Ir para conteúdo

Recommended Posts

Boa tarde colegas do Pescaki

Pensamos e repensamos modelos, trabalhos (nado), profundidade flutuação e mais mil coisas sobre nossas iscas artificiais. Agora surge outro ponto que me parece bem menos discutido: Como (de que forma) o peixe atacará a isca?! De qual direção virá o ataque? O ataque será com a boca? Qual a direção do movimento do peixe na hora da pancada? (e ainda mil e uma dúvidas que podem aprecer)

Pois é colegas, eis aí a questão... Como avaliaremos isso? Como isso influi na pescaria? Como o trabalho da isca contribuirá pra um determinado tipo de ataque? (Complexo não é mesmo?)

Não acho que isso seja preciosismo da minha parte, nem falta de ter o que fazer, realmente acho que é uma questão que merece certo cuidado e atenção.

À título de exemplo:

Normalmente esperamos um ataque frontal, onde o peixe atacará a cabeça, o dorso, o ventre ou a parte de baixo,  com a boca mas no período de reprodução ou de defesa dos ninhos: A princípio o comportamento territorialista que certas espécies apresentam nesses períodos, conduz a ataques atrelados a “expulsão” do invasor daquele local. Na prática isso significa que nem sempre o peixe vai “morder” ou “succionar” a presa.

Há possibilidade de o peixe apresentar um comportamento de competição ao invés do seu comportamento tipicamente predatório. Ele pode simplesmente dar uma pancada, com a cabeça ou com outra parte do corpo para afastar  o invasor, um ataque direcionado a afastar o competidor e não um ataque para a alimentação, que visa matar e deglutir a presa.

A minha ideia  é simplesmente gerar alguma discussão sobre o tema, visto que não há ainda uma pauta sobre o assunto. Como nunca li muito a respeito do tema, pensei que poderiamos trocar nossas experiências, assim um contribúi com o outro.

Desde já agradeço as opiniões dos colegas!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Creio que seja pertinente Hugo, esse é o motivo de eu preferir plugs. Se o peixe ataca pela frente ou por traz ele se enrosca do mesmo geito. Além disso se ele quer apenas dar um chega pra lá na isca, tambem é comum ser fisgado por fora da boca. Minha produtividade praticamente triplicou depois que priorizei o uso das twich baits floating, isso por que o tucunaré tem um instinto muito forte de perseguir,  se tem algo fugindo (ou caçando) ele vai atrás, e como está perseguindo ataca por trás, dificilmente não se fisga. Igualmente eficiente quando usado com a traíra, só que como ela é uma predadora que espera o "vacilo da presa" uma twich bait sinking é muito mais eficiente do que a floating quando o peixe está mais manhoso, podendo ocorrer ataque de qualquer direção.

  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Alexandre Fishing disse:

Creio que seja pertinente Hugo, esse é o motivo de eu preferir plugs. Se o peixe ataca pela frente ou por traz ele se enrosca do mesmo geito. Além disso se ele quer apenas dar um chega pra lá na isca, tambem é comum ser fisgado por fora da boca. Minha produtividade praticamente triplicou depois que priorizei o uso das twich baits floating, isso por que o tucunaré tem um instinto muito forte de perseguir,  se tem algo fugindo (ou caçando) ele vai atrás, e como está perseguindo ataca por trás, dificilmente não se fisga. Igualmente eficiente quando usado com a traíra, só que como ela é uma predadora que espera o "vacilo da presa" uma twich bait sinking é muito mais eficiente do que a floating quando o peixe está mais manhoso, podendo ocorrer ataque de qualquer direção.

Valeu Alexandre. Excelentes dicas pra quem pesca os tucunas.

No caso das traíras, acho que o comortamento varia pelo menos um pouco de região pra região. Sim, é um peixe de "tocaia" de "espreita" invariávelmente; porém, o comportamento a forma do ataque pode variar um pouco. 

Vamos ver o que nossos colegas dizem sobre essas e outras espécies.

