Ir para conteúdo

O Tempo: Senhor da razão e da empatia.


Recommended Posts

 

Ter empatia quando se é contra o re-noivado na mesma igreja do pai assassinado... E você sofre represálias por isso aos 5 anos... 1978

Ter empatia quando se é jogado ainda quando criança no inferno e em todo processo de criminalização primário e você vence...

Ter empatia quando se é contra uma doutrina já condenada pela autoridade maior da igreja e você é expulso e rotulado de louco aos 9 anos...  1982

Ter empatia quando você descobre a ética não é tão manifestante assim.. que ela subsidia ordens contrárias ao nosso povo e então você é perseguido...

Ter empatia quando se é contra aqueles que afrontam as mais nobres tradições herdadas de nossos pais... E você é constantemente espancado pelos bisados na escola do primeiro grau

Ter empatia quando se é contra ideias de que o Niilismo é a luz, tornando muitas opções em secundárias e descartáveis  e que o sistema de exploração das riquezas é superior a natureza ou ainda que o  homem veio do "macaco", ou ainda, adentrar o sistema da primazia e descobrir o sentimento dos futuros líderes que decidiram os rumos e dos subservientes...

Ter empatia quando luta-se por seus próprios patrimônios conquistados com honestidade e se é rotulado de infrator dos próprios bens quando os recupera, quando não se é assassinado sem qualquer tempo de defesa...

Ter empatia quando procura-se depois de vencer tudo isto, ter um emprego para salvar vidas e riquezas e vão lá armar para que você seja criminoso sem ao menos sequer apurarem, ainda que seja formalizada na instituição, gerando um estado de exceção...

Ter empatia quando em fuga, vai para outro emprego sem vocação e cumpre milagrosamente por 25 anos à risca a Constituição Federal Brasileira e nem a Palavra deve ... mesmo assim você é encaminhado para a Psiquiatria porque "alguns" deste sistema dizem que lá na infância beira dúvidas quanto a sua honestidade,  quando se houvesse realmente isto, se esquecem que é o período da correção e formação de Caráter de uma criança... e pior, admitem com as próprias bocas que falharam na admissão, o que é impossível aquela época sem dolo...

E não bastando, se esquecem que Portugal não castrou como o oriente médio que cumpriu o Alcorão, dando a chance de se socializarem neste país e crescerem... Que Portugal usou legislação rígida de miscigenação para se proteger, porque sendo pequeno e espremido pela Espanha e pelo Canal de Gibraltar, em 1500, proibiu quem tivesse sangue alheio de frequentar faculdades para conservar a nobreza portuguesa e católica, com a vinda da Corte para o Brasil, esta leis foram impactantes em nosso país, mas a culpa foi de Napoleão. Portugal nunca desejou massacrar etnias neste país, no mais, ficou por conta da República provisória...

Ter empatia é necessário, por décadas apregoa-se a opinião pública, mas esta também muda, seja biologicamente, por mudança ou por evolução...

Ter empatia é necessário ainda mais neste tempo, porque o sistema legal é extremamente fluido... com isso, fragilizando os menos favorecidos de saber e riquezas...

 Por isso, ter empatia é um aprendizado, vamos apredendo com o proxímo muitas verdades que não aprenderiamos no sistema convecional.

 

 

 

 

 

 

 

  • Like 2
  • Thanks 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Criar Novo...