias aqui...:assobiando:rsrs.... segue um som de uma mulecada, que das bandas novas acho q é uma das melhores....se pesquisarem outras musicas deles vão ver q lembra uma mistura de Led Zeppelin e Rush.

 

A simbologia adotada pela banda GVF tem algum misticismo embora não explicita na letra, mudando ela como se vê no

clip da musica Broken bells. como tu mesmo comenta Renato, o futuro promete.

  • Like 2
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


www.petsEXPERT.pt
×
×
  • Criar Novo...