Obrigado!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noite Hugo,

Tema bastante pertinente e muito legal de discutir...o Alexandre que tem muita experiência com os tucunas e traíras já fez algumas observações legais.

Minha experiência é maior com traíras, robalos e outros peixes de mar, que é onde vou pescar com mais frequência e o que tenho a observar é que:

-Traíras: Pesco mais com frogs, ratinhos e grubs pois os locais onde pesco são muito cheios de capim, aguapé e tranqueiras e o que noto é que a traíra ataca mordendo a isca em qualquer lugar...parece que ela quer ferir gravemente a isca com seus dentes...para depois se preocupar em engoli-la, por isso noto que errar as fisgadas da traíra são mais frequentes que outros peixes (mesmo usando a regra de contar até 3 depois do bote para fisgar), pois frequentemente mordem longe de onde está o anzol.

- Robalos: atacam por sucção, normalmente engolindo as iscas, sendo fisgados quase sempre pelo lado de dentro da boca (exceto os tricks que não conseguem engolir). Escapam bastante porque as membranas que constituem sua boca são muito finas, rasgando com facilidade. Nos plugs normalmente dão bote por baixo da isca, fisgando em ambas garateias.

- Anchovas, bicudas, espadas, carapaus, entre outros peixes de mar aberto costumam atacar principalmente pela cabeça e meio da isca, sendo mais fisgados na garateia da frente que na de trás, parece que pegar por trás os peixinhos (que costumam ser muito rápidos em mar aberto) não é muito eficiente, propiciando que escapem.

Quanto a ataques por territorialidade, parece ser típico de ciclídeos (tucunas, apaiaris, tilápias, etc) pois esse fazem ninhos...nesse caso tenho pego várias tilápias pela garateia de trás de plugs, onde visivelmente elas perseguem a isca e mordiscam ela para afugentá-la e não por predação.

Outros peixes como tucunas, dourados, Basses, não tenho experiência suficiente para emitir opiniões.

  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Leandro Francisco disse:

Boa noite Hugo,

Tema bastante pertinente e muito legal de discutir...o Alexandre que tem muita experiência com os tucunas e traíras já fez algumas observações legais.

Minha experiência é maior com traíras, robalos e outros peixes de mar, que é onde vou pescar com mais frequência e o que tenho a observar é que:[...]

Baita aula Renato!  Vale muito a pena ler atentamente, tem muitas informações.:iCo01: Muito obrigado pela contribuição!:joia:

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hugo,

Nesse meu pouco tempo de experiência na pesca com IA pude notar algumas coisas (vou falar dos peixes que costumo pegar):

Peixes sem dentição atacam de certa forma pra "matar" a isca, o tucuna, corvina, tilapia  geralmente atacam pela frente ou engolem a isca, pois não tem dentes para cortar a presa, e eles tem que atacar de uma forma que a presa não escape e eles se alimentem. Um exemplo bom pra ser citado é a Pirarara que pescamos apenas com a cabeça da tilapia nos pesqueiros.

Peixes com dentição atacam ou pra cortar a isca ou pra matar elas tbm, geralmente atacam no corpo ou rabo da isca. Exemplo as iscas para trairas (ratos e frogs) o anzol já fica posicionado na parte de trás da isca e quem ainda pesca com isca viva sabe se que usar só o rabo do peixe tem mais efetividade.

Isso é impressão minha, não é regra, mas é o que tenho notado.

Abraços.

  • Thanks 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Carlos Caffer disse:

Peixes com dentição atacam ou pra cortar a isca ou pra matar elas tbm, geralmente atacam no corpo ou rabo da isca. Exemplo as iscas para trairas (ratos e frogs) o anzol já fica posicionado na parte de trás da isca e quem ainda pesca com isca viva sabe se que usar só o rabo do peixe tem mais efetividade.

Boa Carlos! . Realmente isso que você disse parace ter muita procedência. São fatores que vou considerar com mais atenção nas próximas pescarias. Exclentes dicas!:joia:

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

www.petsEXPERT.pt
×
×
  • Criar Novo...