Ir para conteúdo

Recommended Posts

Pessoal,ultimamente tenho observado o seguinte...o Tucunaré de pesqueiro é muito mais manhoso e difícil de atacar do que o Tucunaré na natureza.Alguém já teve essa experiência?

  • Like 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 year later...

As questões são muitas, passa pelo horário e também atividade humana nele, são jogadas tarrafas?  O tucunaré em rios possui uma janela de atuação maior do que a dos pesqueiros "lagos". É preciso observar qual são os períodos de atuação deles. Se agrupam contra lambari nas margens, se ao calor intenso de meio dia, se não atacam em dias nublados, enfim... O Pesqueiro deve se estudado minuciosamente, mas  a indicação principal na região é horário de altas temperaturas de manha, geralmente próximo as 11h e com claridade de ambiente propicio a insolação.  Os tucunarés geralmente estão no fundo e somente sobem as beiradas nestes horários para se alimentar. Pesca de fundo com artificiais é algo que exige habilidade, os pescadores costumar jogar diversos camarões de água doce para levantar e ativar o cardume de tucunarés nas beiradas, é uma excelente técnica que sempre traz bons resultados, utiliza-se para isto, diminuição do campo visual, sentado a beira da lagoa, com roupas discretas, caniços longos de 5m ou mais, sendo o de bambu muito apreciado. Isto acontece muito também nos rios de robalos, onde a pesca com tarrafa é intensa, é preciso pesca-los nas pedras, estando a uma distância de mais de 50m, se perceberem a presença humana, a pescaria com artificial já era, é uma ação condicionada, ser humano> tarrafa > inatividade... Com as carpas também acontece isto, mesmo que não haja ação de tarrafas...   

.

Como pesca-los quando estão inativos em pesqueiros? Quais seriam as iscas ou técnicas capazes de levanta-los, isto é, torna-los ativos?  Testei a época, nestas condições muitas iscas, uma em especial, conseguiu despertar a atenção deles, é a Yo-Zuri 3DS Flat Crank 5cm nas cores prata/branca perolizada e também a AY. 

.

Testei muitas iscas, porém, mais nada que pudesse desperta-los...

.

Tentei pescar de Fly, mas não deu certo... nem deu tempo de testar a técnica em outros ambientes... tudo indica que é interessantíssima para este ambiente, se arremessa longe, pode-se construir uma roupa com boa camuflagem, utiliza-se micros iscas que são a do ambiente, pesca-se no fundo também, pode-se utilizar adaptações com iscas naturais... 

.

Enfim, este é um campo de exploração muito interessante, complexo e é a maioria das condições de ambiente que estão aos brasileiros!  Que será interessantes vídeos de pescadores desenvolvendo todas as habilidades para pesca-los, não é fácil, o brasileiro parece que já nasce dominando a técnica das traíras, mas do tucunaré ainda é mistério e na verdade, nesta condições ambientais, concordo contigo, é um peixe muito manhoso. 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

www.petsEXPERT.pt
×
×
  • Criar Novo...